• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.42.2011.tde-10082011-174038
Documento
Autor
Nome completo
Andyara Lena Paiva de Barros Camargo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Antônio José Piantino (Presidente)
Garcia, Doroti de Oliveira
Matte, Glavur Rogerio
Pignatari, Antonio Carlos Campos
Timenetsky, Jorge
Título em português
Caracterização de beta-lactamases de espectro estendido e determinação de grupos filogenéticos em isolados de Escherichia coli recuperados de pacientes em um hospital universitário de São Paulo.
Palavras-chave em português
Escherichia coli (isolamento e purificação)
Doenças do sistema urogenital
Enzimas hidrolíticas
Filogenia
Trato urinário
Resumo em português
Escherichia coli pode causar infecção intestinal e extra-intestinal, de origem comunitária ou hospitalar, prevalecendo como agente de infecção do trato urinário (ITU). O objetivo do presente estudo foi caracterizar a produção de b-lactamases de espectro estendido (ESBL), grupos filogenéticos, e a relação clonal em isolados clínicos de E. coli recuperados de pacientes ambulatoriais e internados atendidos em um Hospital Universitário de São Paulo, no período de 2005 a 2007. Seis por cento (34/562) dos isolados de E. coli estudados foram caracterizados como produtores de ESBL, sendo associados exclusivamente a infecções extra-intestinais, tanto nos pacientes ambulatoriais (10/28, 36%) como nos internados (18/28, 64%), dos quais 56% (19/34) foram recuperados de uroculturas. Os isolados produtores de ESBL exibiram um fenótipo multirresistente apresentando um perfil de resistência a ampicilina (100%), cefalotina (100%), cefotaxima (100%), ceftazidima (79%), sulfametoxazol-trimetoprim (62%), gentamicina (56%), ciprofloxacina (50%) e amicacina (6%) e permanecendo suscetíveis ao imipinem. A produção de ESBL esteve associada com a presença de genes do tipo blaCTX-M-2 (94%, 32/34), blaCTX-M-15 (3%, 01/34) e blaCTX-M-1 (3%, 01/34). Entre os isolados produtores de ESBL, os grupos filogenéticos B1 (53%, 18/34) e A (18%, 6/34), de baixa virulência, foram predominantes sobre os grupos filogenéticos, de alta virulência, B2 (12%, 4/34) e D (18%, 6/34). De fato, os genes de virulência pap, cnf1, sfa, hly, e iuc, associados com adesão, invasão e disseminação, não foram identificados. A tipagem genotípica por PFGE (utilizando a enzima Xbal) com posterior análise em dendrograma, identificou a presença de 31 clusters entre os 34 isolados produtores de ESBL. Em resumo, a alta incidência de isolados clonalmente não relacionados, pertencentes aos grupos filogenéticos A e B1, de baixa virulência, sugere que cepas comensais de E. coli podem adquirir genes de resistência do tipo blaCTX-M por transferência horizontal contribuindo no estabelecimento e no prognóstico de infecções extra-intestinais, principalmente do trato urinário.
Título em inglês
Characterization of extended-spectrum b-lactamases and phylogenetic groups in Escherichia coli strains recovered from patients at a university hospital in São Paulo.
Palavras-chave em inglês
Escherichia coli (isolation and purification)
Hydrolytic enzymes
Phylogeny
Urinary tract
Urogenital system diseases
Resumo em inglês
Escherichia coli can produce both intestinal and extraintestinal community- or nosocomial-acquired infection, being the main agent of urinary tract infection (UTI). The aim of this study was to characterize the extended-spectrum beta-lactamase (ESBL) production, phylogenetic groups, and clonal relationship among E. coli clinical isolates recovered from inpatients and outpatients admmited at a university hospital in São Paulo. During 2005 to 2007, six percents (34/562) E. coli isolates were characterized as ESBL producers, being associated exclusively to extraintestinal infections in both inpatients (10/28, 36%) and outpatients (18/28, 64%), of which 56% (19/34) were recovered from urine cultures. ESBL-producing E. coli exhibited a multidrug-resistant phenotype with a resistance profile to ampicillin (100%), cephalotin (100%), cefotaxime (100%), ceftazidime (79%), sulphamethoxazole-trimethoprim (62%), gentamicin (56%), ciprofloxacin (50%), and amikacin (6%), and remaining susceptible to imipenem. In this regard, ESBL production was associated with the presence of blaCTX-M-2 (94%, 32/34), blaCTX-M-15 (3%,1/34) and blaCTX-M-1 (94%, 32/34) genes. On the other hand, low-virulence phylogenetic groups B1 (53%, 18/34) and A (18%, 6/34) were predominant over high-virulence phylogenetic groups B2 (12%, 4/34) and D (18%, 6/34), among ESBL-producing E. coli isolates studied. In fact, pap, cnf1, sfa, hly, and iuc virulence genes associated with adhesion, invasion and dissemination were not identified. Finally, genotyping by PFGE (using XbaI restriction) with subsequent cluster analysis (dendrogram) revealed the presence of 31 cluster among 34 ESBL-producing E. coli. In summary, the high prevalence of clonally unrelated ESBL-producing E. coli belonging to low-virulence phylogenetic groups A and B1 suggest that comensal E. coli can acquire blaCTX-M-like resistance genes through horizontal gene tranfer, contributing to the establishment and outcome of extraintestinal infections, mainly in the urinary tract.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-08-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.