• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2010.tde-14022011-200502
Documento
Autor
Nome completo
Vania Regina de Assis
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Gomes, Fernando Ribeiro (Presidente)
Castrucci, Ana Maria de Lauro
Nishida, Silvia Mitiko
Título em português
Relação entre os níveis plasmáticos de corticosterona e testosterona no comportamento vocal e territorial no sapo martelo (Hypsiboas faber)
Palavras-chave em português
Comportamento Vocal
Corticosterona
Testosterona
Resumo em português
A partir de estudos sobre o controle endócrino do comportamento reprodutivo em anuros sabemos que diversos aspectos do comportamento vocal e das interações agonísticas nestes animais encontram-se associados a alterações dos níveis hormonais de testosterona e corticosterona. Dentre as espécies de anuros neotropicais de grande interesse para estudos a respeito do controle endócrino do comportamento reprodutivo destaca-se Hypsiboas faber, uma espécie de hilídeo caracterizada pela presença de machos territorialistas, cujas interações agonísticas abrangem uma diversidade de padrões vocais com agressividade escalar, podendo culminar em embate físico, além da construção de ninhos para oviposição e comportamento facultativo de guarda deste ninho. O objetivo deste trabalho foi entender as inter-relações entre os níveis plasmáticos de corticosterona e testosterona, e os comportamentos de vocalização e defesa territorial em machos de H. faber durante a atividade reprodutiva. Tais interrelações foram investigadas através da observação do comportamento durante as atividades vocais, seguidas de coleta de sangue para dosagem hormonal. Contamos adicionalmente com uma abordagem experimental, que consistiu no uso de gravações do coaxo de anúncio (playback), simulando a invasão de outro macho no território dos indivíduos focais, seguida de observação comportamental e coleta de sangue para dosagem hormonal. O estímulo experimental não surtiu qualquer efeito sobre os níveis plasmáticos de corticosterona e testosterona, nem sobre a maior parte das variáveis comportamentais. Conseguimos identificar um padrão de variação sazonal nos níveis de corticosterona e testosterona, bem como uma correlação positiva entre estes hormônios. Adicionalmente, indivíduos que vocalizam a taxas mais altas apresentam níveis mais elevados de corticosterona durante o início da temporada reprodutiva, enquanto níveis mais elevados de testosterona aparecem nos indivíduos mais responsivos a estímulos provindos do entorno social.
Título em inglês
Relationship between plasma levels of corticosterone and testosterone on vocal and territorial behavior, on the Smith Frog (Hypsiboas faber).
Palavras-chave em inglês
Corticosterone
Testosterone
Vocal Behavior
Resumo em inglês
From studies on the endocrine control of reproductive behavior in anurans, we know that many aspects of vocal behavior and agonistic interactions of these animals are related to changes in plasma levels of testosterone and corticosterone. Among the species of neotropical frogs of great interest for studies on the endocrine control of reproductive behavior stands out Hypsiboas faber, a hylid characterized by the presence of territorial males, whose agonistic interactions cover a variety of vocal patterns with aggressiveness scale, which may culminate in physical conflict. Males of H. faber also build nests for oviposition and presents optional guard of the nests with eggs. The aim of this study was to understand the interrelationships between plasma levels of corticosterone and testosterone with calling behavior and territorial defense in males of H. faber during reproductive season. These relationships were investigated by focal observations during the vocal activities, followed by blood sampling for hormonal assay. We additionally used an experimental approach, which consisted of using recorded advertisement calls (playback), simulating an invasion of another male in the territory of the focal subjects, followed by behavioral observation and blood sampling for hormonal assay. The experimental stimulus had no effect on plasma levels of corticosterone and testosterone, neither on the majority of behavioral variables. We can identify a pattern of seasonal variation in levels of corticosterone and testosterone, as well as a positive correlation between these hormones. Additionally, individuals who vocalize at higher rates have higher levels of corticosterone during the beginning of reproductive season, while higher levels of testosterone appear in individuals more responsive to stimuli from the social environment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Dissertacao_Vania.pdf (1.92 Mbytes)
Data de Publicação
2011-03-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.