• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.41.2020.tde-24092019-101002
Documento
Autor
Nombre completo
Natália Rizzo Friol
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2019
Director
Tribunal
Grant, Taran (Presidente)
Antonio, Fernanda Oliveira de
Romano, Pedro Seyferth Ribeiro
Soares, Karla Diamantina de Araujo
Título en portugués
Revisão taxonômica e filogenia das espécies sul-americanas de Chelidae (Testudines, Pleurodira)
Palabras clave en portugués
Água doce
Morfologia
Quelônios
Sistemática
Resumen en portugués
As espécie sul-americanas de Chelidae são historicamente contextualizadas entre confusões taxonômicas e escassas inferências filogenéticas. Esse estudo propôs uma primeira revisão taxonômica e hipótese filogenética incluindo todas as espécies sul-americanas dessa família. Para tanto, todos os espécimes foram analisados quanto à morfologia externa e osteologia. Além disso, Chelus, Platemys, Mesoclemmys e Phrynops geoffroanus foram analisados também através da morfometria linear, e somente as diferentes populações de Chelus e P. geoffroanus, foram analisadas através da morfometria geométrica. As populações de Chelus provenientes das bacias do Amazonas, Orinoco e Guiana apresentaram distinções quanto às diferenças nas suturas do plastrão e largura do parietal. Na morfometria geométrica, as populações do Amazonas e Orinoco também demonstraram diferenças significativas na forma da carapaça. Entretanto, não foi tomada uma decisão acerca de mudança taxonômica, pois são necessárias maiores evidências para tal proposta. através da análise multivariada canônica, as populações de Mesoclemmys sensu lato demonstraram uma separação entre as espécies de cabeça pequena e de cabeça grande. Portanto, como M. gibba é a espécie-tipo desse gênero, somente M. gibba e M. perplexa são parte dele. A partir disso, Batrachemys é revalidado para incluir as outras espécies atualmente posicionadas em Mesoclemmys, incluindo M. vanderhaegei, que não apresentou sustentação morfológica para ser incluída no gênero monotípico Bufocephala. Já entre as populações de Mesoclemmys vanderhaegei distribuídas fora da bacia do Paraguai, somente as populações do São Francisco e do leste de São Paulo apresentaram variação nas medidas da cabeça que as potencializam como possíveis espécies novas. Entretanto, nenhuma dessas populações são parte da espécie B. vanderhaegei. Dentro do complexo geoffroanus a população da bacia do Paraná é claramente uma espécie nova, e é revalidada aqui, como P. carunculata. Em contrapartida, a espécie P. tuberosus foi sinonimizada em P. geoffroanus por fazer parte da mesma bacia e não apresentar diferenças morfológicas que a sustentem como espécie distinta. E, por fim, a subespécie Platemys platycephala melanonota apresentou sobreposição morfométrica e de coloração e foi sinonimizada em Platemys platycephala
Título en inglés
Taxonomic revision and phylogeny of the South American Chelidae (Testudines, Pleurodira)
Palabras clave en inglés
Freshwater
Morphology
Systematic
Turtles
Resumen en inglés
The South American species of Chelidae are historically contextualized in taxonomic confusions and few phylogenetic inferences. This study proposed a first taxonomic revision and phylogenetic hypothesis including all the South American species of the family. For this, all specimens were analyzed by external morphology and osteology. In addition, Chelus, Platemys, Mesoclemmys and Phrynops geoffroanus were also analyzed through linear morphometric, and only the different populations of Chelus and P. geoffroanus were analyzed through geometric morphometric. Chelus's populations from the Amazon, Orinoco and Guyana basins presented distinctions regarding differences in plastron sutures and parietal width. In the geometric morphometric, the Amazon and Orinoco populations also showed significant differences in the shape of the carapace. However, a decision on taxonomic change has not been made, since more evidence is needed for such a proposal. Through canonical multivariate analysis populations of Mesoclemmys sensu lato showed a separation between the small head and large head species. Therefore, since M. gibba is the type species of this genus, only M. gibba and M. perplexa are part of it. From this, Batrachemys is ressurected to include the other species currently positioned in Mesoclemmys, including M. vanderhaegei, which did not show morphological support to be included in a monotypic genus Bufocephala. On the other hand, the populations of Mesoclemmys vanderhaegei distributed outside the Paraguay basin , only populations of São Francisco and the East São Paulo presented canonical variation in measures of head that support them as a putative new species. However, none of these populations are part of B. vanderhaegei species. Within the geoffroanus complex the population of Paraná basin is clearly a new species, and is revalidated here as P. carunculata. In contrast, the species P. tuberosus was synonimized in P. geoffroanus because it is part of the same basin and does not present morphological differences that support it as a distinct species. Finally, the subspecies Platemys platycephala melanonota presented morphometric and staining overlap and was synonimized in Platemys platycephala
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Ha ficheros retenidos debido al pedido (publicación de datos, patentes o derechos autorales).
Fecha de Liberación
2021-09-23
Fecha de Publicación
2020-01-13
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.