• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.41.2010.tde-06102010-172147
Documento
Autor
Nombre completo
Marcelo Veronesi Fukuda
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Nogueira, João Miguel de Matos (Presidente)
Amaral, Antonia Cecilia Zacagnini
Migotto, Alvaro Esteves
Nonato, Edmundo Ferraz
Santos, Cinthya Simone Gomes
Título en portugués
Contribuição ao conhecimento taxonômico dos silídeos (Polychaeta: Syllidae) da região sudeste-sul do Brasil
Palabras clave en portugués
Polychaeta
Syllidae
Taxonomia
Resumen en portugués
Syllidae Grube, 1850 é uma das maiores famílias de poliquetas, caracterizada por apresentar animais errantes de corpos relativamente pequenos, com segmentação homônoma e parapódios unirremes internamente sustentados por acículas, excepcionalmente adquirindo condição birreme nas formas epítocas; associado à porção posterior da faringe, o proventrículo, estrutura muscular em forma de barril que pode ser facilmente visualizado por transparência através da superfície do corpo, é uma das sinapomorfias da família. O grupo destaca-se pela variedade de estratégias reprodutivas, com representantes apresentando, em geral, o fenômeno da epitoquia, mas também sendo encontradas incubação externa de ovos, viviparidade, partenogênese e arquitomia. Syllidae conta atualmente com 5 subfamílias, Syllinae Grube, 1850, Autolytinae Langerhans, 1879, Exogoninae Langerhans, 1879, Eusyllinae Malaquin, 1893, e Anoplosyllinae Aguado & San Martín, 2009, divididas de acordo com a morfologia dos palpos, antenas, cirros peristomiais e cirros dorsais ao longo do corpo, além do formato da faringe e proventrículo. Apesar de ser uma das famílias mais abundantes e diversificadas dentre todos os Polychaeta, o estado do conhecimento da fauna de silídeos ocorrendo ao longo do litoral brasileiro ainda é bastante pobre. Até o momento, foram registrados apenas 25 gêneros e 84 espécies para a costa brasileira, o que é relativamente pouco em comparação com outras regiões onde a fauna de silídeos é melhor conhecida, como a Península Ibérica, por exemplo. A presente Tese consiste em um estudo taxonômico dos Syllidae da região sudeste/sul do Brasil, a partir de material coletado por três projetos independentes: REVIZEE/Score Sul/Bentos Marinho, BIOTA/FAPESP/Biodiversidade Bêntica Marinha no Estado de São Paulo, e Biodiversidade de Anelídeos Poliquetas em Costões Rochosos ao Longo do Estado de São Paulo. As identificações foram feitas com base em caracteres morfológicos, utilizando microscópio óptico e, em alguns casos, microscópio eletrônico de varredura (MEV), com o auxílio de bibliografia especializada e atualizada. No caso de algumas espécies, foram feitas comparações com material-tipo e espécimes coletados em outras localidades. Para as ilustrações, foram utilizadas câmaras-clara e fotográfica digital acopladas ao microscópio óptico, além de MEV. Neste estudo, foram analisados 10299 espécimes, pertencentes a 24 gêneros e 83 espécies, das quais 40 táxons são novas ocorrências para a costa brasileira e 15 tratam-se de espécies novas para a ciência.
Título en inglés
Contribution to the taxonomic knowledge of the syllids (Polychaeta: Syllidae) from southeastern-southern Brazil
Palabras clave en inglés
Polychaeta
Syllidae
Taxonomy
Resumen en inglés
Syllidae Grube, 1850, is one of the largest polychaete families, comprehending relatively small-bodied errant animals, with homonomous segmentation and uniramous parapodia internally sustained by aciculae, exceptionally biramous in epitokous forms; located at the posterior part of the pharynx, the proventricle, a barrel-shaped muscular structure easily seen by transparency through the body wall, is one of the synapomorphies of the family. The group is notorious by the diversity of reproductive strategies, with representatives usually presenting the phenomena of epitoky, but external brooding of eggs, viviparity, parthenogenesis and architomy are all also found among syllids. Syllidae currently consists on 5 sub-families, Syllinae Grube, 1850, Autolytinae Langerhans, 1879, Exogoninae Langerhans, 1879, Eusyllinae Malaquin, 1893, and Anoplosyllinae Aguado & San Martín, 2009, defined by the morphology of the palps, antennae, peristomial and dorsal cirri, and by the shape of the pharynx and proventricle. Despite being one of the most abundant and diverse families of Polychaeta, the state of knowledge of the syllid fauna occurring off the Brazilian coast is still poor. Up to the present, only 25 genera and 84 species have been registered for the area, which is a relatively low number compared to regions where the syllid fauna has been more extensively investigated, as the Iberian Peninsula, for example. The present Thesis is a taxonomic study of the Syllidae from the southeasternsouthern coast off Brazil, based on material collected by three independent projects: REVIZEE/Score Sul/Bentos Marinho, BIOTA/FAPESP/Benthic Marine Biodiversity in the State of São Paulo, and Biodiversity of Intertidal Polychaetes (Annelida: Polychaeta) on Rocky Shores off the State of São Paulo. Identifications were based on morphological characters seen under compound light microscope and, in some cases, scanning electron microscope (SEM), with the aid of specialized and updated scientific literature. For some species, comparisons were made with type-material and specimens from other localities. Illustrations were done with the aid of drawing tubes and/or digital camera attached to the microscope, in addition to the SEM images, when available. Material examined consists of 10299 specimens, belonging to 24 genera and 83 species, of which 40 taxa are new occurrences for the Brazilian coast, and 15 species are new to science.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fukuda.pdf (93.26 Mbytes)
FukudaPARCIAL.pdf (1.12 Mbytes)
Fecha de Publicación
2010-10-14
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.