• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2012.tde-03042013-085035
Documento
Autor
Nome completo
André Carvalho Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Angyalossy, Veronica (Presidente)
Ceccantini, Gregório Cardoso Tápias
Marcati, Carmen Regina
Título em português
Sazonalidade da atividade cambial em lianas
Palavras-chave em português
Atividade cambial
Camadas de crescimento
Lianas
Sazonalidade
Variação cambial
Resumo em português
Introdução e objetivos Apesar de ser um importante componente estrutural de florestas tropicais e causar impactos na dinâmica e funcionamento destas florestas, pouco se sabe sobre a sazonalidade do crescimento de lianas em seu ambiente natural. Lianas ainda possuem uma rica diversidade de arranjos de tecidos vasculares em seus caules devido à presença de variações cambiais. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo analisar a sazonalidade da atividade cambial e da diferenciação do xilema de três espécies de lianas pertencentes a famílias com maior diversidade do hábito nos neotrópicos e com diferentes configurações em seus sistemas vasculares caulinares, Stizophyllum riparium (Bignoniaceae), Dalbergia frutescens (Leguminosae) e Serjania laruotteana (Sapindaceae), bem como verificar se há relação entre a sazonalidade da atividade cambial e a sazonalidade da pluviosidade; e se há a formação de camadas de crescimento anuais no xilema. Métodos A sazonalidade da atividade cambial e da diferenciação do xilema foi estudada através de coletas periódicas de porções caulinares ao longo de um ano, correlacionando-se esses dados com a pluviosidade. Resultados As três espécies apresentaram sazonalidade nas suas atividades cambiais, correlacionada com a pluviosidade. S. riparium e D. frutescens apresentam um período de atividade cambial de cerca de seis meses, com início no pico do período chuvoso, e um período de dormência no resto do ano. S. laruotteana apresenta atividade cambial contínua ao longo do ano, com um pico de atividade relacionado com o período chuvoso. O câmbio não apresenta atividade contínua por toda sua extensão nas três espécies, sendo que as variações cambiais de S. riparium e S. laruotteana tem grande influência, respectivamente, sobre as regiões onde a atividade cambial se inicia e tem maior intensidade. Camadas de crescimento anuais são formadas no xilema secundário de S. riparium e S. laruotteana. Quando a atividade cambial não se estende por toda circunferência do caule, camadas de crescimento confluentes são formadas. Conclusões A espécies apresentam sazonalidade na atividade cambial correlacionada com a pluviosidade. Entretanto, os diferentes padrões de atividade cambial encontrados são espécie-específicos, e não podem ser explicados apenas pela pluviosidade
Título em inglês
Seasonality of cambial activity in lianas
Palavras-chave em inglês
Cambial activity
Cambial variation
Growth rings
Lianas
Seasonality
Resumo em inglês
Background and aims Although being an important structural component of tropical forests and cause impacts on the dynamics and function of these forests, little is known about the growth seasonality of lianas growing in its natural environment. Lianas also present huge secondary vascular tissue diversity in its stems due the presence of cambial variation. In this context, the aim of the present work is to analyze the cambial activity seasonality of three liana species belonging to the most diverse liana families in the Neotropics, and which presents different patterns of vascular system configurations in their stems, Stizophyllum riparium (Bignoniaceae), Dalbergia frutescens (Legumosae), and Serjania laruotteana (Sapindaceae), and also verify possible correlations between the cambial activity and the pluviosity, and if there are formation of annual growth rings in the species xylem. Methods The seasonality of cambial activity and differentiation of xylem was studied by periodic collecting stem portions over a year, correlating this data with the rainfall. Key results The three species showed seasonality in their cambial activities, correlated with rainfall. S. riparium and D. frutescens have a period of cambial activity of about six months, beginning at the peak of the rainy season, and a period of dormancy during the rest of the year. S. laruotteana has a continuous cambial activity throughout the year, with a peak of activity related to the rainy season. The cambium does not present continuous activity throughout its circumference in the three species, and in S. riparium and S. laruotteana the cambial variants have a great influence on the regions where cambial activity starts and it has a greater intensity, respectively. Annual growth layers are formed in the secondary xylem of S. riparium and S. laruotteana. When the cambial activity does not extend throughout the circumference of the stem, confluent growth layers are formed. Conclusions The species show seasonality in cambial activity correlated with rainfall. However, the different patterns of cambial activity found are species-specific, and can not be explained only by rainfall
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Andre_Lima.pdf (28.87 Mbytes)
Andre_Lima_SIMPL.pdf (1.75 Mbytes)
Data de Publicação
2013-04-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.