• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.39.2017.tde-13032017-085757
Documento
Autor
Nombre completo
Marcos Roberto Apolinário
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2016
Director
Tribunal
Freudenheim, Andrea Michele (Presidente)
Barbosa, Fabricio Madureira
Basso, Luciano
Pasin, Camila Torriani
Xavier Filho, Ernani
Título en portugués
Nado crawl: associação entre coordenação e desempenho de nadadores
Palabras clave en portugués
Coordenação.
Nado crawl
Natação
Resumen en portugués
Nas últimas décadas foram desenvolvidos estudos que associaram a coordenação das braçadas do nado crawl, expressa pelo índice de coordenação (IdC), ao desempenho de nadadores. Outro conjunto de estudos apontou que, em comparação à condição de apneia, a respiração afeta o desempenho dos nadadores. No entanto, não se sabe se a coordenação entre respiração e braçada está associada ao desempenho, e de que maneira isto ocorre. Assim, o objetivo deste estudo foi investigar a associação entre a coordenação e o desempenho de nadadores no nado crawl, considerando a coordenação entre braçadas e, de forma original, a coordenação entre a braçada e a respiração. Participaram 30 nadadores do gênero masculino com idade média de 14,1 anos (±0,99). A tarefa consistiu em nadar a distância de 100 metros utilizando o nado crawl no menor tempo possível, distribuída em quatro parciais de 25 metros, simulando uma prova de 100 metros. Foi utilizada como medida de desempenho a velocidade média (Vm); como medidas complementares, a frequência de braçadas (FBr) e o comprimento de braçada (CBr); e, de coordenação, o índice de coordenação (IdC) e o índice de respiração (IdR). A análise de variância de medidas repetidas foi utilizada para detectar diferenças nas medidas de desempenho, complementares e IdC entre as quatro parciais de 25 metros. Para verificar as diferenças no IdR entre a segunda e a quarta parciais de 25 metros foi utilizado o teste t de Student. O teste de correlação de Pearson permitiu a análise das relações do IdC e do IdR com as medidas de desempenho. Determinou-se como significância estatística alpha<=0,05. Os resultados mostraram que, para nadar 100 metros crawl no menor tempo possível, os nadadores são mais velozes (Vm) na parte inicial da prova simulada; mantêm FBr e CBr inalterados e IdC em oposição nas quatro parciais de 25 metros; mantêm a coordenação entre braçada e respiração (IdR), mas, qualitativamente, mudam de em atraso na segunda parcial para simultânea na quarta parcial. Em relação ao objetivo do presente estudo, os resultados permitem concluir que: 1) Há associação entre a coordenação da braçada com a respiração (IdR) e o desempenho (Vm): os nadadores que realizaram a inspiração após a empurrada, foram os que apresentaram velocidade mais baixa para nadar a quarta parcial de 25 metros; e 2) Há associação entre coordenação de braços e desempenho: semelhante aos resultados parciais de um estudo com nadadores de baixa velocidade (SEIFERT et al., 2007), os nadadores que realizaram maior IdC, foram os que apresentaram velocidade mais baixa para nadar os 100m, a primeira, terceira e quarta parciais de 25 metros. Portanto, além da coordenação entre braços, a coordenação entre braçada e respiração está associada ao desempenho de nadadores. Em estudos futuros, o conhecimento sobre a coordenação entre a braçada e a respiração e sua associação com o desempenho deve continuar a ser objeto de investigação
Título en inglés
Front crawl: association between coordination and performance of swimmers
Palabras clave en inglés
Coordination
Front crawl
Swimming
Resumen en inglés
In the last decades, studies have been developed associating the coordination of front crawl strokes, expressed by the index of arm coordination (IdC), to the performance of swimmers. Another set of studies indicate that, compared to the apnea condition, breathing affects swimmers performance. However, it is unknown whether and how the coordination between breathing and stroke is associated with performance. Thus, the aim of this study was to investigate the association between coordination and performance of swimmers in the front crawl, considering the coordination between strokes and, in an original way, the coordination between stroke and breathing. Participants were 30 male swimmers with an average age 14.1 (± 0.99) years. The task consisted of swimming the distance of 100 meters using the front crawl in the shortest possible time, distributed in four parts of 25 meters, simulating a 100 meters race. As a performance measure, the average speed (Vm) was used; as complementary measures, stroke frequency (FBr) and stroke length (CBr); and, as coordination measures, the index of arm coordination (IdC) and the index of respiration (IdR). The analysis of variance of repeated measurements was used to detect differences in performance measures, complementary and IdC among the four partials of 25 meters. To verify the differences in the IdR between the second and fourth partials of 25 meters the Student's t-test was used. The Pearson's correlation test allowed the analysis of the relations of IdC and IdR between the performance measures. Statistical significance was defined as alpha <=0.05. The results showed that, in order to swim 100 meters front crawl in the shortest possible time, swimmers are faster (Vm) in the initial part of the simulated race; they maintain FBr and CBr unchanged and IdC in opposition in the four partials of 25 meters; they maintain the coordination between stroke and breathing (IdR), but, qualitatively, they change from delayed in the second partial to simultaneous in the fourth partial. Related to the aim of the present study, the results allow to conclude that: 1) There is an association between arm and breathing coordination (IdR) and performance (Vm): the swimmers who carried out the inspiration after the push were the ones who presented lower speed to swim the fourth partial of 25 meters; and 2) There is an association between arm coordination and performance: similar to the partial results of a study with low speed swimmers (SEIFERT et al., 2007), the swimmers who performed the highest IdC were the ones who presented the lowest speed to swim the 100m, the first, third and fourth partials of 25 meters. Therefore, in addition to arm coordination, the coordination between stroke and breathing is associated with the performance of swimmers. In future studies, knowledge about the coordination between stroke and breathing and its association with performance should continue to be investigated
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2017-03-14
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.