• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.38.2016.tde-07072016-132811
Documento
Autor
Nome completo
Juan Pablo Hurtado Gómez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Zaher, Hussam El Dine (Presidente)
Passos, Paulo Gustavo Homem
Rodrigues, Miguel Trefaut Urbano
Título em inglês
Sistemática do gênero Erythrolamprus Boie 1826 (Serpentes: Dipsadidae) utilizando dados morfológicos e moleculares
Palavras-chave em inglês
Dipsadidae
Erythrolamprus
Molecular
Morfologia
Morphology
Sistematica
Systematics
Resumo em inglês
Resumo: O gênero Erythrolamprus atualmente agrupa 50 espécies que têm sido incluídas tradicionalmente nos gêneros Erythrolamprus, Liophis e Umbrivaga. Embora a recente sinonimização tem sido suportada em todas as análises moleculares, ainda existe debate, devido ao baixo número de espécies incluídas e a falta de sinapomorfías morfológicas. Dentro de Erythrolamprus, podem se reconhecer 13 grupos com base nos arranjos taxonômicos tradicionais, mas a monofilia desses grupos nunca tem sido testada. Utilizando 78 caracteres de osteologia craniana e hemipênis, e seis genes: três mitocondriais (coi, 12s, cytb) e três nucleares (bdnf, cmos, nt3); para 27 espécies, testamos a monofilia do gênero, dos grupos taxonômicos e das espécies, além do relações internas. Realizamos analises de parcimônia, bayesianos e de máxima verossimilhança para os dados moleculares; enquanto que para as matrizes morfológica e combinada (morfologia e molecular) só foi utilizada analise de parcimônia. Os nossos resultados recuperaram monofilético Erythrolamprus como atualmente aceito, nove clados principais dentro do gênero, sendo que para a maioria deles propomos sinapomorfias morfologicas. Só quatro dos grupos taxonômicos tradicionais foram recuperados monofileticos. Erythrolamprus sagittifer foi encontrada aninhada dentro de Lygophis e é realocada neste gênero. Adicionalmente, para o clado conformado por E. almadensis, E. atraventer, E. carajasensis, E. jaegeri, E.maryellenae, E. viridis ressuscitamos o gênero Leimadophis, dado que foi recuperado como irmão de todas as outras espécies do clado Erythrolamprus.
Título em inglês
Systematics of the genus Erythrolamprus Boie 1826 (Serpentes: Dipsadidae) based on morphological and molecular data
Palavras-chave em inglês
Dipsadidae
Erythrolamprus
Molecular
Morfologia
Morphology
Sistematica
Systematics
Resumo em inglês
Abstract: The genus Erythrolamprus currently groups 50 species that have traditionally been allocated in the genera Erythrolamprus, Liophis and Umbrivaga. Although synonymization of these three genera with Erythrolamprus finds support in all molecular studies, the systematic value of such nomenclatural act is still under debate, mainly because of the lack of morphological synapomorphies and dense taxonomic sampling for the group. Within Erythrolamprus, 13 taxonomic groups may be recognized based in a traditional taxonomic arrangement, but its monophyly has never been tested. The present study analyzed 78 morphological characters, from cranial osteology and hemipenis, and six genes, three mitochondrial (coi, 12s, cytb) and three nuclear (bdnf, cmos, nt3), in 27 species representing all previously recognized taxonomic groups, in order to test the monophyly of the genus and of its constituent parts. We performed parsimony, bayesian and maximum likelihood analyses for the molecular data, and parsimony analyses for morphological and combined matrices (morphology and molecules). Our results retrieved a monophyletic genus Erythrolamprus as currently accepted, composed by nine main clades that are, for most of them, supported by morphological synapomorphies. On the other hand, only four of the traditional taxonomic groups were retrieved as monophyletic. Erythrolamprus sagittifer was found to be nested within Lygophis and is reallocated in that genus. Additionally, we resurrected the genus Leimadophis for the clade formed by E. almadensis, E. atraventer, E. carajasensis, E. jaegeri, E.maryellenae, and E. viridis, since it was recovered as the sister group of a clade composed by all the other species of the genus Erythtorlamprus.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-08-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.