• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.38.2016.tde-06102016-103726
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Pachelle Pinheiro Gurgel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Tavares, Marcos Domingos Siqueira (Presidente)
Anker, Arthur
Santana, William Ricardo Amancio
Título em português
Revisão taxonômica e filogenia dos camarões de água doce da família Euryrhynchidae Holthuis, 1950 (Crustacea: Decapoda: Cariddea)
Palavras-chave em português
África Ocidental
Amazônia
América do Sul
Gondwana
novas espécies
Resumo em português
O presente estudo consiste na mais completa revisão taxonômica e análise filogenética dos camarões de água doce da família Euryrhynchidae Holthuis, 1950. O trabalho foi realizado com base em material depositado em coleções carcinológicas do Brasil, Estados Unidos e vários países da Europa. A análise filogenética incluiu todas as espécies da família Euryrhynchidae, além de 7 espécies de outras famílias de Palaemonoidea Rafinesque, 1815 que foram relacionadas à Euryrhynchidae em trabalhos anteriores: Desmocaris trispinosa (Aurivillius, 1898) (Desmocarididae Borradaile, 1915); Palaemon carteri (Gordon, 1935), P. pandaliformis (Stimpson, 1871), Troglocubanus gibarensis (Chace, 1943) e Tr. inermis (Chace, 1943) (Palaemonidae Rafinesque, 1815); Typhlocaris galilea Calman, 1909 e Ty. lethaea Parisi, 1920 (Typhlocarididae Annandale & Kemp, 1913). Leander paulensis Ortmann, 1897 (Palaemonidae) foi escolhida para o enraizamento da árvore. O estudo também apresenta uma análise detalhada da diversidade morfológica presente em Euryrhynchidae no âmbito dos demais palaemonóideos. A revisão taxonômica confirma a validade das 7 espécies atualmente descritas para Euryrhynchidae, além de propor 2 novas espécies relacionadas a Euryrhynchus amazoniensis Tiefenbacher, 1978. As espécies Euryrhynchus amazoniensis, E. burchelli Calman, 1907, E. pemoni Pereira, 1985 e E. wrzesniowskii Miers, 1877 são redescritas e ilustradas com base na série tipo e material adicional estudados. Também são propostos caracteres diagnósticos adicionais para diferenciar as espécies de Euryrhynchus Miers, 1877, anteriormente separadas apenas pelo número e posição dos espinhos no carpo e mero do pereiópodo 2. A análise cladística foi composta por uma matriz de 102 caracteres morfológicos e resultou em 4 árvores igualmente parcimoniosas. O monofiletismo da família Euryrhynchidae também foi recuperado, sendo sustentado por 10 sinapomorfias não ambíguas. O gênero Euryrhynchina Powell, 1976 aparece como táxon mais basal da família e grupo irmão do clado Euryrhynchoides Powell, 1976 + Euryrhynchus. A topologia obtida para os gêneros de Euryrhynchidae sugere a presença de um táxon irmão a Euryrhynchina (ainda não descoberto ou já extinto) no continente sul americano. A análise também revelou a existência de dois grupos monofiléticos dentro de Euryrhynchus, com o relacionamento de E. wrzesniowskii com esses dois clados ainda não resolvido. Typhlocarididae aparece como grupo irmão de Euryrhynchidae, corroborando o resultado de estudos morfológicos anteriores. Desmocarididae, proposto em trabalhos recentes como grupo irmão de Euryrhynchidae com base em dados moleculares, surge mais à base, inserido entre os táxons de Palaemonidae.
Título em inglês
Taxonomic revision and phylogeny of the freshwater shrimp family Euryrhynchidae Holthuis, 1950 (Crustacea: Decapoda: Caridea)
Palavras-chave em inglês
Amazon
Gondwana
new species
South America
West Africa
Resumo em inglês
The present study comprises the most complete taxonomic revision and phylogenetic analysis of the freshwater shrimps of the family Euryrhynchidae Holthuis, 1950. The study was based on material deposited in carcinological collections from Brazil, United States, and several other European countries. The phylogenetic analysis included all species of the family Euryrhynchidae and 7 species from other families within the Palaemonoidea Rafinesque, 1815 that were related to Euryrhynchidae in previous studies: Desmocaris trispinosa (Aurivillius, 1898) (Desmocarididae Borradaile, 1915); Palaemon carteri (Gordon, 1935), P. pandaliformis (Stimpson, 1871), Troglocubanus gibarensis (Chace, 1943) e Tr. inermis (Chace, 1943) (Palaemonidae Rafinesque, 1815); Typhlocaris galilea Calman, 1909 e Ty. lethaea Parisi, 1920 (Typhlocarididae Annandale & Kemp, 1913). Leander paulensis Ortmann, 1897 (Palaemonidae) was used as outgroup. This study also includes a detailed analysis of the morphological diversity present in Euryrhynchidae compared to the remaining palaemonoids. The taxonomic revision confirms the validity of the 7 species described in Euryrhynchidae and describes 2 new species related to Euryrhynchus amazoniensis Tiefenbacher, 1978. The species Euryrhynchus amazoniensis, E. burchelli Calman, 1907, E. pemoni Pereira, 1985 and E. wrzesniowskii Miers, 1877 are redescribed and illustrated based on the type series and additional material examined. Additional diagnostic characters are proposed to differentiate the species of Euryrhynchus Miers, 1877, previously separated only by the armature of the carpus and merus of the pereiopod 2. The cladistic analysis was composed by a matrix of 102 morphological characters and resulted in 4 equally most-parsimonious trees. The monophyly of the family Euryrhynchidae was obtained, supported by 10 unambiguous synapomorphies. The genus Euryrhynchina Powell, 1976 appears as the most basal taxon of the family and sister group of the clade Euryrhynchoides Powell, 1976 + Euryrhynchus. The topology obtained for the euryrhynchid genera suggests the presence of a sister taxon to Euryrhynchina (not discovered or extinct) in South America. The analysis also revealed the existence of 2 monophyletic groups within Euryrhynchus, with the relationship of E. wrzesniowskii to these clades still to be resolved. Typhlocarididae appears as sister group of the Euryrhynchidae, corroborating results from previous morphological studies. Desmocarididae, proposed in recent studies as sister group of the Euryrhynchidae based on molecular data, emerges more basally among the palaemonid taxa.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Euryrhynchidae1.pdf (13.91 Mbytes)
Data de Publicação
2016-11-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.