• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.31.2013.tde-22062013-202501
Documento
Autor
Nome completo
Maria Aparecida Viana Schtine Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Paixao, Fernando Augusto Magalhaes (Presidente)
Mazzari, Marcus Vinicius
Moraes, Marcos Antonio de
Título em português
O coruja, de Aluísio Azevedo: romance de formação sob o prisma do grotesco.
Palavras-chave em português
Aluísio Azevedo
crítica literária
grotesco
História do Brasil
Literatura brasileira.
Resumo em português
O termo Bildungsroman foi empregado pela primeira vez associado ao romance de Goethe, Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister (1795-1796). Desde então, tornou-se uma linhagem literária de longa permanência na literatura. Na produção dos escritores brasileiros do século XIX, diferentemente do que ocorreu nos países europeus, o romance de formação não encontrou ressonância. Todavia, a obra O Coruja, de Aluísio Azevedo, alinha-se em tal categoria, e de forma muito particular. É o que pretende defender a presente dissertação, ao procurar entender a composição do texto e das personagens à luz do grotesco e da tradição deformante que essa perspectiva oferece. No percurso de análise, são utilizados conceitos de Mikhail Bakhtin, George Lukács e Marcus Mazzari, entre outros, com o intuito de verificar em que medida a história de André e Teobaldo pode ser lida como "um romance de formação às avessas", expressão última do meio social em que se desenvolve.
Título em inglês
Aluísio Azevedos O Coruja: a formation novel under the prism of grotesque.
Palavras-chave em inglês
Aluísio Azevedo
Brazilian history
Brazilian literature
grotesque
literary criticism.
Resumo em inglês
The first time the term Bildungsroman was used it was connected to Goethes novel, Wilhelm Meisters Apprenticeship (1795-1796). Since then, it has become a lasting literary lineage. Differently from what happened in European countries, the formation novel has not found resonance in the works of 19th century Brazilian writers. The novel O Coruja (The Owl) by Aluísio Azevedo, falls into that category, although in a peculiar fashion. Stating such an argument is the main task this dissertation tries to undertake, by means of capturing the text and characters composition through the lens of the grotesque, and of the deforming tradition perspective thus associated. Throughout the analysis we shall draw on concepts of Mikhail Bakhtin, George Lukács, and Marcus Mazzari in order to ascertain in what measure the story of André and Teobaldo can be read as a "reverse formation novel", ultimate expression of the social framing within which it takes place.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-07-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.