• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.31.2020.tde-11052021-092225
Documento
Autor
Nome completo
Marcelle Marques de Andrade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Toni, Flávia Camargo (Presidente)
Videira Junior, Mario Rodrigues
Ballestero, Luiz Ricardo Basso
Rodrigues, Marly
Título em português
Helena de Magalhães Castro, uma intérprete genuinamente brasileira? (1924-1931)
Palavras-chave em português
Arte
Canção popular
Declamação
Gênero
Nacionalismo
Violão
Resumo em português
Esta pesquisa analisa atuação de Helena de Magalhães Castro (1902-1995), declamadora, violonista, propagadora do folclore nacional, fundadora e presidenta da Instrução Artística do Brasil (IAB). O núcleo documental central para o desenvolvimento dos estudos é o acervo pessoal, até então inédito, de Helena de Magalhães Castro, constituído por cartas e postais, Revistas da IAB, álbuns de viagens pelo Brasil e exterior. A análise contempla sua produção artística entre os anos de 1924 a 1931, com ênfase em sua apresentação oficial como declamadora e violonista, ou seja, do início de sua trajetória profissional até o ano da fundação da IAB. Pretende-se também contextualizar a prática da declamação no Brasil como um nicho comercial relevante e, concomitantemente, compreender a atuação de Helena como mediadora e estilizadora de canções populares. Serão levantadas reflexões sobre a utilização de fontes populares na construção de seu repertório artístico, buscando lançar luz sobre sua trajetória e dar visibilidade ao seu papel de divulgadora da arte nacional.
Título em inglês
Helena de Magalhães Castro, a genuinely Brazilian interpreter? (1924-1931)
Palavras-chave em inglês
Art
Folk Music
Gender
Guitar
Nacionalism
Recitation
Resumo em inglês
This research analyzes the performance of Helena de Magalhães Castro (1902- 1995), reciter, guitarist, propagator of national folklore, founder and president of the Brazilian Artistic Instruction (IAB). The central documentary nucleus for the development of the studies is the personal collection, hitherto unprecedented, by Helena de Magalhães Castro, consisting of letters and postcards, IAB Magazines, travel albums in Brazil and abroad. The analysis contemplates his artistic production between the years 1924 to 1931, with an emphasis on his official presentation as a reciter and guitarist, that is, from the beginning of his professional career until the year of the foundation of the IAB. It is also intended to contextualize the practice of reclamation in Brazil as a relevant commercial niche and, at the same time, to understand Helena's performance as a mediator and stylist of popular songs. Reflections will be raised on the use of popular sources in the construction of his artistic repertoire, seeking to shed light on his trajectory and give visibility to his role as a promoter of national art.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-05-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.