• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.31.2020.tde-10022021-184414
Documento
Autor
Nome completo
Aniele Caroline Avila Madacki
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Marras, Stelio Alessandro (Presidente)
Almeida, Heloisa Buarque de
Matos, Claudia Neiva de
Moraes, José Geraldo Vinci de
Título em português
Do samba ao funk: a malandragem feminina nas letras de canções da música contemporânea no Brasil
Palavras-chave em português
Feminismo
Funk
Malandragem feminina
MPB.
Samba
Resumo em português
A palavra malandragem possui inúmeras acepções que variam conforme o período histórico considerado. Se há um malandro sambista, esperto e sedutor, há também um malandro preguiçoso, arruaceiro, corrupto. Em diferentes momentos da história do Brasil, o malandro foi uma espécie de símbolo da brasilidade. Além de "representar" o povo brasileiro, os diversos malandros também foram objeto de inúmeras pesquisas acadêmicas. O estudo buscou mostrar que há malandras na música que querem se dar a conhecer. Através de uma revisão bibliográfica sobre a malandragem, buscamos caracterizar as malandras a partir de letras de músicas de três momentos diferentes: as décadas de 1930 e 40, as décadas de 1970 e 80 e os anos 2000- 2010. Trabalhamos as canções como se fossem depoimentos etnográficos ou entrevistas concedidas a uma jornalista, ou seja, não nos concentramos nos aspectos "musicais" das canções, mas sim, nos dizeres-cantos daquelas que se deixaram chamar de malandras. Compilamos as informações obtidas em três eixos principais: imagens, discursos e comportamentos. Além de levantar as características das malandras, buscamos também perceber se elas podiam ser consideradas feministas e se eram um contraponto aos setores conservadores que estavam (estão) no poder nos períodos históricos considerados. Verificamos que as malandras têm muitos comportamentos similares aos malandros, como a boemia, o gosto pela música e pela vida nas noites, no entanto, ser malandra é diferente de ser malandro. Notamos também que há categorias novas na malandragem feminina como a "malandra puta," aquela que se comporta como uma "mulher fácil" ou que é mesmo uma meretriz; e a "malandra feiticeira" que seduz e enfeitiça o companheiro para torná-lo um "homem de malandra". Atestamos que, aproximando-se do feminismo, as malandras podem se chocar com grupos conservadores e até mesmo com grupos considerados progressistas.
Título em inglês
From samba to funk: the female's malandragem in the lyrics of the Brazilian's contemporary music
Palavras-chave em inglês
Brazillian funk
Brazillian Samba
Female's malandragem
Feminism
MPB.
Resumo em inglês
The Brazillian word "malandragem" has differents meanings that change along the historical period. If there is a "malandro sambista", (the one that plays samba) smart and sedutor, there is also the lazy "malandro" or the corrupt one. In differents moments of Brazil's History, the malandro was like a symbol of Brazillians. Besides representing Brazillian culture and people, the malandros were also the object of differents academic researches. This study intented to show that there are also malandras in Brazillian music and literature and them want to be known. Writting a literature review of "malandragem", the research's objective was to define the peculiarities of the malandras considering the lyrics of Brazillian music of the 30's and 40's, than of the 70's and 80's and finally the lyrics of the 2010's. We considered the lyrics as ethnographic staments or staments given for a journalist. In other words, we didn't focus in the music's aspects of the songs, we focussed in the saying of the one's that let be called "malandras". We transcribed the lyrics and organized the informations in three categories: images, speeches and behaviors. Besides knowing the features of the malandras, we intented to undestand if they could be seen as feminists and if they could be a kind of resistence against conservative groups which were (are) in power in the historical moments considered. We realized that the malandras and the malandros have a lot of similar behavoirs and speeches, but being a malandra is different of being a malandro. We discovered two new "types" in the female's malandragem: the "malandra puta", the one that is a "slut" or even a professional of sex; and the "malandra feiticeira" that seduces the partner to make him a "homem de malandra". Approaching the feminism, the malandras can confront the conservatives and even the groups that are considered progressive in Brazil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-02-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.