• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.3.2013.tde-10072014-014050
Documento
Autor
Nome completo
Valter Castelhano de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Silva, José Reinaldo (Presidente)
Bernardes, Roberto Carlos
Miyagi, Paulo Eigi
Pinhanez, Claudio Santos
Tsuzuki, Marcos de Sales Guerra
Título em português
Modelagem e design de sistemas de serviço para automação.
Palavras-chave em português
Engenharia (Modelagem; Design)
Engenharia de requisitos
Serviços (Sistemas; Automação)
Sistemas de informação
Resumo em português
O início deste século foi marcado pela mudança de paradigma na economia e nos processos produtivos, migrando de uma orientação a bens materiais para uma orientação a serviço. Ao mesmo tempo, os processos de automação da manufatura e integração de sistemas estão sofrendo alteração, onde modelos clássicos orientados a produto estão sendo substituídos por modelos sustentados por sistemas de informação (eventualmente cognitivos). A tese central deste trabalho é que a abordagem orientada a serviço deve ser baseada na engenharia de sistemas, com sistemas de informação atuando como elementos integradores automatizados do processo de co-criação dos serviços. Neste trabalho são analisadas propostas de formalização e fundamentação (teórica e prática) do processo de design de sistemas de serviço que sigam esta nova tendência, resultando em elementos integradores automatizados. É apresentado um framework, chamado SoftDiss, para especificação de sistema de informação de serviço, orientado a modelos, que provê recursos para os processos de eliciação, modelagem e análise de requisitos, baseado em métodos semi-formais (UML e SOMF) e formais (SysML e Petri Nets), visando antecipar a formalização da especificação e contemplar os diversos viewpoints. O uso do SoftDiss mostra que a utilização de melhores práticas, ferramentas comerciais e métodos formais, tendo como objetivo co-criação de valor, neste caso, entre desenvolvedores humanos e os sistemas incluídos no processo de design, viabilizam antecipar a formalização e contemplar os diversos viewpoints de requisitos. O SoftDiss é aplicado a três casos com estrutura distinta: o primeiro onde a base tecnológica é um sistema Smart Grid urbano, o segundo associado a projetos desenvolvidos em laboratórios de pesquisa e desenvolvimento, e o terceiro dedicado aos serviços associados à agricultura de precisão. A diversidade de tipos de serviço deste conjunto mostra a exibilidade do SoftDiss que é associado ao conceito de serviço e não ao tipo, função ou nicho de aplicação.
Título em inglês
Modeling and design of service systems for automation.
Palavras-chave em inglês
Engineering (Modeling; Design)
Information systems
Requirements engineering
Services (Systems; Automation)
Resumo em inglês
The beginning of this century was marked by a paradigm shift in the modeling and design of processes, which moved from goods-dominant to a service-dominant approach. At the same time, manufacturing automation and integration are evolving, opening the possibility for classical models, oriented to products has being replaced by service models, supported by information systems (eventually cognitive). The thesis of this work is that the service oriented approach should be based on systems engineering, with information systems acting to integrate and automate service co-creation. First of all some proposals are considered to formalize and fundament (from a theoretical and practical point of view) the design process of these new service systems and how they turn in key elements for integration and automation. In the following we introduce an framework called SoftDiss for specifying information systems service, model oriented, that provides resources to the processes of elicitation, requirements analysis and modeling, based on semi-formal (SOMF and UML) and formal (SysML and Petri Nets) methods which can anticipate the formal specification, while addressing different viewpoints. The use of SoftDiss shows that using best practices, business tools and formal methods to co-create value - in this case involving human developers and machine systems included in the design process, will lead to the anticipation and a formal representation to requirements viewpoints. SoftDiss is applied to three distinct case studies: the first where the basic technology from an urban Smart Grid, the second associated with projects developed in research laboratories and development, and the third dedicated to services associated with precision agriculture. The diversity of service types shows the flexibility of SoftDiss which is associated with the concept of service and not to the kind, function or application domain.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-07-17
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • DUTRA, D. S., OLIVEIRA, V. C., e SILVA, J. R. Manufacturing as Service: the challege of Intelligent Manufacturing. In IFAC - Intelligent Manufacturing Systems, São Paulo, 2013. Procc. of the IMS 2013., 2013. Dispon?vel em: http://www.ims2013.poli.usp.br.
  • OLIVEIRA, V. C., et al. Automação e Ciência de Serviços Aplicadas ao Smart Grid. In Congresso Brasileiro de Atuomática, Campina Grande, PB, 2012. Anais do CBA 2012., 2012.
  • OLIVEIRA, V. C., and SILVA, J. R. Process Oriented Design Service: Case Study of Automated Information Systems. In Congresso Brasileiro de Engenharia Mecânica, Natal, 2011. Proceedings of COBEM 2011., 2011. Available from: http://www.ufrn.br/cobem2011natal/programme.php.
  • SICCHAR, J., et al. Arquitetura IGCR para Gerenciamento de Consumo Residencial de Energia. In Congresso Brasileiro de Atuomática, Campina Grande, PB, 2012. Anais do CBA 2012., 2012.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.