• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.3.2020.tde-04032021-110133
Documento
Autor
Nombre completo
Ronney Rodrigues Agra
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Figueiredo, Antonio Domingues de (Presidente)
Rambo, Dimas Alan Strauss
Silva, Flávio de Andrade
Título en portugués
Influência da temperatura no comportamento do concreto com diferentes teores de fibras de aço.
Palabras clave en portugués
Concreto reforçado com fibras
Estruturas (Comportamento estrutural)
Fogo
Resistência pós fissuração
Temperaturas elevadas
Resumen en portugués
Medidas de proteção e combate ao incêndio de estruturas de concreto são foco de pesquisas em escala mundial. Sabe-se que a utilização de microfibras poliméricas promove redução no processo de lascamento explosivo do concreto e que sua combinação com fibras de aço promove efeitos benéficos em termos de resistência ao fogo. Entretanto, não há abordagem de normas, projetos e recomendações para o concreto reforçado com fibras (CRF) aplicado em estruturas quando sujeito a incêndio. Nesse contexto, o presente trabalho auxilia na parametrização do comportamento estrutural do CRF submetido a elevadas temperaturas, à medida que avalia a capacidade de reforço proporcionado pelas fibras de aço nestas condições. Neste estudo, o aquecimento do CRF foi realizado em forno elétrico e, também, por meio da exposição unifacial ao fogo. A avaliação do comportamento mecânico pós-fissuração das amostras submetidas a elevadas temperaturas e dosadas com teores distintos de fibras de aço (20, 35 e 70 kg/m³, o que corresponde, em volume, a 0,26%, 0,45% e 0,90%, respectivamente) foi realizada por meio dos ensaios DEWS (Double Edge Wedge Splitting) e de flexão de três pontos. Apesar da deterioração intensa da resistência à compressão do CRF, sua taxa de degradação ocorreu de forma distinta com a elevação da temperatura, em função do teor de fibras de aço empregado, de modo que amostras com baixos teores apresentaram reduções mais intensas em relação às amostras com teores elevados. A principal preocupação é quanto à resistência à tração, que é significativamente afetada em temperaturas acima de 300 ºC. No entanto, também foi constatado efeito positivo proporcionado pelo aumento do teor de fibras, de forma que diminuíram as taxas de degradação nessa propriedade. Além disso, foi constatada a influência direta do aumento do teor de fibras na capacidade resistente pós-fissuração do compósito. Com o aumento da temperatura, as fibras perderam sua capacidade de reforço e, assim, ocorreram reduções gradativas na capacidade resistente residual, de modo que após 600 °C, o CRF conservava apenas 20% e 30% da sua resistência à tração pós-fissuração associada ao estado limite de serviço (ELS) e estado limite último (ELU) respectivamente, independente do teor de fibras. Após exposição ao fogo, os valores de resistência à tração da matriz e resistência à tração pós-fissuração associados ao ELU tenderam aos resultados obtidos para a temperatura de 450°C, independente do teor de fibra empregado. Os resultados obtidos poderão ser utilizados para a elaboração de equações constitutivas e servem como dados de entrada em modelos numéricos de previsão de comportamento estrutural de elementos executados com CRF.
Título en inglés
Influence of temperature on the behavior of concrete with diferent fiber content.
Palabras clave en inglés
Elevated temperatures
Fire resistance
Post-crack tensile strength
Steel fiber reinforced concrete
Structural behavior
Resumen en inglés
Fire protection and firefighting measures for concrete structures are research topics in a worldwide scale. It is known that the use of micro-synthetic fibers reduces the occurrence of explosive spalling, and that its use with steel fibers promotes beneficial effects in terms of fire resistance. However, the current standards and recommendations do not provide an adequate approach regarding the use of fiber reinforced concrete (FRC) for structural applications under fire. In this context, the present work aids in the parameterization of the structural behavior of the FRC subjected to high temperatures, as it assesses the reinforcement capacity provided by steel fibers. The heating procedure was conducted using an electric oven, for target temperatures, and a vertical fire simulator that induced a single-surface fire exposure. The post-crack mechanical behavior of samples subjected to high temperatures and produced with different fiber contents (20, 35 and 70 kg / m³, which corresponds, in volume, to 0.26%, 0.45% and 0.90%, respectively) was performed using the DEWS (Double Edge Wedge Splitting) test and the classical three-point bending test. Despite the intense deterioration of the FRC compressive strength, the rate of degradation under temperature was reduced for higher contents of steel fibers. The main concern is related to the tensile properties, which are affected for temperatures above 300 ºC. However, the increase in fiber content mitigated the degradation rate in the tensile properties of the material. In addition, the influence of the fiber content on the post-crack behavior was characterized. As the temperature increased, the fibers lost their reinforcement capacity and a gradual reduction in the post-crack properties was verified, in which the FRC exposed to 600 °C retained only 20% and 30% of its post-cracking tensile strength at crack openings relative to service limit state (SLS) and ultimate limit state (ULS), respectively, regardless of the fiber content. After exposure to fire, the matrix tensile strength and the ULS post-crack tensile strength tended to the results obtained for the temperature of 450 ° C, regardless of the fiber content used. The results obtained may be used for the elaboration of constitutive equations and serve as input data in numerical models that aim to predict the structural behavior of FRC elements.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-03-10
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.