• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.3.2008.tde-30052008-155116
Documento
Autor
Nome completo
Ana Maria Nélo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Costa, Reinaldo Pacheco da (Presidente)
Brunstein, Israel
Riccio, Édson Luiz
Robles Júnior, Antônio
Rosa, Eurycibiades Barra
Título em português
Decisão de mix de produtos: comparando a teoria das restrições, o custeio baseado em atividades e o modelo geral com a utilização de custos discricionários.
Palavras-chave em português
Administração da produção
Custeio baseado em atividades
Custeio direto
Pesquisa operacional
Resumo em português
A determinação do mix de produtos deve considerar fatores internos e externos à empresa. Os externos referem-se principalmente aos preços de produtos, empresas competidoras, produtos substitutos, produtos complementares, canais de distribuição, fornecedores, clientes, localização industrial, impostos, taxas de juros dentre outros. Os fatores internos estão relacionados principalmente ao uso da capacidade industrial, à oferta (preços e quantidades) de matérias-primas, de recursos humanos, aos produtos conjuntos etc. Observe-se que os fatores externos causam impactos nos preços dos produtos finais e dos insumos, enquanto os internos influenciam principalmente o custo de produtos. Em suma, a determinação do mix de produtos influencia diretamente a competitividade empresarial. Na literatura especializada identificam-se vários métodos de custeio para medir adequadamente o custo do produto, tais como: custeio direto (variável); custeio por absorção, custeio pleno (full cost), e custeio por atividades (ABCActivity Based Costing). Estes métodos divergem em função da maneira com que são apropriados os fatores que compõem o custo dos produtos. A presente pesquisa mostra o mix de produtos, o uso da capacidade industrial e os métodos de custeios analisados conjuntamente por meio de programação matemática (programação Linear), com o objetivo de simular quantitativamente a eficiência de cada método. A tradução dos diferentes paradigmas em modelos matemáticos elimina a possibilidade dos autores refutarem métodos de custeio em função de suas tendências teóricas. Para demonstrar as limitações da Teoria das Restrições e do Modelo Geral de Kee e Schmidt foi realizada uma pesquisa bibliográfica que contempla as principais referências sobre os principais métodos de custeio e modelos de tomada de decisão aplicados à possibilidade dos autores refutarem métodos de custeio e modelos de tomada de decisão aplicados à seleção de mix de produtos. O modelo ABC revelou resultados mais consistentes para definição de mix de produtos quando da expansão ou redução de capacidade produtiva, ao se considerarem os custos discricionários.
Título em inglês
Product mix decision: comparing theory of constraints, activity based costing, general model and discretionary cost considered discretionary cost.
Palavras-chave em inglês
Activity based management
Discretionary costs
General model
Product mix decision
Theory of constraints
Resumo em inglês
The optimal product mix selection must consider internal and external factors of a manufacturing company. The external ones are mainly products prices, industry competition, substitute and complementary products, distribution channels, industrial location, and government taxes among others. The internal factors are related mainly to the use of the industrial capacity, to raw materials and human resources supply (prices and quantities), and to joint production. The external factors cause impacts in the prices of the input and final products, while the interns influence mainly the cost of products. In short, the determination of the product mix influences directly the company competitiveness. Our research has done a bibliographical research and a comparative analysis of three important frameworks to support the product-mix optimal decision: Activity based costing (ABC), Goldratt´s Theory of Constraints and the Kee & Schmidt General Model. In specialized literature some costing methods are identified to the properly measurement of products costs, such as: direct costing, burden costing, full costing, and activity based costing (ABC). These methods differ in the way that productive factors are distributed to the products costs. This thesis shows the product mix, the use of the industrial capacity and the costing methods analyzed jointly by means of mathematical programming, aiming to simulate each method performance. The translation of different frameworks in mathematical models eliminates the possibility to refute costing methods as function of author theoretical meanings. It is shown that the ABC surpasses the two other models for presenting the biggest profit and using less resources in the productive activities, when is considered discretionary costs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
NELO_A_M.doc (45.50 Kbytes)
Data de Publicação
2009-05-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.