• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.3.2012.tde-19072013-150815
Documento
Autor
Nome completo
Marisa Padovani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Marly Monteiro de (Presidente)
Echeveste, Marcia Elisa Soares
Paladini, Edson Pacheco
Prieto, Vanderli Correia
Sbragia, Roberto
Título em português
Impacto da gestão de portfólio de projetos no desempenho organizacional e de projetos.
Palavras-chave em português
Desempenho organizacional
Gestão de portfólio
Gestão de projetos
Resumo em português
O objetivo principal dessa tese é propor e validar um modelo matemático que relacione a gestão do portfólio de projetos e o desempenho organizacional. Tal modelo deve permitir que se avalie o impacto de decisões tomadas na gestão do portfólio de projetos nos resultados das organizações e dos projetos. Além disso, pretende-se avaliar o impacto do tipo de estratégia e do perfil dos stakeholders das organizações na relação entre a gestão do portfólio de projetos e o desempenho organizacional. Para alcançar os objetivos propostos, desenvolveu-se esta pesquisa adotando-se a abordagem metodológica caracterizada como descritiva do tipo hipotético dedutiva, em que são utilizados como procedimentos técnicos a pesquisa bibliográfica, com auxilio da técnica da bibliometria, e o levantamento do tipo survey. Para o tratamento dos dados, utilizam-se métodos estatísticos, em especial, a modelagem de equações estruturais. O universo estudado é o de organizações com unidades de negócios no Brasil, Américas e Europa, sendo o perfil dos respondentes composto por diretores; alta e média gerência funcional; gerentes e coordenadores de projetos e gerentes, coordenadores e membros de escritório de projetos. O tamanho total da amostra analisada é de 103 questionários válidos. O modelo matemático proposto é formado por onze variáveis latentes relacionadas com a gestão do portfólio de projetos e três relacionadas com o desempenho organizacional. Com base na literatura pesquisada, identificou-se como variáveis latentes que compõem a gestão do portfólio de projetos o conhecimento do contexto organizacional, a identificação de oportunidades, a definição dos critérios de decisão, a classificação dos projetos, a seleção, priorização, otimização e sequenciamento dos projetos, a avaliação do portfólio de projetos, o balanceamento dos projetos de acordo com critérios previamente definidos, a autorização para iniciar os projetos, a alocação de recursos, a formação e acompanhamento do portfólio de projetos e a existência de uma infraestrutura para a gestão do portfólio de projetos. Além disso, identificou-se na literatura pesquisada que desempenho organizacional é composto pelas variáveis latentes: eficiência do projeto, sucesso no negócio e preparação para o futuro. Parte-se da hipótese de que a gestão do portfólio de projetos tem impacto estatisticamente significante no desempenho organizacional. Esta hipótese foi testada e validada, sendo obtido como principal resultado da pesquisa, que existe uma relação forte entre a gestão do portfólio de projetos e o desempenho organizacional (R² = 38%, p-value = 0,000, t student = 9,7236). Além disso, foi possível verificar, entre outros resultados, que dispor de uma infraestrutura para a gestão do portfólio de projetos e saber identificar oportunidades de negócios, organizando uma lista única de projetos candidatos impactam o desempenho organizacional (p value = 0,0361 e p - value = 0,0612, respectivamente), especialmente no que se refere a sua preparação para o futuro (p value = 0,0171). Outro achado da pesquisa foi a verificação de que o conhecimento do contexto organizacional, a utilização de técnicas para a alocação de recursos e classificar os projetos em categorias distintas contribui para a eficiência dos projetos (p- value = 0,0358; p-value = 0,0102 e p value = 0,0391, respectivamente). No que se refere a influência do perfil dos stakeholders na relação entre a gestão do portfólio e o desempenho organizacional foi possível verificar para a amostra pesquisada que os tipos de stakeholder acionistas / investidores, diretores e gerentes de linha afetam o desempenho das organizações (p-value = 0,0054, p-value = 0,0591 e p-value = 0,001, respectivamente). Esses resultados, apesar de estarem limitados à amostra analisada, indicam que as organizações devem estruturar sua área de gestão de portfólio de projetos, visto que ela impacta fortemente no seu desempenho. Nesse sentido, dispor de uma infraestrutura para a gestão do portfólio, com equipe capacitada, infraesrutura de tecnologia da informação disponível e eficaz, escritório de projetos implantado e busca continua da maturidade na gestão de projetos são questões chave para o desempenho das organizações e, especialmente, para a sua preparação para o futuro. Como contribuições à teoria, esta pesquisa disponibilizou um modelo entre a gestão do portfólio de projetos e o desempenho organizacional validado para a amostra estudada e um instrumento de pesquisa validado nos idiomas português, espanhol e inglês que poderá ser reutilizado em pesquisas futuras.
Título em inglês
The project portfolio management impact in the organizational performance and in the individual projects.
Palavras-chave em inglês
Organizational performance
Portfolio management
Project management
Resumo em inglês
The main objective of this thesis is to propose and to validate a mathematical model that relates the project portfolio management and the organizational performance. Such model must allow that the impact of decisions made in the process of project portfolio management on the results of organizations and their projects could be evaluated. In addition, it is intended to assess the impact of the type of strategy and the stakeholders profile of the organizations on the relationship between the project portfolio management and organizational performance. To achieve the proposed objectives, this research was developed by adopting the methodological approach characterized as descriptive which type is hypothetical-deductive, being used as technical procedures the review of the literature, with the help of bibliometric analysis, and the type survey. The data are processed using statistical methods, particularly structural equation modeling. The universe under study is that of organizations with business units in Brazil, the Americas and Europe, and the profile of the respondents comprises directors, senior and middle functional managers, project coordinators or managers, and project office coordinators or members. The total sample size analyzed comprises 103 valid questionnaires. The proposed model consists of eleven latent variables related to project portfolio management and three to organizational performance. Based on the literature, it was identified as latent variables that compose the project portfolio management: knowledge of the organizational context; the identification of opportunities; defining the decision-making criteria; the classification of projects; the selection, prioritization, sequencing and optimization of projects; the evaluation of the project portfolio; project balancing according to previously defined criteria; the authorization to start the projects; the allocation of resources; the creation and monitoring of the projects portfolio and the existence of an infrastructure for the project portfolio management. In addition, it was identified in literature that organizational performance is comprised of the following latent variables: efficiency of the projects, business success and preparing for the future. It is assumed that the management of the portfolio of projects has no statistically significant impact on organizational performance. This hypothesis has been tested and validated. The main findings of the survey indicate that there is a strong relationship between project portfolio management and organizational performance (R²=38%, p=0.000, t=9.7236). In addition, it was possible to verify, among other results, that having an infrastructure for project portfolio management and learn to identify business opportunities, organizing a single list of candidate projects, impact organizational performance (p-value = 0.0361 and p-value = 0.0612, respectively), especially with regard to their preparation for the future (p-value = 0.0171). Another finding of the survey was that the knowledge of the organizational context, the use of techniques for resource allocation and classifying projects in distinct categories contributes to the efficiency of the projects (p-value = 0.0358; p-value = 0.0102 and p-value = 0.0391, respectively). As regards the influence of stakeholders on the relationship between portfolio management and organizational performance was possible to check for sample researched the types of stakeholder shareholders / investors, directors and line managers affect the performance of the organizations (p-value = 0.0054, p-value = 0.0591 and p-value = 0.001, respectively). These findings, although they are limited to the sample analyzed, indicate that organizations should structure their portfolio management area, since it strongly impacts their performance. In this regard, the presence of an infrastructure for portfolio management, with qualified staff, an available and effective information technology infrastructure, and a properly established project office, as well as the unceasing search for maturity in project management, are key issues for the organizations performance, and especially to prepare it for the future. As contributions to the theory, this research provides a model of the relationship between project portfolio management and organizational performance validated for the sample under study and a research instrument validated in Portuguese, Spanish and English, which can be reused in future research.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-07-29
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • PADOVANI, M., et al. LOOKING FOR THE RIGHT CRITERIA TO DEFINE THE PROJECTS PORTFOLIO: MULTIPLE CASES ANALYSIS. Product (IGDP), 2008, vol. 6, p. 127-134.
  • PADOVANI, M., MUSCAT, A. R., and Carvalho, Marly Monteiro de. Current project portfolio management practices: a case study. Product (IGDP), 2008, vol. 6, p. 1-10.
  • PADOVANI, M., MUSCAT, A. R., e CARVALHO, M. M. Ajuste e balanceamento do portfólio de projetos: o caso de uma empresa do setor químico [doi:10.1590/S0103-65132012005000064]. Produção (São Paulo. Impresso) [online], 2012, vol. 22, p. 651-695.
  • Padovani, Marisa, BIAZZI, M. R., and Carvalho, Marly Monteiro de. Linking project management to an EAM through workflow. Product (IGDP), 2007, vol. 5, p. 91-101.
  • Padovani, Marisa, Carvalho, Marly Monteiro de, and Muscat, Antonio Rafael Namur. Seleção e alocação de recursos em portfólio de projetos: estudo de caso no setor químico [doi:10.1590/S0104-530X2010000100013]. Gestão & Produção (UFSCAR. Impresso) [online], 2010, vol. 17, p. 157-180.
  • Padovani, Marisa, e Monteiro Carvalho, Marly. O IMPACTO DA GESTÃO DO CONHECIMENTO E RECURSOS NA GESTÃO [doi:10.5585/GeP.20102]. Revista de Gestão e Projetos [online], 2010, vol. 1, p. 04-25.
  • PADOVANI, M., and CARVALHO, Marly Monteiro de. Impact of Project Portfolio Management on Organizational Performance. In 20th EurOMA conference, Dublin, 2013. Operations Management: At the heart of Recovery.Dublin : UCD and TCD Schools of Business, 2013.
  • PADOVANI, M., BIAZZI, M. R., and CARVALHO, M. M. A brazilian model for project management using an enterprise asset management system integrated to a workflow. In EUROMA CONFERENCE 2006, 5.,, Glasgow, 2006. Proceedings....Glasgow : University of Strathclyde / Universties of Glasgow, 2006.
  • PADOVANI, M., CARVALHO, M. M., and MUSCAT, A. R. Critical gaps in portolio management implementation: a brazilian case study. In PORTLAND INTERNATIONAL CONFERENCE ON MANAGEMENT OF ENGINEERING AND TECNOLOGY, 6.,, Istambul. Proceedings....Portland : Portland University, 2006.
  • PADOVANI, M., CARVALHO, M. M., and MUSCAT, A. R. Portfolio management implementation in a chemistry brazilian company. In PRODUCTION AND OPERATIONS MANAGEMENT SOCIETY CONFERENCE, 17.,, Boston, 2006. Proceedings....Florida : POMS, 2006.
  • Padovani, Marisa, e Carvalho, Marly Monteiro de. Knowledge Management, Competences and Resources in Industrial Projects: a case study in a Brazilian Chemical Company. In IFKAD 2010 - International Forum on Knowledge Asset Dynamics, Matera, Italy, 2010. IFKD 2010.Matera, Italy : IFKAD, 2010.
  • Padovani, Marisa, e Carvalho, Marly Monteiro de. O impacto da Gestão do Conhecimento, Competências e Recursos na Gestão de Projetos de Capital. In ENEGEP 2010, São Carlos, 2010. ENEGEP 2010.Rio de Janeiro : ABEPRO, 2010.
  • ROZENFELD, H., et al. Gestão do Ciclo de Vida de produtos inovadores e sustentáveis. In Vanderli Fava de Oliveira, Vagner Cavenaghi, e Francisco Soares Másculo. Tópicos Emergentes e Desafios Metodológicos em Engenharia de Produção: Casos, Experiências e Proposições (Volume III). Organizador. Rio de Janeiro : ABEPRO, 2010{Volume}. cap. 3, p. 137-240.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3136/tde-19072013-150815/
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.