• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.3.2021.tde-17092021-103032
Documento
Autor
Nome completo
Daniel Maldaner
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Marx, Roberto (Presidente)
Muniz Junior, Jorge
Silva, Marcia Terra da
Título em português
Transformações na organização do trabalho em empresas que adotaram tecnologias compatíveis com a indústria 4.0.
Palavras-chave em português
Digitalização industrial
Indústria 4.0
Manufatura avançada
Organização do trabalho
Resumo em português
A digitalização industrial é ponto central na discussão mundial em torno da Indústria 4.0 e Manufatura Avançada. Embora, no Brasil, a discussão acadêmica esteja centrada mais fortemente nas tecnologias habilitadoras, os aspectos organizacionais são essenciais para sustentar os objetivos defendidos pela Indústria 4.0 e Smart Manufacturing. Nesse sentido, o presente trabalho se propôs a identificar as transformações da organização do trabalho na relação com implementação de tecnologias habilitadoras da Indústria 4.0. De maneira mais específica, compreender se os projetos de implementação tecnológica estão adotando uma abordagem sociotécnica. Diante disso, o escopo de estudo focou na operação e manutenção industrial, bem como na sua interface com as demais áreas de apoio, especialmente TI. Identificar quais práticas de organização do trabalho estão sendo adotadas para a integração funcional esteve como questão de suporte nesta pesquisa. Assim como, em uma investigação mais próxima ao chão de fábrica, observar se houve o aumento da responsabilidade e liberdade para a tomada de decisão pelos diferentes atores envolvidos na operação industrial. Para isso, foi adotada a metodologia de estudo de casos múltiplos, sendo realizado em três projetos. Os resultados demonstraram que a abordagem sociotécnica não é central nos projetos de adoção tecnológica dos casos estudados, sendo estes mais próximos da configuração de enriquecimento de cargos e do modelo Toyota de Produção. Como principais transformações da organização do trabalho, foram identificados ampliação da responsabilidade do operador pela ampliação das atividades desempenhadas ou pela substituição das mesmas por outras mais voltadas ao controle e monitoramento do sistema produtivo, vinculados a uma padronização dos resultados. Além disso, contatou-se o esforço organizacional para a internalização dos conhecimentos e competências atrelados ao desenvolvimento e implementação tecnológico com a criação de áreas especificas de automação industrial. Por fim, evidenciou-se a simplificação da operação frente o aumento da complexidade do sistema tecnológico, aumentando a participação direta da área de automação industrial no chão de fábrica, tanto na configuração dos sistemas tecnológicos quanto no tratamento das variâncias. Nesse sentido, não foi observado um aumento da liberdade e da participação da operação na tomada de decisão, mas sim dos atores vinculados à área de suporte, especialmente automação.
Título em inglês
Transformations in the work organization of companies that have adopted compatible technologies with the industry 4.0.
Palavras-chave em inglês
Advanced manufacturing
Industrial digitalization
Industry 4.0
Organization of work
Resumo em inglês
Industrial digitization is a central point in the global discussion surrounding Industry 4.0 and Advanced Manufacturing. However, in Brazil, the academic discussion is strongly focused on enabling technologies and organizational aspects, which are essential to the objectives defended by Industry 4.0 and Smart Manufacturing. This study aims to identify how transformation in the organization of work in relation to the implementation of enabling technologies in Industry 4.0. More specifically, understand if the implementation of technology projects adopts a sociotechnical approach. For this, this study focused on industrial operation and maintenance, and its interface with other support areas, especially information technology. Identifying which work organization practices are being adopted for functional integration was a goal in this research. An in-depth investigation allowed to observe if there has been an increase in responsibility and freedom for decision making by the different teams involved in the industrial operation. For this, a multiple case study methodology was adopted, being carried out as three individual projects. The results show that the socio-technical approach has not been the focus of the technological adoption projects, characterizing them closer to the configuration of load enrichment and the Toyota Production model. The main changes in the organization of work were identified as increasing the operator's responsibility for expanding activities performed or replacing them with others more focused on the control and monitoring of the production system, linked to a standardization of results. In addition, the organizational effort was made to internalize the knowledge and skills linked to technological development and implementation with the creation of specific areas of industrial automation. Finally, a simplification of the operations was observed with the increase in complexity of the technological system, increasing the direct participation of the industrial automation team on the factory floor, both in the configuration of technological systems, as well as in the treatment of variances. In this sense, the operations team has not experienced increase of freedom and participation in the decisionmaking process, but the support team only, especially related to automation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-09-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.