• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.3.2013.tde-14102014-151014
Documento
Autor
Nome completo
Ana Paula Pereira de Moraes Ress
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Moraes, Renato de Oliveira (Presidente)
Laurindo, Fernando José Barbin
Mattos, Cláudia Aparecida de
Título em português
Um estudo sobre a integração CMMI e desenvolvimento ágil.
Palavras-chave em português
CMMI
Desenvolvimento ágil
Modelo de maturidade
Processo de desenvolvimento de software
Resumo em português
É possível notar no trabalho diário das empresas que a pressão por diminuir o prazo de entrega dos softwares ainda é uma realidade. Neste contexto, empresas adotam técnicas de desenvolvimento ágil de software, implementando entregas constantes e estabelecendo ciclos iterativos e curtos no processo de desenvolvimento de software. Mas, se por um lado estas técnicas visam inovar e reduzir tempo de desenvolvimento, por outro, as empresas sentem-se pressionadas a adotar a forma tradicional de manter a qualidade de software. Neste ponto, o CMMI se apresenta como um modelo de maturidade de reconhecimento mundial e é classificado na abordagem tradicional por pregar grande formalismo e foco no processo. A abordagem ágil coloca que os indivíduos e suas interações têm maior importância que os processos e as ferramentas e que ser adaptável às mudanças é mais importante do que seguir a rigor o planejado. Ao integrar estes dois modelos de abordagens distintas espera-se que as práticas ágeis possam ajudar organizações maduras a se tornarem mais flexíveis. Com o intuito de averiguar esta integração, utilizou-se o método de pesquisa de estudo de caso, de modo a se aprofundar nas empresas que possuem certificação CMMI e decidiram adotar o modelo de desenvolvimento ágil. O objetivo é levantar como estas empresas resolveram os pontos de conflito da abordagem tradicional e ágil, de modo a se tornarem mais eficazes. O estudo ainda contém um quadro de integração CMMI versus desenvolvimento ágil de modo a elencar os pontos que merecem maior atenção e esforço de adaptação, visando a concretização da integração.
Título em inglês
A study on integration CMMI and agile development.
Palavras-chave em inglês
Agile development
CMMI
Maturity model
Software development process
Resumo em inglês
It's possible to notice in the daily work of companies that pressure by decreasing the delivery of software is still a reality. It is in this context that companies adopt the techniques of agile software development, implementing and establishing constant deliveries and short iterative cycles in the process of software development. But if on the one hand these techniques aim to innovate and reduce development time, on the other, companies feel pressured to adopt the traditional way of maintaining the quality of software. At this point, the CMMI is presented as maturity model worldwide recognition, classified in the traditional approach for preaching extensive formalism and focus on the process, as the agile approach puts individuals and their interactions is more important than processes and tools, where being adaptable changes is more important than following the strict what was planned. By integrating these two models of different approaches, it is expected that agile practices can help organizations mature to become more flexible. In order to investigate this integration is that this study uses the research method of case study so as to deepen the companies that have decided to adopt CMMI and agile development model. The goal is to raise as these companies solved the trouble spots of the traditional approach and agile in order to become more effective. The study also contain a framework for integrating CMMI vs. Agile development in order to list the points that deserve more attention and effort to adapt in order to achieve integration.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Ana_Paula_Ress.pdf (4.02 Mbytes)
Data de Publicação
2014-10-29
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • RESS, A. P. P. M., MORAES, R. O., e SALERNO, M. S. Test-Driven Development as an Innovation Value Chain. Journal of Technology Management & Innovation [online], 2013, vol. 8, p. 115-123. Dispon?vel em: http://www.jotmi.org/index.php/GT/article/view/1182.
  • RESS, A. P. P. M., MORAES, R. O., e NAKANO, D. N. O uso da gestão de conhecimento como fator de moderação do impacto da alta rotatividade da equipe de TI no desempenho dos projetos. In XXX ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, São Carlos, SP, 2010. Anais do XXX ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO., 2010. Dispon?vel em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2010_TN_STO_120_783_16859.pdf.
  • RESS, A. P. P. M., MORAES, R. O., e SALERNO, M. S. Test-Driven Development Visto Como Cadeia De Valor De Inovação. In ALTEC 2011 - XIV Congreso Latino-Iberoamericano de Gestión Tecnológica, Peru, 2011. Anais do XIV Congreso Latino-Iberoamericano de Gestión Tecnológica., 2011.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.