• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.27.2020.tde-13042021-151147
Documento
Autor
Nombre completo
Ágatha Eugenio Franco de Camargo Paraventi
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Farias, Luiz Alberto Beserra de (Presidente)
Andreucci, Ana Claudia Pompeu Torezan
Lopes, Valéria de Siqueira Castro
Marques, Angela Cristina Salgueiro
Oliveira, Paulo Roberto Nassar de
Título en portugués
Relações públicas, ética e relações de poder: um estudo Grounded Theory sobre danos e limites morais
Palabras clave en portugués
danos
ética
relações de poder
relações públicas
responsabilidade moral
Resumen en portugués
Esta tese objetiva contribuir para a reflexão sobre a responsabilidade moral em relações públicas. Partiu-se do pressuposto da construção dos códigos morais sociais, nos quais a consciência dos danos de decisões tomadas gera julgamentos sociais que podem determinar o que é considerado aceitável ou vergonhoso para um grupo. Investigaram-se os dilemas e os danos em relações públicas, a partir da perspectiva dos praticantes que atuam em agências, em organizações privadas, públicas ou não governamentais, e da perspectiva de públicos impactados pela atividade: jornalistas, ativistas, poder público, líderes comunitários e moradores de comunidades do entorno de operações organizacionais. A metodologia de pesquisa fundamentada nos dados (grounded theory) foi utilizada pela oportunidade de imersão em um contexto empírico para a compreensão de fenômenos, processos e significados. Entendeu-se que a ida ao campo para testar hipóteses pré-definidas em revisões bibliográficas traria o risco de desconsideração de aspectos relevantes para os participantes. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Ciências, Artes e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH/USP), e a amostragem teórica contou com 28 participantes. A investigação empírica no ano de 2019 foi influenciada pelo contexto de crise na imprensa; pela transformação na dinâmica da esfera pública, do consumo de informação e de discussão social; e pelo rompimento da barragem de minério de Córrego do Feijão, em Brumadinho, no dia 25 de janeiro de 2019. A teoria emersa resultou em oito categorias teóricas e uma core category. Empiricamente, observaram-se a dualidade entre a concepção da atividade e a prática profissional; as tomadas de decisão profissionais conflitadas com o dever com o representado acima da responsabilidade profissional; o contexto nacional marcado por assimetrias econômicas e culturais, que potencializam a incidência de danos; submissão e uso tático das relações de poder para manutenção de posições; crise na imprensa e mercantilização de influência que alteram a configuração do espaço de debate público e comprometem a democracia; que há o desafio de descrição de danos por parte dos praticantes e facilidade pelos públicos impactados; que os praticantes entendem dever criar percepção positiva e consideram a omissão um direito de seleção estratégica; e que os processos de discussão pública desenvolvidos excluem participação e impedem resultados construtivos. A core category, sobre relações de poder, descreve o desafio de responsabilidade moral pela sujeição dos praticantes e pela responsabilidade profissional em legitimar seus representados. A discussão da teoria emersa com a revisão bibliográfica que colaborou com sua compreensão envolveu: as abordagens em relações públicas; os critérios e processos de tomada de decisão e transgressões; a análise comparativa de nove códigos de ética profissionais com os dilemas dos praticantes; e a reflexão das relações de poder com sua influência na geração de danos. Esta tese propõe uma delimitação da responsabilidade por danos em relações públicas e um princípio de responsabilidade moral em um contexto marcado pela dualidade entre interesse público e interesses de representados, e pelas relações de poder a que os diversos atores estão submetidos. Sugere-se o desenvolvimento de um modelo de mapeamento de relações de poder como pressuposto moral e estratégico na atividade de relações públicas.
Título en inglés
-
Palabras clave en inglés
damage
ethic
moral responsibility
power relations
public relations
Resumen en inglés
This dissertation reflects on moral responsibility in public relations. It was based on the assumption of the construction of social moral codes, in which awareness of the damage caused by decisions generates social judgments that can determine what is considered acceptable or shameful for a group. Dilemmas and damage in public relations were investigated from the perspective of practitioners who work in agencies, in private, public or nongovernmental organizations, and from the perspective of audiences impacted by this activity: journalists, activists, public authorities, community leaders and residents of communities surrounding organizational operations. Grounded theory was used due to its the capability of immersion in an empirical context to understand phenomena, processes and meanings. Going to the field to test predefined hypotheses in bibliographic reviews was assumed to bring the risk of disregarding relevant aspects for the participants. The research was approved by the Research Ethics Committee of the School of Sciences, Arts and Humanities of the University of São Paulo (EACH/USP), and the sample included 28 participants. Empirical research in 2019 was influenced by the crisis of the press, the changing dynamics of the public sphere, the consumption of information and social discussion, and the rupture of the Córrego do Feijão ore dam in Brumadinho of January 25, 2019. This emerging theory resulted in eight theoretical categories and one core category. Empirically, there was a duality between the conception of the activity and professional practice; professional decision-making conflicting with duty with the representation being above professional responsibility; the Brazilian context marked by economic and cultural asymmetries, which increase the incidence of damage; submission and tactical use of power relations to maintain positions; crisis in the press and commercialization of influence that alter the configuration of the space for public debate and compromise democracy; the challenge of describing damage on the part of practitioners and ease by the impacted audiences; the understanding of practitioners that they must create positive perception and consider omission a right of strategic selection; and that public the discussion processes developed exclude participation and prevent constructive results. The core category on power relations describes the challenge of moral responsibility for subjecting practitioners and professional responsibility to legitimize what is represented. Analysis of the emerging theory using the bibliographic review involved: approaches in public relations; criteria and processes of decision-making and transgressions; comparative analysis of nine professional codes of ethics with practitioners' dilemmas; and reflection over power relations and their influence in causing damage. This paper aims to determine the liability for damages in public relations and proposes a principle of moral responsibility amidst a scenario marked by the duality between public interest and interests of represented people, as well as by the power relations to which these various actors are subjected. The creation of a model for mapping power relations as a moral and strategic assumption in public relations activity is suggested.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-04-13
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.