• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.27.2021.tde-18042022-154406
Documento
Autor
Nome completo
Lucas Francisco Delfino Garcia da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Machado, Regina Stela Barcelos (Presidente)
Oliveira, Maria do Céu Diel de
Souza, Sandra Carezzato de
Título em português
Desenho e imaginação na criança: uma aproximação arte/educativa
Palavras-chave em português
Arte-educação
Desenho
Imaginação infantil
Imaginário
Resumo em português
Este trabalho é uma investigação sobre os vínculos entre o desenho, a imaginação e o imaginário de crianças e adolescentes, escrito do ponto de vista de um artista desenhista em sua trajetória de iniciação à docência do conteúdo Arte na escola pública municipal paulistana. Durante a pesquisa, o artista/educador estabelece um diálogo com a obra Imaginário e Pedagogia (1992) do autor francês Bruno Duborgel, dedicando-se à verificação das hipóteses trazidas por este autor sobre os riscos de abandono, colonização e subalternização da imaginação e do imaginário, impostas à criança pela escola, sob os ideais positivistas de progresso racional, técnico e científico que regem estas instituições. Ao ter reunido de forma remota, em meio à pandemia do coronavírus, um grupo de quinze crianças de 11 a 14 anos, estudantes do ensino fundamental da escola EMEF Prof. Queiroz Filho em uma iniciativa nomeada Grupo de Estudos Desenho Percepção & Imaginação, o artista/educador constituiu um acervo de desenhos feitos por elas sob os estímulos Árvore, Ar/Céu, Terra, Fogo, Água e Desenho Livre. Esta produção gráfica infantojuvenil fornece os dados de análise que sustentam esta dissertação, por meio da qual o artista/educador prospectou traços da consciência imaginante sobre a qual escreveu Duborgel em sua obra. Ao final do trabalho, o pesquisador também detalha a metodologia adotada por ele na condução de uma oficina ministrada em 2019 às crianças do Ateliê Nossa Casa da ECA/USP, esboçando, a partir do relato daquele percurso, possíveis valores favoráveis à imaginação e ao imaginário em experiências de aprendizagem com o desenho. Assim, esta investigação averiguou quais são as possíveis contribuições que experiências com o aprendizado artístico do desenho oferecem para a constituição de uma pedagogia do imaginário.
Título em inglês
-
Palavras-chave em inglês
Art education
childhood imagination
Drawing
Imaginary
Resumo em inglês
This study is an investigation about the bond between drawing, imagination and the imaginary of children and adolescents, and it was written from the point of view of a drawing artist in his initiation to Art teaching at a municipal public school in São Paulo. During the research, the artist/educator establishes a dialog with Bruno Duborgels work Imaginary and Pedagogy (1992) and verifies the hypotheses brought by such author on the risks of abandonment, colonization and subordination of the imagination and of the imaginary, imposed by the school to the child, under the positivist ideals of a rational, technical and scientific progress that govern those institutions. Through remote meetings due to the COVID-19 pandemic, the artist/educator involved a group of 11 children from 11 to 14 years old of Municipal School Prof. Queiroz Filho in an initiative named Study Group on Drawing, Perception and Imagination. By doing so, the artist/educator constituted a collection of drawings made by the children under the motivations Tree, Air/Sky, Earth, Fire, Water and Free Drawing. The juvenile graphic production provides analysis data that support the present thesis, through which the artist/educator surveyed characteristics of the imaginative consciousness about which Duborgel wrote. At the end of this work, the researcher also details the methodology adopted in the workshop given in 2019 to the children of Ateliê Nossa Casa, of ECA/USP, drafting possible values that favor the imagination and the imaginary in the learning experience with drawing from the report on that course. Thus, this investigation verified the possible contributions from artistic drawing learning to the constitution of a pedagogy of the imaginary.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-04-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.