• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Ariane de Souza Stolfi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Iazzetta, Fernando Henrique de Oliveira (Presidente)
Arango, Julian Jaramillo
Beiguelman, Giselle
Obici, Giuliano Lamberti
Puig, Daniel Fils
Título em português
Música em Rede: experimentos em interação musical
Palavras-chave em português
Interfaces para Produção Musical
Música Experimental
Música Interativa
Música Ubíqua
WebAudio
Resumo em português
Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa prática de investigação das potencialidades de aplicação de tecnologias web -- como HTML, JavaScript e CSS -- para o desenvolvimento de novas interfaces para produção de música experimental. Partindo do fato de que essas tecnologias permitiriam o desenvolvimento de aplicativos online acessíveis pela maioria dos computadores e dispositivos móveis, pela internet, sem a necessidade de instalação de software adicional. Desenvolvemos aqui algumas ferramentas que pudessem servir de suporte para nossa própria prática artística e profissional, principalmente no campo da improvisação livre, e que não dependessem também de um domínio de técnicas de gesto musical. Parto aqui de uma breve introdução onde apresento a problemática deste trabalho. Em seguida, apresento uma síntese do meu percurso de pesquisa do campo do design para a música. No segundo capítulo apresento algumas referências importantes para essa pesquisa no campo das interfaces para produção musical e no terceiro capítulo os resultados obtidos durante a pesquisa prática, especialmente os projetos "Banda Aberta" e "Playsound.space". Banda Aberta, uma plataforma para diálogos coletivos, é um projeto de performance participativa, onde o público pode usar o celular como forma de interação para criar música, através de uma plataforma online de chat que transforma mensagens de texto em informação sonora. A ideia era a de criar uma web ágora, onde os participantes têm liberdade de fala ao mesmo tempo que participam de uma prática de experimentação musical. Para tanto, utilizamos procedimentos de tradução intersemiótica para mapear as letras em sons. Apresentamos o projeto em uma série de eventos no Brasil e no exterior. Posteriormente, analisamos as mensagens enviadas pelos participantes para avaliar o uso da ferramenta durante algumas das sessões realizadas. Playsound.space, é uma plataforma online para prática de improvisação musical livre baseada no acervo de sons em Creative Commons Freesound.org. Funciona como um tocador de música concreta, que permite busca, loop e processamento de objetos sonoros em tempo real a partir do navegador, através de buscas semânticas textuais assessoradas por espectrogramas. Avaliamos o seu uso como ferramenta através de testes com usuários e em aplicações práticas em performances e eventos, em apresentações solo ou em grupo e contextos pedagógicos. Os processos de análise envolveram métodos quantitativos e qualitativos, que incluíram análises temáticas, estatísticas e aplicações práticas. Por fim, apresentamos algumas conclusões que tiramos deste processo e possíveis desdobramentos para pesquisas futuras nesse campo.
Título em inglês
-
Palavras-chave em inglês
-
Resumo em inglês
This work brings the results of a practice based research investigating the potentials of applying web technologies -- such as HTML, JavaScript and CSS--on developing of new interfaces for experimental music production, starting from the fact that these technologies would allow the development of online applications accessible by most of personal computers and mobile devices without the necessity of any extra software installation. We sought to develop tools that would give support for our own artistic practice and wouldn't depend also on the mastery of musical gesture techniques. Starting from a brief introduction where I present the problematic of this work, I then present a synthesis of my research course from the design to the music field. In the second chapter, some important references on the research field of interfaces for musical production are presented and in the third the results obtained during the practical research, especially the projects "Open Band" and "Playsound.space". "Open Band", a platform for collective sound dialogues, is a participatory performance project, where the public can use the cellphone as a form of interaction to create music, trough an online chat platform that transforms text messages into sound information. The idea was to create a "web agora", where the participants had freedom of speech while joining a practice of musical experiment. For that, we used procedures of intersemiotic translation to map letters into sound. We presented the project in series of events in Brazil and in Europe. After that, we analyze messages sent by the participants to evaluate the use of the tool on some of the performances made. Playsound.space is an online platform for free music improvisation based on Freesound.org Creative Commons content. I works as a concrete music player, which allow to search, loop and process sound objects in real time from the browser, with semantic text searches supported by spectrograms. We evaluated the use of the tool trough user tests and practical applications in performance and events, in solo and group presentations and also in pedagogical contexts. The analysis processes involved quantitative and qualitative methods, which included thematic analysis, statistics and practical applications. Finally, we present some conclusions drawn from this process and possible developments for future research in this field.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.