• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2011.tde-14122011-225717
Documento
Autor
Nome completo
Noara de Oliveira Paoliello
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Lucas, Monica Isabel (Presidente)
Carpena, Lucia Becker
Monteiro, Eduardo Henrique Soares
Título em português
Os Concertouvertures de Georg Philipp Telemann: um estudo dos gostos reunidos segundo as preceptivas setecentistas de estilo e gosto
Palavras-chave em português
Concertouverture
Estilo
Estilo galante
Gosto
gosto nacional
Gostos reunidos
Imitação
Telemann
Resumo em português
A presente pesquisa se concentra na recuperação da acepção setecentista dos conceitos de estilo e de gosto na música. Com base em fontes originais do séc. XVIII, mostra como a idéia de gosto veio a se associar à de estilo no decorrer do século XVIII, passando a constituir a base de termos como gostos reunidos e estilo galante, comumente relacionados à música de Georg Philipp Telemann (1681-1767). Este estudo aborda os estilos e gostos adotados por Telemann a partir de uma perspectiva histórica e, para tanto, utiliza as retóricas clássicas, nas quais se apoiaram os autores setecentistas; os tratados sobre gosto dos séc. XVII e XVIII; as poéticas musicais setecentistas; e as autobiografias de Telemann (de 1718 e 1740). Deste modo, propomos o estudo de ambos os conceitos não apenas a partir de sua perspectiva técnica ou nacional, mas recuperando sua função dentro do contexto da elocutio retórica, envolvendo a idéia de decoro. Nas fontes setecentistas, o uso destes termos se relaciona com os sistemas de adequação entre as diferentes maneiras de escrita em relação à ocasião e ao gosto nacional, ambos regulados pelo decoro. Desta forma, estes conceitos constituem aspectos de uma concepção musical única, que pode ser melhor compreendida a partir da perspectiva dupla do gosto e do estilo. No séc. XVIII, o gosto regulava as maneiras de compor, formando estilos próprios de um determinado grupo, país, ou auctoritas. Os dois principais parâmetros de gosto normativos do período são a música francesa e a italiana. Deste modo, a partir da imitação e do estudo dos modelos estrangeiros formou-se a prática denominada gostos reunidos - mencionada nos escritos setecentistas alemães como gemischten Goût, vermischter Geschmack e Gosto Alemão. Deste processo de imitação, onde tomar algo como modelo não se refere a uma cópia do discurso, mas sim à aprendizagem e exercitação de como tratar tecnicamente um material de origens diversas a fim de gerar algo novo, surge um novo gênero, denominado por Telemann e seus contemporâneos como Concert en Ouverture, ou Concertouverture.
Título em inglês
The Concertouvertures of Georg Philipp Telemann: a review of the Mixed Tastes according to the seventeenth-century sense of Style and Taste.
Palavras-chave em inglês
Concertouverture imitation
Gallant style
Mixed taste
National taste
Style
Taste
Telemann
Resumo em inglês
This research is focused on recovering the seventeenth-century sense of the concepts style and taste in music. Based on original works from the eighteenth century, presents the process of association between the ideas of taste and style during the eighteenth century, becoming the basis of terms as mixed tastes and gallant style, often used on descriptions of Georg Philipp Telemann (1681-1767) music. This study analyses the styles and tastes used by Telemann from a historical approach, using the classical rethoric in which the seventeenth-century authors based their writings; treatises about taste from the seventeenth and eighteenth century period; musical poetics from the seventeenth century and Telemann´s autobiographies (from 1718 an 1740). This work proposed the study of both concepts not only from the technical or national perspectives, but recovering its place on the rhetoric context of elocutio tied to the notion of decorum. The use of the previous terms in the works from the seventeenth century relates them to the suitability between different ways of composition for each circumstance and national taste, both ruled by decorum. Hence, these concepts are part of an unique musical notion, that can be better understood from the parallel perspectives of taste and style. In eighteenth century, taste ruled composition forms, generating peculiar styles from certain groups, countries and auctoritas. The two main normative parameters of taste in the period were French and Italian music. Thus, from the study and imitation of foreign styles, the practice known as mixed tastes was shaped - it was mentioned in the seventeenth-century German writings as gemischten Goût, vermischter Geschmack and German taste. From this imitation process, where following something as example was not understood as copying the content, but learning and practising the process of working on materials from various sources with the purpose of building something new, a new genre arises. It's called by Telemann and his contemporaries Concert en Ouverture, or Concertouverture.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-02-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.