• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2017.tde-15022017-164415
Documento
Autor
Nome completo
Maria Isabel Setti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Martins, José Batista Dal Farra (Presidente)
Carvalho, José Sergio Fonseca de
Telesi, Silvia Fernandes da Silva
Título em português
A fala em fuga
Palavras-chave em português
-
Resumo em português
A palavra permanentemente em fuga tem sido minha experiência tanto no esforço de construção de uma linguagem capaz de tecer vínculos e alguma transitividade entre as pessoas que constituem o meu mundo, como no exercício da professora que tenho sido. Esta professora que deseja deixar esvanecer-se o sentido dos conceitos de "professor de interpretação" e de "professor de voz", substituindo-os pelo ato de compartilhamento no movimento cíclico de fazer perguntas, construir caminhos de investigação, trilhá-los, duvidar dos pontos de chegada e desconstruí-los a partir dos novos questionamentos que necessariamente a vida e sua manifestação no teatro elaboram. Tanto a atuação, em seu caráter de ato público, como os fugazes encontros com a voz própria e plena, parecem-me depender da disposição do sujeito que fala em localizar na própria história seus impedimentos e sua força, seja para habitar integralmente aquilo que sua fala quer conter, seja para fazer-se ouvir no mar de ruídos em que estamos submersos. Estas reflexões se organizam a partir de uma leitura de meu próprio corpo, flagrado em abandono à experiência de perceber e compreender o entrelaçamento da memória de fatos e atos ao corpo que vai definindo sua forma e presença ao fazer os percursos que escolhe fazer. E objetivam dar a conhecer algumas camadas do pensamento que guia meu cotidiano de trabalho na lida com a impermanência e precariedade de nossas palavras. Este trabalho que é repetidamente provocado pelo paradoxo entre a necessidade de preparação das vozes dos atores e o cada vez mais forte anseio do teatro contemporâneo por uma ação e uma presença guiadas mais pelas respostas instintivas aos estímulos do que pela elaboração consciente e minuciosa das cenas que se queiram fixar.
Título em inglês
-
Palavras-chave em inglês
-
Resumo em inglês
The ever escaping word has been my experience as much in the effort of building a language able of weaving bonds and some transitivity between the people that constitute my world, as in the exercise of the teacher that I have been. A teacher who is wishful of letting the meaning of the concepts of "Acting Teacher" and "Voice Teacher" fade away, replacing them by the act of sharing in the cyclic movement of asking questions, constructing investigation ways, traveling through them, doubting their destinations and deconstructing them as of new inquiries that life and its manifestation in theatre necessarily elaborate. Acting, in its public aspect, as much as the fleeting encounters with its own and full voice, seem to depend on the disposition of the individual in finding in their own history their obstacles and their strenght, be it as a way to integrally inhabit that of which of your word wants to hold, be it to make it heard in the sea of noises where we are submersed. These reflections are organized from a reading of my own body, caught in abandonment to the experience of noticing and understanding the memory web of facts and acts to the body that gains definition as it takes the roads it chooses to take. And they aim to give some thinking layers that guide my everyday work in the dealing with the impermanence and precariousness of our words. This work that is repeatedly challenged by the paradox between the need to prepare the voices of the actors and the contemporary theatre's increasingly strong desire for an action and a presence guided more by instincts than by the conscious and detailed preparation and repetition of the scenes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MariaIsabelSettiVC.pdf (939.30 Kbytes)
Data de Publicação
2017-02-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.