• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2017.tde-17032017-154338
Documento
Autor
Nome completo
Rafael do Nascimento Grohmann
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Paulino, Roseli Aparecida Figaro (Presidente)
Antunes, Ricardo Luiz Coltro
Baccega, Maria Aparecida
Lopes, Maria Immacolata Vassallo de
Ronsini, Veneza Veloso Mayora
Título em português
As classes sociais na comunicação: sentidos teóricos do conceito
Palavras-chave em português
Classes Sociais
Comunicação
Epistemologia
Marxismo
Teoria da Comunicação
Resumo em português
O objetivo desta tese é compreender o lugar e a relevância do conceito de classe social no campo da comunicação e quais sentidos teóricos o conceito apresenta na área. Como ponto de partida, apresentamos mapeamento e análise de teses, dissertações e artigos de congressos (Compós, Comunicon e Intercom) entre os anos de 2010 e 2014. Em geral, podemos observar fragilidades teórico-metodológicas com relação aos conceitos de classes e comunicação, ocorrendo muitas vezes uma naturalização do conceito de classe. Além disso, em alguns casos, não há relação mais explícita com a perspectiva comunicacional ou vigilância epistemológica entre instâncias e fases da pesquisa. Em alguma medida, salvo exceções, os sentidos teóricos das classes são banalizados ou pouco aprofundados, não considerando questões de lutas e conflitos, com as desigualdades sendo transformadas em meras diferenças. Então, partindo de uma perspectiva marxista, discutimos implicações teórico-metodológicas das teorias de classes, em suas diferentes abordagens e procuramos traçar uma trajetória do conceito de classes nos estudos de comunicação. A partir dos sentidos do conceito no corpus, esboçamos três eixos teóricos, a saber: a) estudos de recepção; b) eixo discursivo; c) eixo da produção, de modo a englobar a complexidade dos processos comunicacionais. Propomos, então, pensar em midiatização, mediação e circulação das classes (e suas lutas), sendo a circulação a categoria mais ampla, envolvendo a circulação comunicacional e do próprio capital. A partir dessas categorias, podemos compreender as lutas de classes nas relações de comunicação.
Título em inglês
Social classes in communication: theoretical meanings of the concept.
Palavras-chave em inglês
Communication
Communication Theory
Epistemology
Marxism
Social Classes
Resumo em inglês
The aim of this thesis is to understand the place and the relevance of the concept of social class in communication research and which theoretical senses the concept presents in the studies. As starting point, we present an analysis of PhD and Master thesis, and conference papers of Compós, Comunicon and Intercom between 2010 and 2014. In general, we can observe theoretical and methodological weakness in classes and communication concepts. Moreover, in some cases, there is no explicit relationship with communicational perspective or an epistemological reflexivity between research instances and phases. To some extent, with some exceptions, theoretical meanings of concept are trivialized and not considering issues of struggles and conflicts, with inequalities transformed into mere differences. Then, from a Marxist approach, we discuss theoretical and methodological implications of class theories, in their different approaches and try to draw a way of the concept of classes in communication studies. From the meanings of concept, then, we outlined three theoretical areas: a) reception studies; b) discoursive axis; c) production axis, in order to encompass the complexity of communication processes. We propose, then, to think of mediatization, mediation and circulation of classes (and struggles of classes), with circulation as broadest category, involving communicational and capital circulation. From these categorias, we can understand class struggles in communicational relations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.