• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2012.tde-17042013-111942
Documento
Autor
Nome completo
Joana Soares Braga
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Crippa, Giulia (Presidente)
Oliveira, Lucia Maciel Barbosa de
Vasconcellos, Camilo de Mello
Título em português
A mediação em museus de Ciências da Universidade de São Paulo: a experiência no Museu de Anatomia Veterinária Dr. Plínio Pinto e Silva e na Estação Ciência
Palavras-chave em português
Apropriação da informação
Divulgação científica
Educação não formal
Mediação
Museus de ciências
Resumo em português
Os museus de ciências são reconhecidos por seu caráter educativo e por sua contribuição ao desenvolvimento sociocultural da sociedade por meio da divulgação científica. No ambiente universitário, os museus assumem atividades de extensão. Nessas atividades, eles se responsabilizam por compartilhar o ensino e a pesquisa com a comunidade. Nesse contexto, esta dissertação aborda a noção da mediação como elemento essencial para a experiência do visitante no museu. A mediação é diretamente responsável pela apropriação da informação que pode ocorrer nesses espaços. É a partir dela que o visitante estabelece conexões e reflexões que estimulam o desenvolvimento de seu pensamento crítico. Na Universidade de São Paulo foram selecionados dois museus de Ciências - o Museu de Anatomia Veterinária Dr. Plínio Pinto e Silva e a Estação Ciência - para que fossem observadas as mediações neles existentes, distinguidas entre mediação humana e mediação por dispositivos não humanos. Foram aplicados questionários junto ao público visitante, majoritariamente composto de estudantes. Também foram entrevistados professores e profissionais dos museus. Constatou-se que a mediação é um conceito de entendimento variado para os profissionais e que se molda na prática das visitas. Ela está presente nos museus através do mediador humano e também de dispositivos não humanos, com destaque para aqueles concebidos para estimular a interatividade do museu. Além disso, foram observados o papel da visita sob o olhar do professor e a necessidade de que ele assuma um papel ativo nessa atividade. Diante das propostas das instituições escolhidas, constatou-se uma busca pelo equilíbrio da mediação, isto é, o uso das duas formas de maneira a propiciar ao visitante as condições para a apropriação da informação e sociabilidade.
Título em inglês
Mediation in the science museums of the University of São Paulo: the experiences of Museu de Anatomia Veterinária Dr. Plinio Pinto e Silva and Estação Ciência
Palavras-chave em inglês
Appropriation of information
Mediation
Museums of science
Non-formal education
Science communication
Resumo em inglês
Science museums are recognized for their educational character and their contribution to the socio-cultural development of society through the dissemination of science. In the university environment museums assume extension activities. In these activities they share responsibility of teaching and research with the community. In this context, this dissertation discusses the notion of mediation as a key element to the visitor experience at the museum. Mediation is directly responsible for the appropriation of information that can occur in these spaces. It is from mediation that visitor establishes connections and reflections that stimulate the development of critical thinking. At the University of São Paulo two science museums were selected - the Museu de Anatomia Veterinária Dr. Plinio Pinto e Silva and the Estação Ciência - so that the mediations were observed therein, distinguished between human mediation and mediation devices non-humans. Questionnaires were applied to the visiting public, composed mostly of students. Teachers and museum professionals were also interviewed. It was found that the mediation is a concept view varied to professionals and shapes itself in practice of the visits. It is present in museums through the human mediator and also through non-human devices, especially those designed to stimulate the interactivity of the museum. Furthermore, we observed the role of the visit under the gaze of the teacher and the need for him to take an active role in this activity. Given the proposals of the institutions chosen it was found a search for the balance of mediation; in other words, the use of two forms in order to provide the visitor the conditions for the appropriation of information and sociability.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.