• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2009.tde-23112009-121752
Documento
Autor
Nome completo
Caio Luiz Cibella de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Lage, Beatriz Helena Gelas (Presidente)
Beni, Mario Carlos
Luque, Carlos Antonio
Rejowski, Mirian
Zago, Livia Maria Armentano Koenigstein
Título em português
Políticas públicas no turismo brasileiro - A cidade de São Paulo e a construção de sua identidade turística
Palavras-chave em português
Cidade de São Paulo
Estratégias de desenvolvimento
Estratégias e Desenvolvimento
Imagem
Pesquisas exploratórias
Políticas públicas
Turismo
Resumo em português
Resumo Objetivando destacar a importância estratégica das políticas públicas do turismo para o desenvolvimento da cidade de São Paulo, esta tese investiga as principais ações implementadas pela São Paulo Turismo S/A, o órgão gestor municipal de turismo da cidade de São Paulo, especialmente de 2005 a 2008 e faz remissão às políticas públicas desenvolvidas no Brasil desde 1966 até os nossos dias. Visa demonstrar sua evolução histórica, tal como a marca do tempo do turismo brasileiro, com destaques da gestão na adoção de instrumentais formadores da imagem do turismo, entre eles, infraestrutura turística, capacitação profissional, cadeia produtiva, agenda cultural e eventos, parcerias e produtos segmentados, inovações tecnológicas, marketing e promoção, pesquisas e outros indicadores decisórios. Considerando a grandeza do objeto estudado e a escassez de informações sobre o tema, metodologicamente foram analisados os principais planos estratégicos e pesquisas científicas existentes sobre a percepção do turismo na cidade e em momentos diferenciados. Com base nos dados comparados, estes resultados mostram a capital como um destino turístico atraente por suas opções de negócios e eventos, mas também revelam um nítido desenvolvimento em sua essência criativa pelo lazer, com avaliações crescentes de sua oferta, especialmente de atrativos culturais, gastronomia e compras. Aliada a uma caracterização de segmentos da sua demanda, a imagem do turismo na cidade ainda é multifacetada, diversificada, caracterizada por palavras e cores distintas, de forma geral criticada por aspectos abrangentes de acessibilidade, limpeza e segurança. Especificamente com a adoção profissional de um planejamento estratégico em parceria com o São Paulo Convention & Visitors Bureau (SP&CVB) e, a partir de 2005, uma continuidade da governança pública da São Paulo Turismo (SPTuris), revela grande força nas políticas adotadas, maior passando a ser a percepção do turismo na cidade de São Paulo sob a ótica de seus visitantes e moradores. Com base em um diagnóstico do turismo na cidade, essa constatação é também confirmada por resultados de pesquisas aplicadas em três megaeventos de lazer implementados pelas políticas públicas de turismo, evidenciando estatisticamente que, apesar dos problemas típicos da urbanização grandiosa, é muito boa a percepção do turismo paulistano. Mesmo contando com baixíssimos investimentos em planejamento e promoção, esse destino é distinguido por um progresso com fortalecimento de sua imagem e identidade associado a um turismo profissional próprio, competitivo, personalizado, equiparado a grandes cidades mundiais, gerador de produtividade e de benefícios econômicos, sociais e culturais. O modelo de gestão pública do turismo local, explicitado pelo estudo com as devidas convicções técnicas e por indicadores favoráveis, demonstra que não há mais como interromper este processo, sendo vital sua continuidade, monitoramento e aperfeiçoamento. Fica também sinalizado que, além da vocação natural da cidade de São Paulo para o segmento de eventos, o processamento inteligente da nossa diversidade cultural, dos nossos talentos e das economias criativas é a receita certa para construirmos nossa identidade turística e a
Título em inglês
Políticas públicas no turismo brasileiro : a cidade de São Paulo e a construção de sua identidade turística
Palavras-chave em inglês
Exploratory Research
Image
Planning and Development Strategies
Public Policy
São Paulo City
Tourism
Resumo em inglês
Objetivando destacar a importância estratégica das políticas públicas do turismo para o desenvolvimento da cidade de São Paulo, esta tese investiga as principais ações implementadas pela São Paulo Turismo S/A, o órgão gestor municipal de turismo da cidade de São Paulo, especialmente de 2005 a 2008 e faz remissão às políticas públicas desenvolvidas no Brasil desde 1966 até os nossos dias. Visa demonstrar sua evolução histórica, tal como a marca do tempo do turismo brasileiro, com destaques da gestão na adoção de instrumentais formadores da imagem do turismo, entre eles, infraestrutura turística, capacitação profissional, cadeia produtiva, agenda cultural e eventos, parcerias e produtos segmentados, inovações tecnológicas, marketing e promoção, pesquisas e outros indicadores decisórios. Considerando a grandeza do objeto estudado e a escassez de informações sobre o tema, metodologicamente foram analisados os principais planos estratégicos e pesquisas científicas existentes sobre a percepção do turismo na cidade e em momentos diferenciados. Com base nos dados comparados, estes resultados mostram a capital como um destino turístico atraente por suas opções de negócios e eventos, mas também revelam um nítido desenvolvimento em sua essência criativa pelo lazer, com avaliações crescentes de sua oferta, especialmente de atrativos culturais, gastronomia e compras. Aliada a uma caracterização de segmentos da sua demanda, a imagem do turismo na cidade ainda é multifacetada, diversificada, caracterizada por palavras e cores distintas, de forma geral criticada por aspectos abrangentes de acessibilidade, limpeza e segurança. Especificamente com a adoção profissional de um planejamento estratégico em parceria com o São Paulo Convention & Visitors Bureau (SP&CVB) e, a partir de 2005, uma continuidade da governança pública da São Paulo Turismo (SPTuris), revela grande força nas políticas adotadas, maior passando a ser a percepção do turismo na cidade de São Paulo sob a ótica de seus visitantes e moradores. Com base em um diagnóstico do turismo na cidade, essa constatação é também confirmada por resultados de pesquisas aplicadas em três megaeventos de lazer implementados pelas políticas públicas de turismo, evidenciando estatisticamente que, apesar dos problemas típicos da urbanização grandiosa, é muito boa a percepção do turismo paulistano. Mesmo contando com baixíssimos investimentos em planejamento e promoção, esse destino é distinguido por um progresso com fortalecimento de sua imagem e identidade associado a um turismo profissional próprio, competitivo, personalizado, equiparado a grandes cidades mundiais, gerador de produtividade e de benefícios econômicos, sociais e culturais. O modelo de gestão pública do turismo local, explicitado pelo estudo com as devidas convicções técnicas e por indicadores favoráveis, demonstra que não há mais como interromper este processo, sendo vital sua continuidade, monitoramento e aperfeiçoamento. Fica também sinalizado que, além da vocação natural da cidade de São Paulo para o segmento de eventos, o processamento inteligente da nossa diversidade cultural, dos nossos talentos e das economias criativas é a receita certa para construirmos nossa identidade turística e a percepção ideal que desejamos passar ao nosso visitante de forma a seduzir seu imaginário.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Carvalho.pdf (3.37 Mbytes)
Data de Publicação
2012-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.