• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.25.2017.tde-30112021-160621
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Silva Neubern de Oliveira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2017
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Rodrigo Cardoso de (Presidente)
Buzalaf, Camila Peres
Fernandes, Mileni da Silva
Pegoraro, Camila de Oliveira Rodini
Título em inglês
Evaluation of Qualea grandiflora Mart effect on HIF-1alpha and MMP-14 modulation in cell lines of pre-osteoblasts and fibroblasts
Palavras-chave em inglês
Qualea grandiflora MART
Fibroblasts
HIF-1alpha
MMP-14
Pre-osteoblasts
Resumo em inglês
The vegetable specie Qualea grandiflora (QG), popularly known as pau-ferro, pauterra- da-folha-grande, pau-terra or pau-de-tucano, very common in the Brazilian Cerrado, is well known due to its varied therapeutic properties. Its indications include preventive actions in the appearance of lesions of gastric mucosa, analgesic, antibacterial, anti-inflammatory and antifungal effects. Thus, QG components could have some action on molecules widely involved in angiogenic and developmental / repair processes, such as Matrix metalloproteinase 14 (MMP-14) and Hypoxia- Inducible Factor-1 (HIF-1alpha). Thus, the objective of our study was to investigate the effects of QG hydroalcoholic extract on cell viability and expression of MMP-14 and HIF-1alpha in NIH/3T3 fibroblasts and MC3T3-E1 pre-osteoblasts cell lines. For the cell viability assay and expression of the molecules, concentrations of 0.1; 1.0 and 10 g / mL of the hydroalcoholic extract of leaves of QG, were administered for periods of 24, 48, 72 and 96h. After each period, the cell viability was evaluated by MTT assay and the expression of the molecules was analyzed using the immunofluorescence technique. The results show that the QG extract does not promote reduction of the cellular viability of fibroblasts and pre-osteoblasts in concentrations up to 10 g/mL in the initial periods (24 and 48h). However, a significant reduction in viability can be observed in 72h and 96h for fibroblasts and 96h for pre-osteoblasts exposed to the highest extract concentration (10 g/mL). The immunofluorescence assay indicates that the extract, at concentrations of 0.1; 1.0 and 10 g/mL was able to increase the expression of MMP-14 and HIF-1alpha in both cell types. In conclusion, our results indicate that the QG extract exerts an effect capable of increasing the expression of the two molecules under study (MMP-14 and HIF-1alpha) both for the NIH/3T3 fibroblasts as well as for the MC3T3-E1 pre-osteoblasts cells. Thus, the QG compounds could have potential to be used as angiogenesis modulating therapeutic agents, by increasing the expression of MMP-14 and HIF-1alpha.
Título em português
Avaliação do efeito da Qualea grandiflora Mart na modulação de HIF-1alpha e MMP-14 em linhagens celulares de fibroblastos e préosteoblastos
Palavras-chave em português
Qualea grandiflora MART
Fibroblastos
HIF-1alpha
MMP-14
Pre-osteoblastos
Resumo em português
A espécie vegetal Qualea grandiflora (QG), popularmente conhecida como "pauferro", "pau-terra-da-folha-grande", "pau-terra" ou "pau-de-tucano", muito comum no Cerrado brasileiro, é bem conhecida devido às suas variadas propriedades terapêuticas. Suas indicações incluem ações preventivas no aparecimento de lesões de mucosa gástrica, efeitos analgésicos, antibacterianos, anti-inflamatórios e antifúngicos. Assim, os componentes da QG poderiam ter alguma ação sobre moléculas amplamente envolvidas em processos angiogênicos e de desenvolvimento/reparo, como a Metaloproteinase de matriz 14 (MMP-14) e o Fator Induzido por hipóxia 1 (HIF-1alfa). Dessa maneira, o objetivo deste estudo foi investigar os efeitos do extrato hidroalcoólico das folhas de QG na viabilidade celular e expressão de MMP-14 e HIF-1alpha em culturas de fibroblastos da linhagem NIH3T3 e pré-osteoblastos da linhagem MC3T3-E1. Para o teste de viabilidade celular e expressão das moléculas, concentrações de 0.1; 1.0 e 10 gmL do extrato hidroalcoólico das folhas de QG foram administrados por períodos de 24, 48, 72 e 96h. Após cada período, a viabilidade celular foi avaliada pelo método de redução de MTT e a análise da expressão das moléculas foi feita por meio da técnica de imunofluorescência. Os resultados mostram que o extrato de QG não promove redução da viabilidade celular de fibroblastos e pré-osteoblastos em concentrações até 10 gmL, nos períodos iniciais (24 e 48h). Porém, uma redução significativa da viabilidade pode ser verificada nos períodos de 72h e 96h para os fibroblastos e 96h para os pré-osteoblastos, expostos a mais alta concentração do extrato (10 gmL). O ensaio de imunofluorescência indica que o extrato, nas concentrações de 0.1; 1.0 e 10 g/mL foi capaz de aumentar a expressão de MMP-14 e HIF-1alpha, em ambos os tipos celulares. Em conclusão, nossos resultados indicam que o extrato de QG exerce um efeito capaz de aumentar a expressão das duas moléculas em estudo (MMP-14 e HIF-1alpha), tanto para os fibroblastos da linhagem NIH3T3 como para os préosteoblastos da linhagem MC3T3-E1. Assim, os compostos de QG podem apresentar potencial para serem utilizados como agentes terapêuticos moduladores da angiogênese, por meio do aumento da expressão de MMP-14 e HIF-1alpha.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-11-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.