• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.25.2019.tde-04102021-153616
Documento
Autor
Nome completo
Nádia Ghinelli Amôr
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2019
Orientador
Banca examinadora
Pegoraro, Camila de Oliveira Rodini (Presidente)
Oliveira, Rodrigo Cardoso de
Rodrigues, Maria Fernanda Setúbal Destro
Souza, Vânia Nieto Brito de
Título em inglês
Characterization of the functional relationship between macrophages, cancer stem cells and epithelial-to-mesenchymal transition in oral squamous cell carcinoma
Palavras-chave em inglês
Epithelial-Mesenchymal Transition
Macrophages
Neoplastic Stem Cells
Squamous cell carcinoma
Transforming Growth Factor beta
Resumo em inglês
Oral squamous cell carcinoma (OSCC) is one of the most common malignant neoplasms of the head and neck, and the major prognostic factor is the presence of metastatic lesions in cervical lymph nodes. Studies have shown that cancer stem cells (CSCs) might be involved with migration and invasion process through the epithelial-to-mesenchymal transition (EMT) in tumor cells. It is known that cellular and soluble components of tumor microenvironment influence the EMT process, and macrophages represent the major class of cells that are recruited to the tumor site in different cancers. Furthermore, TGF- signaling has been described as a critical regulator of EMT in cancer cells and can sustain CSCs properties. In view of that, the purpose of this study was to determine the functional relationship between CSC, EMT, and macrophages in OSCC. In paper 1, we analyzed the in vitro and in vivo behavior of two CSCs subpopulations, CD44HighESALow and CD44HighESAHigh sorted from the OSCC cell line, LUC4. Our findings suggested that the subpopulation CD44HighESAHigh is the one that carries the most stemness features. However, what induced or sustained that phenotype remained to be clarified. In paper 2, the influence of macrophages on CSCs was analyzed by directly co-culturing the subpopulations of CSC with macrophages or culturing CSC with conditioned medium from macrophages. Our results suggested that macrophages promote EMT in CSC, and that influence was probably mediated by TGF- signaling. Altogether, our results showed that tumor heterogeneity must be considered and deeply characterized to better determine the therapeutic approach.
Título em português
Caracterização da relação funcional entre macrófagos, fenótipo célula-tronco de câncer e fenômeno de transição epitélio-mesenquimal no carcinoma epidermóide de boca
Palavras-chave em português
Carcinoma Epidermóide
Células-Tronco Neoplásicas
Fator de Crescimento Transformador beta
Macrófagos
Transição Epitelial-Mesenquimal
Resumo em português
O carcinoma epidermóide de boca (CEB) é uma das neoplasias malignas mais comuns da região da cabeça e do pescoço e o fator prognóstico com impacto mais significante nessa doença é a presença de metástase em linfonodos cervicais. Evidências mostram que células-tronco de câncer (CSCs, do inglês cancer stem cells) podem estar envolvidas nos processos de migração e invasão por meio da ativação do fenômeno de transição epitélio-mesenquimal (TEM) nas células tumorais. Sabe-se, que o processo de TEM pode ser influenciado por componentes celulares e solúveis presentes no microambiente tumoral e que, dentre as células infiltrantes, os macrófagos representam a principal população leucocitária recrutada, sendo detectado em maior número em diferentes neoplasias. Ademais, a sinalização mediada por TGF- tem sido descrita como essencial para regulação de TEM em células tumorais bem como para a manutenção das propriedades, diferenciação e função das CSCs. Nesse contexto, a proposta deste estudo foi determinar a relação funcional entre CSC, TEM e macrófagos em CEB. No artigo 1, analisamos o comportamento in vivo e in vitro de duas subpopulações de CSC, CD44HighESAHigh e CD44HighESALow, presentes na linhagem de CEB LUC4. Nossos achados sugeriram que a subpopulação CD44HigESAHigh é a subpopulação que mais carrega características de células-tronco. Entretanto, o que induz ou sustenta esse fenótipo ainda não foi esclarecido. No artigo 2, a influência dos macrófagos nas CSC foi analisada através da co-cultura direta das subpopulações de CSC com macrófagos ou por meio da cultura das CSC com médio condicionado obtido da cultura de macrófagos. Nossos resultados demonstraram que os macrófagos promovem TEM nas CSC e que essa influência é mediada pela sinalização de TGF-. Juntos, nossos resultados demonstraram a importância de se considerar a heterogeneidade tumoral para melhor traçar estratégias terapêuticas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2023-10-04
Data de Publicação
2021-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.