• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.25.2016.tde-22102021-094826
Documento
Autor
Nombre completo
Ana Paula Boteon
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Bauru, 2016
Director
Tribunal
Honório, Heitor Marques (Presidente)
Buzalaf, Marilia Afonso Rabelo
Kato, Melissa Thiemi
Prakki, Anuradha
Título en inglés
Effect of cranberry and proanthocyanidin in the inhibition of wear and dentin demineralized organic matrix degradation
Palabras clave en inglés
Dentin
Erosion
Tooth wear
Resumen en inglés
The literature recognizes that one of the most effective strategies in minimizing the dentin tissue loss by erosive agents is the maintenance of its organic matrix, because this acts as a diffusion barrier to acid. However, the collagen tends to be degraded and has been increasingly used to search for agents that inhibit this process. There is evidence that the Cranberry and proanthocyanidin can inhibit matrix metalloproteinases (MMPs) which degrade the dentin collagen, but these agents have not been adequately evaluated in dental erosion. The aim of this dissertation was to analyze the role of Cranberry extract and proanthocyanidin applied as a local gel for inhibiting the dentin demineralized organic matrix degradation and hence minimizing wear of dentin subjected to erosion. To this end, two studies were conducted (article 1 and 2). The first evaluated the effect of different concentrations (placebo, 0.05%, 1%, 5% e 10%) and application time (1 and 5 minutes) of proanthocyanidin gels on dentin erosion. After gels application, the dentin blocks were subjected to 3 erosive cycles per day, during 5 days. Profilometry was used to quantify the dentin loss. In this case, proanthocyanidin not have shown a dose and time-response effect, but the results of this study suggests its efficacy on decreasing the deleterious effects of erosion on the dentin, since different proanthocyanidin gels were able to promote lower dentin wear when compared with the placebo gels. The second study evaluated the effect of different gels (proanthocyanidin, chlorexidine, Cranberry, NaF e placebo) in inhibition wear and demineralized organic matrix (DOM) degradation. Before the treatment, samples were demineralized by immersion in citric acid (0,87 M, 36 h). Then, the studied gels were applied once on dentin for 1 minute. Next, the samples were immersed in artificial saliva containing collagenase obtained from Clostridium histolyticum for 5 days. The response variable was depth of dentin loss measured by profilometry. The results of this study showed that Cranberry was able to reduce the dentin wear and collagen degradation, but the proanthocyanidin obtained the best results, confirming its effectiveness in preventing dentin erosion.
Título en portugués
Efeito do Cranberry e da proantocianidina na inibição do desgaste e da degradação da matriz orgânica da dentina desmineralizada
Palabras clave en portugués
Dentina
Desgaste dentário
Erosão
Resumen en portugués
A literatura reconhece que uma das estratégias mais efetivas na minimização da perda de tecido dentinário promovido por agentes erosivos é a manutenção da sua matriz orgânica, visto que esta atua como barreira de difusão aos ácidos. Contudo, o colágeno tende a ser degradado por metaloproteinases da matriz (MMPs) e tem sido cada vez mais frequente a busca por agentes que possam inibir este processo. Existem indícios de que o Cranberry e a proantocianidina podem inibir as MMPs, porém estes agentes não foram adequadamente avaliados na erosão dentária. Assim, o objetivo desta dissertação foi avaliar o papel do extrato de Cranberry e da proantocianidina aplicados como gel tópico na inibição da degradação da matriz orgânica da dentina desmineralizada e consequentemente na minimização do desgaste da dentina submetida à erosão. Para isso, dois estudos foram conduzidos (artigo 1 e 2). O primeiro avaliou o efeito de diferentes concentrações (placebo, 0,05%, 1%, 5% e 10%) e tempos de aplicação (1 e 5 minutos) da proantocianidina na dentina submetida à ciclagem erosiva in vitro. Após a aplicação dos géis, os blocos de dentina foram submetidos a 3 ciclos de des-remineralização por dia, durante 5 dias. A perfilometria foi utilizada para quantificar a perda de dentina. Neste estudo, a proantocianidina não mostrou um efeito dose e tempo/ resposta, mas os resultados deste trabalho sugerem a sua eficácia na redução dos efeitos deletérios da erosão na dentina, uma vez que géis de diferentes concentrações de proantocianidina foram capazes de promover menor desgaste da dentina quando comparado com os géis placebo. O segundo estudo avaliou o efeito de diferentes géis (proantocianidina, clorexidina, Cranberry, NaF e placebo) na inibição do desgaste e degradação da matriz orgânica desmineralizada (DOM). Antes do tratamento, as amostras foram desmineralizadas por imersão em ácido cítrico (36 h a 4ºC). Os diferentes géis foram aplicados sobre a dentina durante 1 minuto. Em seguida, as amostras foram imersas em saliva artificial contendo colagenase do Clostridium histolyticum, durante 5 dias. A variável de resposta foi de profundidade de perda de dentina medida por meio de perfilometria. Os resultados deste estudo mostraram que o grupo Cranberry foi capaz de reduzir o desgaste da dentina e a degradação do colágeno, mas a proantocianidina obteve os melhores resultados, confirmando a sua eficácia na prevenção da erosão da dentina.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
AnaPaulaBoteon_Rev.pdf (369.79 Kbytes)
Fecha de Publicación
2021-10-22
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.