• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Yahir Muñoz Valencia
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2019
Orientador
Banca examinadora
Duarte, Marco Antonio Hungaro (Presidente)
Cintra, Luciano Tavares Ângelo
Tanomaru Filho, Mario
Vivan, Rodrigo Ricci
Título em português
Análise de uma nova ponta ultrassônica para agitação do irrigante em preparos retrógrados
Palavras-chave em português
MEV
Obturação retrógrada
Preparo retrógrado
Push-out
Resistência de união
Smear layer
Resumo em português
O objetivo desde estudo foi avaliar a eficiência de remoção de smear layer e a influência da resistência de união de cimentos de silicato de cálcio de um novo inserto ultrassônico para agitação do irrigante em preparos retrógrados. Metodologia Foram selecionados 112 caninos unirradiculados, que foram formatados e obturados de forma convencional com a subsequente ressecção apical. Seguidamente, foram conformados 4 grupos de avaliação, ultra-som/solução salina; convencional/solução salina; ultra-som/EDTA17% e convencional/EDTA17%. Para analisar a remoção do smear layer, 72 espécimes foram divididos em 4 grupos (n=18), e retroprepararados utilizando uma ponta ultrassônica. Os espécimes foram clivados, obtendo-se dois segmentos iguais (mesial e distal). Os segmentos retrocavitários foram observados através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), a partir de três regiões representativas a 250x, obtendo-se imagens correspondentes à pré-irrigação. Posteriormente, foram executados os protocolos de irrigação e novamente obtidas imagens representativas da pós-irrigação. Para o teste de push-out, 40 dentes alocados em 4 grupos (n=10) foram empregados, conforme os diferentes protocolos de irrigação previamente mencionados. Os espécimes foram retrobturados e a obtenção dos corpos-de-prova realizada a partir de um novo seccionamento apical de 2mm±0.1 de cada espécime. A resistência de união foi determinada por meio de uma máquina de ensaios mecânicos e o tipo de falha foi determinado por meio de MEV. Os dados foram comparados por meio dos testes de Kruskal-Wallis e Dunn para a remoção de smear layer e ANOVA e Tukey no teste de push-out. Resultados O grupo ultrassom/EDTA17% removeu significativamente uma maior quantidade do smear layer, observando-se uma maior porcentagem de túbulos dentinários abertos em comparação com os outros grupos (P < 0.05). Na resistência de união, o grupo ultrasom/ EDTA17% mostrou os maiores valores na resistência de união (6.42±0.69) seguido pelos grupos convencional/EDTA17%, ultra-som/solução salina e convencional/solução salina respectivamente (P < 0.05). O padrão de falha adesivo foi o mais predominante, enquanto que no grupo ultrassom/EDTA17% foi preponderantemente mista (8/10). Conclusões O novo inserto ultrassônico para ativação do irrigante promoveu uma maior remoção de smear layer além de favorecer maior resistência de união do material retrobturador às paredes dentinárias em preparos retrógrados, principalmente se associado ao EDTA17%.
Título em inglês
Assessment of a new ultrasonic tip for irrigant agitation in root-end cavity preparations
Palavras-chave em inglês
Bond strength
Pushout
Retrograde filling
Root-end cavity
SEM
Smear layer
Resumo em inglês
To evaluate the smear layer removal capacity and its influence on the bond strength of a calcium silicate-based cement of a new ultrasonic tip for irrigant agitation in rootend cavity preparations. Methods: One hundred and twelve maxillary and mandibular canines were chemomechanically instrumented, root filled and the root apexes resected. Specimens were randomly distributed into 4 experimental groups: ultrasonic/saline solution; conventional/ saline solution; ultrasonic/EDTA 17% and conventional/EDTA solution 17%. The analysis of the smear layer removal employed seventy-four specimens divided into 4 groups (n=18), and the retrograde cavities were prepared using an ultrasonic tip. Next, the specimens were split longitudinally and obtained two halves (mesial and distal). Scanning electron microscopy (SEM) was used to examine and score the internal surfaces for dentinal tubule opening before and after to perform the irrigation protocols. Images were taken at three representative areas with a magnification of 250x. The push-out test employed forty specimens allocated in four groups (n=10), according to the different irrigation protocols previously described. The specimens were retrofilled, sectioned perpendicularly and obtained apical slices at 2mm±0.1 from the apex. Each disc/dentin/retrofilling material was placed in a testing machine for the bond strength measurement and the failure mode was observed by SEM. The smear layer removal data were analysed and compared using Kruskal-Wallis and Dunn. Push-out data were analysed using ANOVA and Tukey's test. Results The ultrasonic/EDTA 17% group removed the smear later more effectively, and showed the best tubule opening condition than the others three groups. (P < 0.05). Ultrasonic/EDTA 17% group demonstrated the highest mean bond strength values (6.42±0.69) compared with conventional/EDTA, ultrasonic/saline solution and conventional/saline solution, respectively (P < 0.05). Most failure modes were predominantly adhesive (55%), whereas in the ultrasonic/EDTA 17% group was mixed (80%). Conclusion The new ultrasonic tip for irrigant agitation showed higher percentage of smear layer removal and improved the push-out bond strength of the retrograde root filling to the root-end dentine surfaces, mainly when associated to EDTA 17%.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.