• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
https://doi.org/10.11606/D.25.2017.tde-26112021-111029
Document
Auteur
Nom complet
Ana Paula Chappuis Chocano
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Bauru, 2017
Directeur
Titre en portugais
Modificação das propriedades superficiais dos polímeros sintéticos e orgânicos após imersão em biofilme de C.albicans
Resumé en portugais
A proposta deste trabalho foi avaliar as alterações da rugosidade e hidrofobicidade superficial de 4 adesivos sintéticos e 1 orgânico aplicados em resinas acrílicas termopolimerizáveis (RAT) antes e após 7, 14 e 30 dias de serem submetidos em biofilme de Cândida albicans. Foram confeccionados cento e oito espécimes de resina acrílica termopolimerizável (10x10x3mm) na qual foram aplicados 4 adesivos sintéticos a base de CAs: Etil cianoacrilato convencional (ECAc - Superbonder®), Etil cianoacrilato em gel (ECAg Superbonder ® em gel), Butil cianoacrilato (BCA Tekbond®), Octil cianoacrilato (OCA Dermabond ®) e 1 adesivo orgânico a base de veneno de cobra (AT- C.E.V.A.P, Unesp). Após da polimerização dos produtos aplicados, foram aguardados 48 horas para a leitura da rugosidade no perfilômetro e da hidrofobicidade no goniômetro, concluído este procedimento todos os espécimes passaram por um processo de esterilização por óxido de etileno para logo serem divididos em 3 grupos: 7, 14 e 30 dias. Seguidamente os espécimes foram inoculados com Cândida albicans SC5314 (1.107 células/mL) para a formação de biofilme. Concluído os períodos de avaliação, foi selecionado 1 espécime de cada grupo para ser corado através dos fluorocromos SYTO-9 e iodeto de propídeo para análise em microscópio confocal e simultaneamente os demais espécimes passaram pela remoção mecânica do biofilme, para logo serem lavados e secados a temperatura ambiente sobre exposição de luz UV durante 6 horas. Em seguida os espécimes foram envalados e esterilizados por óxido de etileno para finalmente ser avaliados no perfilômetro e goniômetro. Para a avaliação das medidas iniciais dos materiais testados foi empregado o teste de anova 1 critério e para a análise após da imersão em biofilme de Cândida albicans foi utilizado o teste de anova 2 critérios. Para as diferenças encontradas entre os grupos, foi utilizado o teste de comparação múltipla (Teste de Tukey). Foi adotado um nível de significância de 5%. Os resultados demonstraram que todos os grupos CAs conseguiram diminuir significativamente a rugosidade superficial, além de manter propriedades hidrofóbicas na sua superfície: ECAc (2,02 m - 86.93°), ECAg (2.57m -109.06°), BCA (0.78m 95.57°), OCA (0.61m -102.47°), porém o AT tornou a superfície da resina acrílica hidrofílica, além de não conseguir diminuir a rugosidade da RAT (3.63m 59.49°). Após imersão em biofilme microbiano, foi constatado que o biofilme de C. albicans conseguiu diminuir significativamente os valores da rugosidade em todos os períodos avaliados, exceto o grupo BCA. Com relação a hidrofobicidade foi observada uma redução significante dos valores hidrofóbicos em todos os grupos testados após imersão em biofilme de C.albicans, exceto no grupo AT nos 3 períodos avaliados. Estes resultados confirmaram que os grupos CAs melhoram as características físico-químicas das RATs, destacando-se dentre eles o grupo OCA com superfícies menos rugosas e propriedades hidrofóbicas na sua superfície. Por outro lado, cabe salientar o grupo BCA cuja rugosidade foi inalterada. Finalmente as imagens em microscópio confocal revelaram que os grupos etil cianoacrilatos apresentam uma maior efetividade em inibir a adesão microbiana.
Titre en anglais
Modification of the surface properties of two synthetic organic polymers after immersion in C. albicans biofilm
Resumé en anglais
The objective of this study was to analyze the effect of synthetic and organic adhesives on the surface roughness and surface hydrophobicity of heat-polymerized acrylic resin before and after 7, 14 and 30 days of being submitted to the biofilm of C. albicans. One hundred and eight specimens of heat-polymerized acrylic resin were fabricated (10x10x3mm) for them apply on its surface 4 adhesives based on cyanoacrylate (CA): ethyl cyanoacrylate conventional (ECAc Superbonder ®), ethyl cyanoacrylate gel (ECAg Superbonder ® gel), butyl cyanoacrylate (BCA Tekbond ®), octil cyanoacrylate (OCA-Dermabond®) and one fibrin sealant derived from Snake-venom (AT C.E.V.A.P, Unesp). After the polymerization of the applied products, 48 hours were expected for the roughness reading in the profilometer and the hydrophobicity in the goniometer. Following this procedure, all specimens underwent sterilization process by ethylene oxide to divide them into 3 groups: 7, 14 and 30 days. Afterward specimens were inoculated with C. albicans SC5314 (1.107 cells/mL) for biofilm formation. After evaluation periods, the remaining biofilme of one specimen from each group were stained with fluorochromes SYTO-9 and propidium iodide to be analyzed by confocal microscopy (MC) and simultaneously others specimens were mechanically biofilm removed, washed, and dried room temperature on UV light exposure for 6 hours. Then specimens were embossed and sterilized by ethylene oxide to finally be analyzed in profilometer and goniometer. The data were statistically analyzed using one-way anova for initial measurements and two-way anova test for analysis after immersion in Candida albicans biofilm. For differences found between groups, the multiple comparison test (tukey test) was used, considering a significance level of 5%. Results showed that all CAs were able to reduce surface roughness and maintain hydrophobic properties on the surface: ECAc (2,02 m - 86.93°), ECAg (2.57m -109.06°), BCA(0.78m 95.57°), OCA (0.61m -102.47°), however the AT group changes the acrylic resin surface hydrophilic, as well as not being able to reduce the surface roughness of the RAT (3.63m 59.49°). Subsequent immersion in microbial biofilms, it was verified that Candida albicans biofilm was able to reduce roughness values in all groups, except the BCA group. Regarding hydrophobicity, a significant lowering of hydrophobic values was observed in all groups tested after immersion in C. albicans biofilms, except in AT in the 3 periods evaluated. These results corroborated that CAs groups improve the physico-chemical characteristics of RATs, among them the OCA group with hydrophobic properties and with lowest mean values of roughness in three evaluated periods. On the other hand, BCA group didnt change the roughness of the surface after immersion in biofilms. Finally, confocal microscope images revealed that ethyl cyanoacrylate groups have a greater effectiveness in inhibiting microbial adhesion.
 
Date de Publication
2021-11-26
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2022. Tous droits réservés.