• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2013.tde-14102013-164847
Documento
Autor
Nome completo
Aline Baia Miranda
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2013
Orientador
Banca examinadora
Araujo, Carlos dos Reis Pereira de (Presidente)
Conti, Paulo Cesar Rodrigues
Thomé, Geninho
Título em português
Análise histomorfométrica dos implantes de titânio grau 4 e grau 5: estudo experimental em coelhos
Palavras-chave em português
Liga de titânio
Regeneração óssea
Titânio
Resumo em português
Os implantes dentários de titânio comercialmente puro (Ticp) grau 4 e os de titânio-alumínio-vanádio (Ti6Al4V) grau 5, possuem boas propriedades mecânicas. No entanto, algumas situações clínicas com restrição de espessura óssea impedem a utilização dos implantes com 3.75mm de diâmetro tradicionalmente fabricados em titânio 4 e que apresentam resistência mecânica testada em profusão. Como a liga de grau 5 possui superior resistência à tração e à fadiga, este estudo objetiva analisar a resposta óssea do titânio grau 4 e grau 5 em implantes curtos e estreitos através da análise do contato osso-implante (BIC) e da área de neoformação óssea. Para este fim, o presente estudo utilizou 15 coelhos da raça New Zealand, que receberam um total de trinta implantes divididos em suas tíbias direita e esquerda. Os implantes de grau 4 e de grau 5, com dimensões de 3.5x8mm e 2.9x7mm, respectivamente, foram fornecidos pela empresa NEODENT® (Curitiba-Brasil). Neste estudo, dois grupos foram formados, um com implantes de titânio grau 4 e outro com implantes de titânio grau 5, ambos contendo quinze implantes curtos e estreitos. Cortes histológicos foram realizados após duas semanas de osseointegração. Mensurações no analisador de imagens ImageJ foram feitas para verificar o BIC e a área de osso neoformado. Para a análise dos dados estatísticos, utilizou-se o teste t de Student para amostras independentes com nível de significância de p<0.05. Os resultados mostraram que não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos nos dois tipos de análises. A média dos valores de BIC do titânio grau 4 obteve o valor médio mais alto de 56,53%, variando de 95,74% a 9,4%. O grupo de titânio grau 5 apresentou média de 50,63%, variando entre 84,3% e 13,12%. Com base em imagens com fluorescência, realizou-se análise da área óssea. O grupo de titânio grau 5 apresentou valor de 46,3% (variando entre 79% a 14,21%) em fluorescência, número ligeiramente maior do que o verificado no grupo de titânio grau 4 (44,73%, com variância entre 78,93% e 18,36%). Com isso, concluiu-se que implantes de titânio de grau 4 e de grau 5 obtiveram respostas biológicas equivalentes, quando avaliados o BIC e a área óssea neoformada.
Título em inglês
Histomorphometric evaluation of titanium implants grade 4 and grade 5: experimental study in rabbits
Palavras-chave em inglês
Bone regeneration
Titanium
Titanium alloy
Resumo em inglês
Commercially pure titanium implants (Ticp) of degree IV and of titanium-aluminum-vanadium degree V have good mechanical properties. However some clinical situations with limited bone thickness preclude the use of traditionally implants with 3.75mm diameter made from titanium IV and present strength tested in profusion. In addition, degree V alloy shows higher resistance to traction and fatigue, this study aims to analyze the bone response to degree IV and degree V titanium in short and narrow implants with the same surface treatment through the analysis of the bone-to-implant contact (BIC) and the area of the new bone formation. For such purpose, this study used15 New Zealand white rabbits which had a total of thirty implants inserted in their right and left tibiae. Both degree IV and degree V implants, measuring 3.5x8mm and 2.9x7mm, respectively, were provided by dental implant manufacturer NEODENT® (Curitiba-Brazil). The implants were allocated into two distinct groups. Fifteen short and narrow implants of degree IV were utilized in a group, whereas fifteen short and narrow implants of degree V were employed in the other group. Histological sections samples were carried out after a two-week period of osseointegration. Subsequently, measurements were calculated using ImageJ software in order to verify the BIC and the area of the newly grown bone. Analysis of statistical data of independent samples with significance level p<0.05 was carried out via Student's t-test. Results showed no statistically substantial difference between both groups regarding both measurement activities. The media values BIC for the degree IV titanium group reached the highest average value of 56,53%, varying from 95,74% to 9,4%. The degree V titanium group averaged 50,63%, oscillating between 84,3% and 13,12%. The bone areas were analyzed based on images with fluorescence. The degree V titanium group reached the percentage of 46,3% (varying from 79% to 14,21%) in fluorescence whereas the degree IV titanium group had a percentage of 44,73% (varying between 78,93% and 18,36%). Therefore, both degree IV and degree V implants had equivalent biological responses based on the analysis of BIC and newly grown bone areas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-10-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.