• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Thais Ustulin Fuzer
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2018
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Pedro Cesar Garcia de (Presidente)
Almeida, Ana Lúcia Pompéia Fraga de
Esper, Luís Augusto
Pegoraro, Thiago Amadei
Título em português
Avaliação clínica dos dentes pilares e não pilares de prótese parcial removível
Palavras-chave em português
Doença periodontal
Higiene oral
Placa dental
Prótese parcial removível
Resumo em português
Os objetivos desse estudo foram comparar a condição periodontal de dentes pilares e não pilares dos indivíduos reabilitados com prótese parcial removível e avaliar o impacto na qualidade de vida de indivíduos parcialmente endêntulos, após o uso da PPR. As comparações entre os dois grupos para medidas quantitativas foram feitas através do teste não paramétrico de Wilcoxon, pois os dados não tiveram distribuição normal. Para medidas qualitativas foi utilizado o teste de Wilcoxon. Em todos os testes foi adotado nível de significância de 5%. Foram avaliados 113 dentes pilares de e 122 dentes não pilares. Dos dentes não pilares, 49 se localizavam em maxila e 73 em mandíbula. Dos dentes pilares, 61 se localizava em maxila e 52 em mandíbula. Os parâmetros avaliados foram profundidade de sondagem, nível de inserção clínica, índice gengival, índice de placa, recessão gengival, condições de higiene da prótese, quantidade de mucosa ceratinizada, classificação da área desdentada segundo Kennedy, tipo de grampo utilizado, influência da condição oral na qualidade de vida. A média de uso da PPR em dentes não pilares foi de 6,25 anos com desvio padrão de 3,592. A média de uso de PPR em dentes pilares foi de 7,15 anos com desvio padrão de 3,869. Em todas as médias de profundidade de sondagem os dentes pilares apresentaram maior resultado, mostrando diferenças estatisticamente significantes. Em todas as médias de nível de inserção clínica os dentes pilares apresentaram maior resultado e diferenças estatisticamente significantes. Resultados quanto ao índice gengival não mostram diferenças estatísticas. Dentes pilares apresentam uma maior incidência em scores mais altos do índice de placa, mas não foi encontrada diferença estatisticamente significante. A quantidade de mucosa ceratinizada para dentes não pilares, medida em mm, foi em média 2,70, com desvio padrão de 1,271. A quantidade de mucosa ceratinizada para dentes pilares, medida em mm, foi em média 2,66, com desvio padrão de 1,207. Resultados quanto a quantidade de mucosa queratinizada não mostram diferenças estatísticas. Dentes pilares mostram menor incidência de dentes sem recessão e maior incidência de dentes com recessões, porém não se encontrou diferenças estatísticas. As médias de profundidade de sondagem e nível de inserção clínica dos dentes pilares em relação aos tipos de grampos foram maiores com grampos de ação abraçamento. Próteses instaladas em arcos do tipo I mostraram maior índice de Tarbet. O impacto do uso de PPR na qualidade de vida foi fraco. A comparação dos parâmetros clínicos dos dentes pilares e não pilares mostrou diferenças estatísticas apenas para os parâmetros clínicos de profundidade de sondagem e nível de inserção clínica; as médias de profundidade de sondagem e nível de inserção clínica dos dentes pilares em relação aos tipos de grampos foram maiores com grampos de ação abraçamento; próteses instaladas em arcos do tipo I mostraram maior índice de Tarbet; impacto na qualidade de vida da prótese parcial removível foi fraco.
Título em inglês
Clinical evaluation of removable partial denture abutment and non-abutment teeth
Palavras-chave em inglês
Dental plaque
Oral hygiene
Periodontal disease
Removable partial denture
Resumo em inglês
The aim of this study was compare the periodontal condition of abutment and nonabutment teeth of individuals rehabilitated with removable partial denture and evaluate the impact on quality of life of individuals after using the RPD. The comparisons between the two groups for quantitative measurements were made using the Wilcoxon nonparametric test, since the data were not normally distributed. For qualitative measures the Wilcoxon's test was used. For all tests the significance level of 5% was used. It were evaluated 113 abutment teeth of RPD and 122 non-abutment teeth. 61 abutment teeth were maxillary and 52 were mandibular; 49 non-abutment teeth were maxillary and 73 were mandibular. The parameters evaluated were probing depth, clinical attachment level, gingival index, plaque index, gingival recession, hygiene conditions, quantity of keratinized mucosa, classification according to Kennedy, type of clasp used, influence of oral condition on quality of life. The average use of RDP of non-abutment teeth was 6,25 years with SD of 3,592. The average use of RDP of abutment teeth was 7,15 years with SD of 3,869. Abutment teeth had higher averages of probing depth and clinical attachment level, showing statistically significant differences. Gingival index and plaque index did not show differences between groups. The average quantity of keratinized mucosa for non-abutment teeth, in mm, were 2,70 with SD 1,271. The average quantity of keratinized mucosa for abutment teeth, in mm, were 2,66 with SD 1,207. It didt have significant differences. Abutment teeth had higher incidence of gingival recession, but it wasnt significant differences. RPD did not influence the quality of life. There was no statistically significant difference between the abutment teeth and not-abutment teeth except for probing depth and clinical the attachment level. Prothesis of Class I of Kennedy had higher levels of Tarbet index. RPD had no influence in quality of life.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ThaisUstulinFuzer.pdf (2.24 Mbytes)
Data de Publicação
2019-06-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.