• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2017.tde-04052017-181513
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Hotta
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2016
Orientador
Banca examinadora
Neppelenbroek, Karin Hermana (Presidente)
Consani, Rafael Leonardo Xediek
Garlet, Gustavo Pompermaier
Oliveira, Pedro Cesar Garcia de
Urban, Vanessa Migliorini
Título em português
Biocompatibilidade in vivo de material resiliente temporário para base de prótese modificado por antimicrobianos para tratamento da estomatite protética
Palavras-chave em português
Anti-infecciosos
Estomatite sob prótese
Liberação controlada de fármacos
Ratos Wistar
Reembasadores de dentadura
Teste de materiais
Resumo em português
Reembasadores resilientes temporários contendo fármacos antifúngicos foram sugeridos como um tratamento adjunto para estomatite protética. No entanto, antes de utilizar clinicamente estes reembasadores modificados em humanos, é importante avaliar a sua biocompatibilidade em modelos animais. Este estudo avaliou a biocompatibilidade in vivo de um reembasador resiliente temporário para base de prótese (Trusoft) modificado por agentes antimicrobianos em suas mínimas concentrações inibitórias (MCIs) para biofilme de Candida albicans. Dispositivos acrílicos intra-orais (DIOs) foram confeccionados individualmente para 60 ratos Wistar. Os ratos foram divididos em 6 grupos (n=5): 3 grupos controle (Negativo: sem DIO; Geral: DIO sem reembasamento; Positivo: DIO reembasado com Trusoft sem fármacos) e 3 grupos experimentais (DIOs reembasados com Trusoft modificados por fármacos em suas respectivas MCIs: 0,032 g de nistatina, 0,064 g de diacetato de clorexidina e 0,128 g de cetoconazol). Os ratos com ou sem os DIOs foram eutanasiados após 7 e 14 dias de avaliação. A análise histopatológica qualitativa foi realizada comparando-se fotomicrografias de secções histológicas, que foram obtidas utilizando um microscópio óptico que abrangeu transversalmente a região intermolares. As alterações morfológicas no epitélio e queratina foram analisadas quantitativamente através da realização de planimetria computadorizada. Os dados quantitativos foram analisados utilizando ANOVA 2-fatores e teste de Tukey (=0,05). A análise quantitativa mostrou que apenas o grupo com DIO contendo cetoconazol diminuiu significativamente a espessura e a área do estrato córneo em comparação com os outros grupos (p<0,05), que não apresentaram diferenças significativas entre si (p>0,05). Estes resultados estiveram de acordo com os obtidos para análise qualitativa. A incorporação de MCIs de nistatina e diacetato de clorexidina no Trusoft não induziram alterações histopatológicas na mucosa palatina de ratos, sugerindo a biocompatibilidade in vivo deste protocolo para o tratamento de estomatite protética.
Título em inglês
Biocompatibility in vivo of temporary soft denture liner for denture base modified by antimicrobials agents for denture stomatitis treatment
Palavras-chave em inglês
Anti-infective agents
Biocompatible materials testing
Denture liners
Denture stomatitis
Drug liberation
Wistar rats
Resumo em inglês
Temporary resilient denture liners containing antifungal drugs have been suggested as an adjunct treatment for denture stomatitis. However, before clinically using these modified liners in humans, it is important to assess their biocompatibility in animal models. This study evaluated the in vivo biocompatibility of a temporary soft denture liner (Trusoft) modified by antimicrobial agents at their minimum inhibitory concentrations (MICs) for biofilm formation by Candida albicans. Methods: Acrylic intraoral devices (IODs) were individually made for 60 Wistar rats. The rats were divided into the following 6 groups (n=5): 3 control groups (Negative: without IOD; General: IOD without relining; Positive: IOD relined with Trusoft without drugs) and 3 experimental groups (IOD relined with Trusoft modified by drugs at MICs: 0.032 g for nystatin, 0.064 g for chlorhexidine diacetate, and 0.128 g for ketoconazole). The rats with or without the IODs were sacrificed after 7 or 14 days of evaluation. Histopathological qualitative analysis was performed by comparing photomicrographs of histological sections, which were obtained using an optical microscope that transversely covered the inter-molar region. Morphological changes in the epithelium and keratin were quantitatively analyzed by performing computerized planimetry. Quantitative data were analyzed using 2-way ANOVA and Tukey's test (=0.05). Quantitative analysis showed that only the group with IOD containing ketoconazole significantly decreased the thickness and area of the stratum corneum compared with the other groups (p<0.05), which showed no significant differences between each other (p>0.05). These results were in accordance with those obtained for qualitative analysis. Incorporation of MICs of nystatin and chlorhexidine diacetate in Trusoft did not induce histopathological changes in the palatal mucosa of rats, suggesting the in vivo biocompatibility of this protocol for treating denture stomatitis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
JulianaHotta.pdf (4.76 Mbytes)
Data de Publicação
2017-05-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.