• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2016.tde-26022016-112955
Documento
Autor
Nome completo
Ana Célia Panveloski Costa
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2015
Orientador
Banca examinadora
Peres, Sílvia Helena de Carvalho Sales (Presidente)
Dalben, Gisele da Silva
Pessan, Juliano Pelim
Título em português
Avaliação da concentração da enzima anidrase carbônica VI e sua relação com cárie dentária em crianças obesas
Palavras-chave em português
Anidrase carbônica VI
Cárie dentária
Obesidade infantil
Resumo em português
A obesidade e a cárie dentária são problemas de saúde pública, que atingem a população infantil. O objetivo deste estudo foi identificar a prevalência de cárie dentária e relacioná-la com a concentração da enzima anidrase carbônica VI, do íon cálcio, fluxo salivar e quantidade de biofilme dentário em crianças com sobrepeso/obesidade. Foram avaliadas 112 crianças de 4 a 6 anos de idade, de ambos os gêneros. A análise antropométrica foi realizada (percentil do IMC) e através dessa análise as crianças foram divididas em dois grupos: G1 sobrepesos/obesos (n=41) e G2 normais (n=71). Os exames bucais realizados para a cárie dentária foram os índices ceo-s e ICDAS II, quantidade de biofilme dentário pelo Índice de Placa de Turesky e volume de fluxo salivar estimulado. A concentração do íon Cálcio na saliva foi analisada pelo kit colorimétrico e da enzima Anidrase Carbônica VI pelo kit ELISA. Na sequência, as crianças de cada grupo foram divididas em 3 subgrupos: LC (livres de cárie), LI (com lesões iniciais) e C (com cárie). Os testes Wilcoxon, Mann-Whitney, teste t e correlação de Spearman foram aplicados (p<0,05). Não houve diferença significativa no ceo-s entre os grupos. Houve maior concentração média de cálcio salivar no G1 (G1=2847,96mM; G2=1230,90mM;p=0,001) e maior concentração da Anidrase Carbônica VI no G2 (G1=3455,18 pg/mL; G2=442428,9pg/mL;p=0,000). No G1 houve correlação negativa entre o ceo-s e íon Cálcio (r=-0,444;p=0,010). Já no G2, houve correlação negativa entre placa e a Anidrase Carbônica VI (r=-0,551;p=0,014). Pode-se concluir que o íon cálcio é fator protetor para cárie dentária em crianças. Já a anidrase carbônica VI parece não ser biomarcador para a cárie dentária.
Título em inglês
Evaluation of the concentration of the carbonic anydrase VI and its relation with dental caries in obese children
Palavras-chave em inglês
Carbonic anhydrase VI
Pediatric obesity
Tooth decay
Resumo em inglês
Obesity and dental caries are public health problems that affect the child population. The aim of this study was to identify the prevalence of dental caries and relate it to the concentration of the enzyme carbonic anhydrase VI, calcium ion, salivary flow, and dental plaque in overweight/obesity children. The study was conducted on 112 children aged 4-6, of both genders. Anthropometric analysis was performed (BMI percentile) and by this analysis the children were divided into two groups: G1 - overweight/obese (n=41) and G2 - normal (n=71). The oral examinations performed for dental caries were the dmfs and ICDAS II indexes, measurement of the amount of dental plaque by the Turesky Board Index and volume of stimulated salivary flow. The concentration of calcium ion in saliva was measured by a colorimetric kit and the enzyme carbonic anhydrase VI by an ELISA kit. Then, children from each group were divided into three subgroups: CF (caries-free), IL (initial lesions) and D (decayed teeth). The Wilcoxon test, Mann-Whitney, t test and Spearman correlation (p<0.05) were applied. There was no significant difference in the dmfs between groups. There was higher concentration of salivary calcium in G1 (G1=2847.96mM; G2=1230.90mM; p=0.001), and higher concentration of carbonic anhydrase VI in G2 (G1 = 3455.18 pg/ml; G2 = 442428.9pg/ml; p = 0.000). In G1, there was negative correlation between dmfs and salivary calcium (r = -0.444; p = 0.010). In G2, there was negative correlation between dental plaque and carbonic anhydrase VI (r=-0.551; p=0.014). It can be concluded that the calcium ion is a protective factor for dental caries in children. The carbonic anhydrase VI does not seem to be a biomaker of dental caries.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-02-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.