• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.25.2011.tde-25072011-160810
Documento
Autor
Nombre completo
Manoela Fávaro Francisconi
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Bauru, 2011
Director
Tribunal
Henriques, Jose Fernando Castanha (Presidente)
Drummond, Alexandre Fortes
Freitas, Marcos Roberto de
Título en portugués
Estabilidade da correção da Classe II, 1ª divisão com o aparelho Bionator de Balters associado ao aparelho fixo
Palabras clave en portugués
Aparelhos ortodônticos funcionais
Má oclusão de Angle Classe II
Ortodontia corretiva
Recidiva
Resumen en portugués
Recursos ortopédicos e ortodônticos, utilizados de forma associada, têm se mostrado uma opção terapêutica eficiente no tratamento da má oclusão de Classe II, 1ª divisão desde que o paciente ainda apresente um potencial de crescimento favorável. Entretanto, as alterações nas relações esqueléticas, dentárias e tegumentares só podem ser consideradas satisfatórias caso permaneçam estáveis. Assim, este trabalho teve o propósito de avaliar cefalometricamente e por meio de modelos de estudo, a estabilidade das alterações decorrentes do tratamento com o aparelho Bionator de Balters, seguido do aparelho fixo, após um período médio de 10 anos. O grupo experimental compreendeu 23 pacientes que foram avaliados em três fases: inicial (T1), final (T2) e longo tempo pós-tratamento (T3). Foram avaliadas as telerradiografias em norma lateral (inicial, final e longo tempo pós-tratamento), totalizando 69 telerradiografias, e foram mensurados 69 modelos de estudo, avaliados nas fases previamente descritas, através do índice PAR. Também calculou-se a diferença entre o PAR inicial e o PAR final, a % de melhora obtida com esta terapia e a % de recidiva, ambas através do índice PAR. As variáveis analisadas foram comparadas por meio da análise de variância (ANOVA) para medidas repetidas e o teste de comparações múltiplas de Tukey. A terapia estudada não propiciou alterações no desenvolvimento maxilar. Observou-se um aumento na protrusão mandibular, bem como um maior incremento no comprimento efetivo da mandíbula. A relação maxilomandibular foi corrigida, notou-se uma melhora na convexidade facial, com a diminuição do ângulo ANB. Alterações significantes no padrão de crescimento craniofacial não foram observadas. Verificou-se, através da variável FMA e no período de longo tempo pós-tratamento, uma rotação do plano mandibular no sentido anti-horário. O posicionamento vertical da maxila (SN.PP) também não se alterou. Os incisivos superiores sofreram lingualização e retrusão. Os primeiros molares superiores mostraram um pequeno aumento no sentido vertical semelhante ao fisiológico, que ocorre pelo processo de flutuação normal. Em contrapartida, os incisivos inferiores sofreram vestibularização e protrusão. Os primeiros molares inferiores, por sua vez, apresentaram um deslocamento no sentido vertical (extrusão) e horizontal (mesialização), contribuindo, assim, para a correção da má-oclusão de Cl II. O tratamento também foi efetivo em corrigir os respasses, horizontal e vertical, bem como a relação molar. O ângulo nasolabial não foi afetado pelo tratamento, mostrando que os aparelhos ortopédicos não afetam substancialmente esta variável. Além disso, é de suma importância, ressaltarmos que, as alterações obtidas, com o tratamento realizado, permaneceram estáveis no período de longo tempo pós-tratamento; demostrando, dessa maneira, a efetividade da terapia selecionada. Finalmente, na análise dos modelos de estudo, os valores do índice PAR sofreram uma redução estatisticamente significante e permaneceram estáveis no período de longo tempo pós-tratamento. A porcentagem de melhora obtida com esta terapia foi de 81,78% e a de recidiva foi de 4,90%. Esses dados refletem que o Bionator de Balters, associado ao aparelho fixo, é uma efetiva alternativa para o tratamento da má-oclusão de Cl II, 1ª divisão.
Título en inglés
Stability of the correction of the Class II, division 1 malocclusion with the Balters Bionator associated to fixed appliances
Palabras clave en inglés
Angle Class II malocclusion
Corrective orthodontics
Functional orthodontic appliances
Recurrence
Resumen en inglés
Orthopedic and orthodontic approaches, used in an associated way, are being considered an efficient therapeutic option for the treatment of the Class II, division 1 malocclusion when the patient still presents a favorable growth potential. However, changes in skeletal, dental and soft tissue relationships only can be considered satisfactory if they remain stable. This study aimed to evaluate, cephalometrically and in dental casts, the stability of the changes resulting from the treatment with the Balters Bionator followed by the fixed appliances, after a mean period of 10 years. The experimental group comprised 23 patients who were evaluated in three stages: initial (T1), final (T2) and long-term posttreatment (T3). A total of 69 lateral cephalograms (initial, final and long-term posttreatment) were evaluated and also 69 dental casts were measured, in the stages previously described, using the PAR index. Furthermore, the difference between initial PAR and final PAR, the percentage of obtained improvement with the therapy and the percentage of relapse were calculated, using the PAR index. Evaluated variables were compared by the analysis of variance (ANOVA) for repeated measures and Tukey test. The studied therapy did not provide changes in maxillary development. An increase in mandibular protrusion, as well as a greater increase in effective length of the mandible, was observed. The maxillomandibular relationship was corrected, and an improvement in the facial convexity was observed, with a decrease of the ANB angle. Significant changes in craniofacial growth were not observed. The analysis of the FMA variable and of the long-term posttreatment revealed a rotation of the mandibular plane in a counterclockwise direction. The vertical positioning of the maxilla (SN.PP) also did not change. The maxillary incisors presented a palatal inclination and retrusion. The maxillary first molars showed a small increase in the vertical direction, similar to the physiological one, which occurred by the normal fluctuation process. In contrast, the mandibular incisors presented a buccal inclination and protrusion. The mandibular first molars showed a displacement in the vertical (extrusion) and horizontal (mesial) direction, which contributed to the correction of the Class II malocclusion. The treatment was also effective in correcting the overbite and overjet, and the molar relationship. The nasolabial angle was not affected by treatment, showing that orthopedic appliances did not significantly affect this variable. Finally, the analysis of the dental casts showed that the values of the PAR index presented a statistically significant reduction and remained stable at the long-term posttreatment. The percentage of improvement obtained with this therapy was of 81.78% and the percentage of relapse was of 4.90%. These data denote that Balters Bionator associated to the fixed appliances is an effective alternative for the treatment of the Class II, division 1 malocclusion.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2011-07-27
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.