• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Maristela Aparecida dos Santos da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2019
Orientador
Banca examinadora
Lauris, José Roberto Pereira (Presidente)
Bastos, Roosevelt da Silva
Peres, Sílvia Helena de Carvalho Sales
Rodrigues, Olga Maria Piazentin Rolim
Trettene, Armando dos Santos
Título em português
Trauma de face causado por agressão em idosos
Palavras-chave em português
Idoso
Trauma de face
Violência
Resumo em português
O trauma de face é uma das mais importantes causas de morbimortalidade em todo o mundo, porém no contexto geriátrico, o trauma de face pode ser considerado como sendo uma das lesões mais fatais, devido a sua proporcionalidade agressiva. Esse tipo de ocorrência nas pessoas idosas pode representar um problema de grande magnitude e transcendência. Maiormente , quando essa lesão foi provocada por violência (agressão física), mais ainda, se essa agressão foi desferida por uma pessoa da família. O objetivo desse estudo foi compreender a magnitude e dar visibilidade a violência sofrida pelas pessoas idosas nos atendimentos na Unidade de Urgência/Emergência do Pronto Socorro Municipal Central de Bauru, estado de São Paulo. Para alcançar um entendimento mais profundo desse contexto, buscouse efetuar uma caracterização sociodemográfica dos idosos vitimados por violência física. Além disso, foi necessário ainda realizar a categorização de um segundo o tipo de trauma, efetuando assim, a classificação de acordo com as circunstancias da violência contra os idosos. Optou-se pelo método observacional descritivo que constituiu o levantamento em torno de um universo de prontuários/fichas pertencentes a indivíduos com 60 anos ou mais idade, de ambos os gêneros, atendidos no período de 2012; 2013; 2015; 2016; 2017 e 2018. Resultando em 69 fichas e prontuários que abarcaram os objetivos desse estudo. Obteve-se os seguintes resultados: o período de maior violência 2012 34,8%; sendo mais agredido o gênero masculino (68,1%), na faixa etária de 60-65 anos de idade, 79,7% dos idosos chegaram acompanhados para o atendimento na unidade de urgência/emergência, em relação ao agressor, o filho foi responsável por 22,2%, e algum outro familiar por 26,1%; sendo que o trauma de face é o mais prevalente 71,0%, em outros casos, lesões mais ligadas na área de odontologia: trauma da face, trauma de crânio e trauma dentoalvelar 92,8% dos casos, e o método de agressão por pauladas ocorreu em 37,0% dos casos. A partir da aplicação do teste exato de Fisher nas associações; o estudo apontou que a agressão sem o uso de instrumento foi de 37,0% e a agressão com o uso de instrumento 63,0%, na associação do gênero e a agressão familiar, os homens foram os mais agredidos 68,8%, os mais agredidos, na correlação entre agressão familiar e faixa etária; foram aqueles acima de 70 anos (os idosos mais idosos) e para a agressão com o uso de instrumento os da faixa de 60-70 anos de idade. Verificou-se nesse estudo que a problemática da agressão é concentrada maiormente nas relações interpessoais entre os pais e filhos, o que pode dificultar ao idoso o acesso para buscar ajuda. A agressão tem seu início aos 60 anos e prossegue para com os idosos mais idosos.
Título em inglês
Face trauma caused because of aggression in elderly people
Palavras-chave em inglês
Elderly people
Face trauma
Violence
Resumo em inglês
The face trauma is one of the most important death causes all over the world, however in the geriatric context could be considered one of the most deadly injury due to its aggressive proportion. This kind of occurence in elderly people could represent a big magnitude and transcendence problem. The problem is even bigger, when this injury was induced to violence (physical aggression), moreover, if this injure was provoked by someone from the family. The goal of this study was understand the magnitude and promotes visibility of the violence that elderly people suffer in the Emergency care /Central Muncipal Emergêncy departamento from Bauru, São Paulo State. Searching to achive a deeper comprehension of this contexto.Thus, looked for execute a socialdemographic characterization of elderly people victimized gy physical aggression. In this context was searched also make a second injury kind categorising, getting the classification according the injury kind of violence against eldery people. Thinking about the search goal was chose the descriptive observational method that constituted the files gathering from 60 year old people or older, from both genders, seen in the period: 2012; 2013; 2015; 2016; 2017 e 2018. Resulting in 69 files that envolve the goal study. Following this perspective the was got the incoming results: the longer violence period was 2012 34,8%; in this data masculine gender is more attacked (68,1%), in the age group of 60-65 years old, 79,7% of elderly people arrived accompanied by for emergency care, in relation to the agressor, the son was responsible in 22,2%, and any other Family member was reponsible in 26,1% of the occurences, having as more prevailing face injury, 71,0%, the comum injuries are more related to odontological área: facial traume, crânio injury and avelarthooth 92,8% of the cases, besides the aggression for whack occured in 37,0% of the cases. From the Fisher´s precise test application in associations the study pointed that the aggression without instrument use was 37,0% and for the aggression with instrument use was 63,0%, in the gender association and familiar aggression, men were more attacked 68,8%, the more attacked ones in the familiar aggression correlation and age group were the 70 year old ones (the older elderly people) about aggression with instrument use occurs with the 60-70 year old elderly people. In this study was verify that the aggression problematic is bigger in interpersonal relationships between parentes and offsprings, and it difficults elderly people search for help acess. The aggression has its beginning in the 60 year old people and it keeps going with older elderly ones.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.