• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.25.2022.tde-13052022-105417
Documento
Autor
Nombre completo
Marcelo Vinicius Valerio
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Bauru, 2022
Director
Tribunal
Carreira, Daniela Gamba Garib (Presidente)
Freitas, Marcos Roberto de
Miguel, José Augusto Mendes
Valarelli, Fabrício Pinelli
Título en inglés
Long-term soft-tissue changes and profile attractiveness in class II subdivision malocclusion treatment with symmetric and asymmetric extractions
Palabras clave en inglés
Angle Class II malocclusion
Corrective orthodontics
Tooth extraction
Resumen en inglés
Class II subdivision malocclusion treatment with 4-symmetric and 3-asymmetric premolar extractions produce different soft-tissue outcomes. This discrepancy may lead to different final facial appearance and long-term soft-tissue behavior. Thus, this retrospective study aimed to compare the long-term soft-tissue changes and profile attractiveness of Class II malocclusion subdivision patients treated with 4- and 3- premolar extractions. Forty treated patients were divided according to the extraction protocol used into 2 groups: Group 1 comprised patients treated with extractions of 3 premolars, with pre- (T1), posttreatment (T2), and long-term posttreatment (T3) ages of 14.10 (SD=2.51), 17.01 (SD=2.82) and 24.50 (SD=4.38) years, respectively, with mean T2-T3 observational time of 6.90 (SD=1.21) years. Group 2 comprised patients treated with 4-premolar extractions, with pre-, posttreatment, ang long-term posttreatment ages of 13.10 (SD=1.22), 16.80 (SD=2.63) and 23.11 (SD=4.39) years, respectively, with mean T2-T3 observational time of 6.83 (SD=1.08) years. The number of female and male patients was the same in both groups: 13 and 7, respectively. T1-, T2- and T3 headfilms were digitized. Soft-tissue cephalometric tracings were performed at the three stages in the Dolphin Software®, according to the Legan-Burstone soft-tissue analysis. Androgenous silhouettes were created in the Adobe Photoshop® CS6 to T2 and T3 headfilms, and profile attractiveness evaluation was performed by laypeople and orthodontists. Treatment- and long-term posttreatment changes were compared between the groups with T- and Mann-Whitney tests. The influence of treatment protocol and the type of rater, and their interaction, in attractiveness evaluation was assessed with Two-Way-ANOVA tests at the T2 and T3 stages. Intragroup profile attractiveness over time was compared with paired-t tests. Significantly greater lower lip retraction (P=0.038) and mentolabial sulcus depth reduction (P=0.010) were observed in the group 2, with treatment (T2-T1). Intergroup long-term soft-tissue changes were similar. There were similar inter- and intragroup profile attractiveness at both stages, and the type of rater did not influence in the evaluation. Class II subdivision malocclusion patients treated with 4-symmetric extractions present greater lower lip retrusion and mentolabial sulcus depth reduction than those treated with 3-asymmetric premolar extractions. The posttreatment longterm soft-tissue changes and the profile attractiveness at debonding and in the longterm were similar between the groups.
Título en portugués
Alterações tegumentares e atratividade do perfil em longo prazo no tratamento da má oclusão de classe II subdivisão com extrações simétricas e assimétricas
Palabras clave en portugués
Extração dentária
Má oclusão de Classe II de Angle
Ortodontia corretiva
Resumen en portugués
O tratamento da má oclusão de Classe II subdivisão com extrações simétricas e assimétricas produz alterações diferentes no tecido mole. Isto pode resultar em diferenças na aparência facial ao final do tratamento e nas alterações faciais em longo prazo. Assim, o objetivo deste estudo retrospectivo foi comparar as alterações de tecido mole e a atratividade facial em longo prazo de pacientes com Classe II subdivisão inicial completa tratados com extrações simétricas e assimétricas de 4 e 3 pré-molares, respectivamente. Quarenta pacientes tratados foram divididos em 2 grupos de 20, de acordo com o protocolo de tratamento utilizado: Grupo 1 incluiu pacientes tratados com extrações de 3 pré-molares, com idades inicial (T1), final (T2) e em longo prazo (T3) de 14,10 (DP=2,51), 17,01 (DP=2,82) e 24,50 (DP=4,38) anos, respectivamente, com tempo observacional em longo prazo de 6,90 (DP = 1.21) anos. O Grupo 2 incluiu pacientes tratados com extrações de 4 pré-molares, com idades inicial, final e em longo prazo de 13,10 (DP=1,22), 16,80 (DP=2,63) e 23,11 (DP=4,39), respectivamente, com tempo de observação em longo prazo de 6,83 (DP=1,08) anos.Ambos os grupos contavam com 13 pacientes do sexo feminino e 7 do sexo masculino. Telerradiografias finais e de longo prazo foram digitalizadas. Traçados cefalométricos dos tecidos moles foram feitos no programa Dolphin Software®, seguindo-se a análise de tecidos moles de Legan-Burstone. As telerradiografias finais e de longo prazo foram exportadas para o programa Adobe Photoshop CS6, onde silhuetas dos perfis foram criadas para avaliação da atratividade do perfil por leigos e ortodontistas. As alterações dos tecidos moles ocorridas com o tratamento e no período pós-tratamento foram comparadas entre os grupos com testes T e Mann- Whitney. A influência do protocolo de extração e do tipo de avaliador, bem como a interação entre ambos, nas notas da atratividade do perfil foi avaliada com o teste de ANOVA-a-dois-critérios, ao final e em longo prazo. A atratividade do perfil ao final e em longo prazo também foi comparada intragrupo, em ambos os grupos, com o teste t pareado. O grupo tratado com extrações de 4 pré-molares apresentou retrusão do lábio inferior (P=0,038) e redução da profundidade do sulco mentolabial (P=0,010) significativamente maiores que o grupo tratado com 3 extrações. Em longo prazo, as alterações dos tecidos moles foram semelhantes em ambos os grupos. A atratividade do perfil foi semelhante entre os grupos em ambos os estágios, e o tipo de avaliador não influenciou nas notas da atratividade. A atratividade foi semelhante nas análises intragrupos, entre os estágios. Pacientes com má oclusão de Classe II subdivisão inicial tratados com extrações de 4 pré-molares apresentam retrusão do lábio inferior e redução do sulco mentolabial significativamente maiores que aqueles tratados com extrações de 3 pré-molares. As alterações de tecidos moles em longo prazo, bem como a atratividade do perfil ao final e em longo prazo foram semelhantes entre os grupos.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Ha ficheros retenidos debido al pedido (publicación de datos, patentes o derechos autorales).
Fecha de Liberación
2024-04-11
Fecha de Publicación
2022-05-18
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.