• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.25.2019.tde-04102021-093137
Documento
Autor
Nome completo
Gustavo Chab Pistelli
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2019
Orientador
Banca examinadora
Bastos, Roosevelt da Silva (Presidente)
Carrara, Cleide Felicio de Carvalho
Ferreira, Fernando Pedrin Carvalho
Silva, Thiago Cruvinel da
Título em português
Mordida Aberta Anterior em crianças e adolescentes no Brasil em 2010: um estudo multinível
Palavras-chave em português
Desigualdade
Epidemiologia
Mordida aberta anterior
Prevalência
Resumo em português
As más oclusões são problemas de saúde bucal de interesse do Sistema Único de Saúde (SUS), que tem procurado atender a essa necessidade. Verificar se há associação entre a mordida aberta anterior (MAA) aos 5 anos, MAA moderada/grave aos 12 e 15 a 19 anos com variáveis contextuais, individuais, epidemiológicas bucais e de acesso a serviço. As informações foram coletadas do banco de dados do levantamento nacional do Projeto SB Brasil 2010. A MAA foi a variável dependente para crianças de 5 anos e a MAA moderada ou grave (acima de 2 mm) para 12 e 15 a 19 anos. As variáveis independentes foram: contextuais - região do Brasil, IDH-M e Índice de Gini; individuais - idade, sexo, cor da pele fornecida pelos pais ou responsáveis ou autorreferida, renda e escolaridade; clínicas ceo-d, CPOD e seus componentes, e de acesso a serviço (local, período e motivo da última consulta). Foi realizada regressão simples entre a variável dependente MAA ou MAA moderada/grave e as variáveis independentes (p<0,05). A regressão logística foi realizada com variáveis independentes de forma hierárquica pela técnica backward stepwise (p<0,05). Foram utilizados dados de 6.419 crianças de 5 anos, 6.897 crianças de 12 anos e 5.445 adolescentes de 15 a 19 anos, apresentando respectivamente 706 (11%) com MAA, 335 (4,9%) e 325 (6,7%) com MAA moderada/grave. A regressão logística ajustada aos 5 anos de idade, apresentou associação entre a MAA e as regiões Sul (OR=1,320; p=0,03), Centro-Oeste (OR=1,450; p=0,001) e Norte (OR=1,896; p=0,001), índice de Gini intermediário (OR=1,280 p=0,025) e baixo (OR=1,289; p=0,023), chave de canino classe II (OR=1,980; p=0,001) e III (OR=2,082; p=0,001) e sobressaliência aumentada (OR=6,969; p=0,001), topo a topo (OR=5,216; p=0,001) e cruzada anterior (OR=6,639; p=0,001). A regressão logística ajustada, aos 12 anos, apresentou como preditores a região Nordeste e Sudeste (OR=0,482; p=0,03/ OR=0,577; p=0,013), Índice de Gini intermediário (OR=0,637; p=0,03), mais de 3 dentes cariados e (OR=1,7; p=0,001) restaurados com cárie (R=4,509; p=0,003). A regressão logística simples de 15 a 19 anos apresentou associação entre MAA moderada/grave com a região Centro-Oeste (OR 1,513; p=0,028), com o ano correto de estudo (OR=0,690; p=0,021), renda familiar entre R$ 501,00 e R$ 1500,00 (OR=1,661; p=0,044), Índice CPOD (3 ou maior; OR=2,572; p=0,001) e procura por extração (OR=2,121; p=0,001). A mordida aberta moderada a grave é um problema de saúde pública no Brasil e está associada a desigualdade social e a necessidade de tratamento odontológico.
Título em inglês
Palavras-chave em inglês
Epidemiology
Open bite
Prevalence
Social inequity
Resumo em inglês
The malocclusions are oral health problems of interest to the Unified Health System (SUS), which has sought to meet this need. To verify if there is an association between the anterior open bite (AOB) at 5 years, moderate / severe AOB at 12 and 15 to 19 years with contextual, individual, oral epidemiological and access to service variables. The information was collected from the database of the national survey of Project SB Brazil 2010. The AOB was the dependent variable for children aged 5 years and moderate or severe AOB (above 2 mm) for 12 and 15 to 19 years. The independent variables were: contextual - region of Brazil, HDI-M and Gini Index; individual - age, sex, skin color provided by parents or guardians or self-referenced, income and schooling; clinics - ceo-d, CPOD and its components, and access to service (location, period and reason for the last visit). Simple regression was performed between the AOB or moderate / severe AOB variable and the independent variables (p <0.05). The logistic regression was performed with independent variables in a hierarchical manner by the backward stepwise technique (p <0.05). Data from 6,419 5-year-old children, 6,897 12-year-old children and 5,445 adolescents aged 15 to 19 years old were used, presenting respectively 706 (11%) with AOB, 335 (4.9%) and 325 (6.7%) with moderate / severity AOB. The logistic regression adjusted at 5 years of age showed an association between AOB and the South (OR = 1.320, p = 0.03), Central West (OR = 1.450, p = 0.001) and North (OR = 1.896; p = 0.008), intermediate Gini index (OR = 1.280 p = 0.025) and low (OR = 1.289, p = 0.023), canine class II (OR = 1.980, p = 0.001) and III (OR = 2.082; (OR = 5.216, p = 0.001) and cross-over (OR = 6.639, p = 0.001), and increased overhang (OR = 6.969, p = 0.001). The adjusted logistic regression at 12 years presented as predictors the Northeast and Southeast regions (OR = 0.482, p = 0.03 / OR = 0.577, p = 0.013), Intermediate Gini index (OR = 0.637, p = 0, 03), more than 3 decayed teeth and (OR = 1,7, p = 0.001) restored with caries () R = 4.509; p = 0.003). The simple logistic regression between 15 and 19 years showed an association between moderate / severe AOB with the Center-West region (OR 1,513, p = 0.028), with the correct year of study (OR = 0.690, p = 0.021), family income between (OR = 1.661, p = 0.044), CPOD index (3 or greater, OR = 2,572, p = 0.001) and extraction demand (OR = 2.121, p = 0.001). Moderate to severe open bite is a public health problem in Brazil and is associated with social inequality and the need for dental treatment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GustavoChabPistelli.pdf (773.68 Kbytes)
Data de Publicação
2021-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.