• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
https://doi.org/10.11606/D.25.2021.tde-01122021-103604
Document
Author
Full name
Ronald Andres Chuquimarca Loor
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Bauru, 2021
Supervisor
Title in English
Applicability of the Willems method of estimation of dental age for the population of Brazil
Abstract in English
Introduction: Dental development is used to assess maturity and predict dental age in the dental clinic. This information helps in diagnosis, planning and treatment. To verify the dental development of 76 untreated children between 6 and 13 years of age, they were evaluated using the Demirjian Method or Willem's technique, using 76 panoramic radiographs from the collection of the orthodontic discipline of the Faculty of Dentistry of Bauru - University of São Paulo. In the absence of studies in South America using this technique, the study was carried out so that children were classified by sex and age, to estimate dental age and to compare it with chronological age and to describe the formation of permanent mandibular teeth in Brazilian population. Objective: To evaluate the applicability of the Willems dental age estimation method in untreated Brazilian youngsters aged 6 to 13 years using panoramic radiographs, quantifying the variations between chronological ages. Material and Methods: The sample consisted of 76 panoramic radiographs of untreated youngsters from the collection of Discipline of Orthodontics, Faculty of Dentistry of Bauru, divided into two groups: group 1, retrospective sample consisting of 44 panoramic radiographs between 6 and 13 years old for women, and group 2, a retrospective sample consisting of 32 panoramic radiographs between 6 and 13 years old for men. The dependent t test was used to assess the systematic error and the Dahlberg formula for the casual error. The normal distribution of the samples was assessed by the test t for paired groups, followed by the Mann-Whitney test. Conclusion: Dental age, according to the method of Willem et al, proved not to be a good indicator of chronological age, giving us an overestimation in our sample, which can be considered a partial invalid test in the population of Brazilians, both sexes.
Title in Portuguese
Aplicabilidade do método Willems de estimativa de idade dentária para uma população de brasileiros
Abstract in Portuguese
Introdução: O desenvolvimento dentário é usado para avaliar a maturidade e prever a idade dental, na clínica odontológica. Esta informação ajuda no diagnóstico, planejamento e tratamento. Para verificar o desenvolvimento dentário de 76 crianças não tratadas entre 6 e 13 anos de idade, foram avaliados pelo Método Demirjian ou método de Willems, mediante 76 radiografias panorâmicas do acervo da disciplina de ortodontia da Faculdade de Odontologia de Bauru Universidade de São Paulo. Na ausência de estudos na América do Sul sob esta técnica, o estudo foi realizado para que as crianças fossem classificadas por sexo e idade, para a estimativa da idade dentária e comparação com a idade cronológica e para a descrição da formação dos dentes permanentes mandibulares na população de brasileiros. Objetivo: Avaliar a aplicabilidade do método de estimativa da idade dental de Willems em jovens brasileiros não tratados de 6 a 13 anos mediante radiografias panorâmicas, quantificando as variações entre as idades cronológicas. Material e Métodos: A amostra consistiu de 76 radiografias panorâmicas de jovens não tratados do acervo de Disciplina de Ortodontia da Faculdade de Odontologia de Bauru, divididos em dois grupos: grupo 1, amostra retrospectiva composta por 44 radiografias panorâmicas entre 6 e 13 anos para mulheres, e o grupo 2, amostra retrospectiva composta por 32 radiografias panorâmicas entre 6 e 13 anos para homens. Para avaliar o erro sistemático utilizou-se o teste t dependente e para o erro casual a fórmula de Dahlberg. A distribuição normal das amostras foi avaliada pelo teste t para grupos pareados, seguida do teste de Mann-Whitney. Conclusão: A idade dentária, segundo o método de Willems, não se revelou um bom indicador da idade cronológica, dandonos uma superestimativa em nossa amostra, o que pode ser considerado um teste parcialmente inválido na população de brasileiros de ambos os sexos.Introdução: O desenvolvimento dentário é usado para avaliar a maturidade e prever a idade dental, na clínica odontológica. Esta informação ajuda no diagnóstico, planejamento e tratamento. Para verificar o desenvolvimento dentário de 76 crianças não tratadas entre 6 e 13 anos de idade, foram avaliados pelo Método Demirjian ou método de Willems, mediante 76 radiografias panorâmicas do acervo da disciplina de ortodontia da Faculdade de Odontologia de Bauru Universidade de São Paulo. Na ausência de estudos na América do Sul sob esta técnica, o estudo foi realizado para que as crianças fossem classificadas por sexo e idade, para a estimativa da idade dentária e comparação com a idade cronológica e para a descrição da formação dos dentes permanentes mandibulares na população de brasileiros. Objetivo: Avaliar a aplicabilidade do método de estimativa da idade dental de Willems em jovens brasileiros não tratados de 6 a 13 anos mediante radiografias panorâmicas, quantificando as variações entre as idades cronológicas. Material e Métodos: A amostra consistiu de 76 radiografias panorâmicas de jovens não tratados do acervo de Disciplina de Ortodontia da Faculdade de Odontologia de Bauru, divididos em dois grupos: grupo 1, amostra retrospectiva composta por 44 radiografias panorâmicas entre 6 e 13 anos para mulheres, e o grupo 2, amostra retrospectiva composta por 32 radiografias panorâmicas entre 6 e 13 anos para homens. Para avaliar o erro sistemático utilizou-se o teste t dependente e para o erro casual a fórmula de Dahlberg. A distribuição normal das amostras foi avaliada pelo teste t para grupos pareados, seguida do teste de Mann-Whitney. Conclusão: A idade dentária, segundo o método de Willems, não se revelou um bom indicador da idade cronológica, dandonos uma superestimativa em nossa amostra, o que pode ser considerado um teste parcialmente inválido na população de brasileiros de ambos os sexos.
 
Release Date
2023-12-01
Publishing Date
2021-12-01
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2022. All rights reserved.