• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.25.2020.tde-25102021-160725
Documento
Autor
Nome completo
Paula Martins Said
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2020
Orientador
Banca examinadora
Abramides, Dagma Venturini Marques (Presidente)
Lopes, Natália Barreto Frederigue
Ribas, Mariani da Costa
Verdu, Ana Claudia Moreira Almeida
Título em português
Contributos da musicalização infantil no desenvolvimento das habilidades perceptivas, cognitivas e sociais em crianças com implante coclear
Palavras-chave em português
Aprendizado Musical
Cognição
Habilidades Sociais
Implante Coclear
Música
Percepção
Resumo em português
Objetivos: Realizar uma revisão sistemática com o intuito de analisar os benefícios das abordagens musicais em crianças e adolescentes usuários de implante coclear (Estudo 1) e investigar o efeito da Musicalização Infantil sobre o repertório de habilidades perceptivas, cognitivas e sociais em crianças com implante coclear (IC) entre 06 e 10 anos de idade (Estudo 2). Métodos: Para isso foi realizada uma busca bibliográfica nas bases de dados para pesquisa de artigos científicos indexados em abril de 2020, sem limite de data ou idioma. Buscamos por estudos clínicos randomizados, que incluíssem pelo menos um dos nossos desfechos primários ou secundários, afim de usar a diferença média para dados contínuos, com intervalos de confiança de 95%, e usar o modelo estatístico de efeitos aleatórios quando as estimativas de efeito de dois ou mais estudos pudessem ser combinadas em uma meta-análise (Estudo 1). Para o Estudo 2 foram selecionados para o presente estudo 10 sujeitos com IC, ambos os sexos, faixa etária de 06 a 10 anos, que formaram o grupo experimental. Este foi um estudo clínico randomizado que foi adotado por envolver a condição experimental permitindo múltiplas comparações, onde todos os sujeitos participaram de um semestre de aulas de musicalização infantil e foram avaliados quatro vezes, dois meses antes do início, no início, no meio e ao final da coleta, por meio do Sistema de Avaliação de Habilidades Sociais (SSRS), Inventário multimídia de habilidades sociais (IMHS), Teste de Classificação de Cartas de Wisconsin (WCST) e Escala de Bem-estar e Envolvimento, utilizado para avaliar os sujeitos durante as aulas, que foram gravadas e foram avaliadas por três juízes (educadores musicais externos a coleta), pré e pós intervenção. As Educadoras Musicais envolvidas na coleta também avaliaram os sujeitos durante e após o término da coleta, por meio do diário de classe. O teste de Kappa de Fleiss verificou a confiabilidade intrajuizes nas análises da escala de bem-estar e envolvimento e para avaliar os dados gerados pelo referido instrumento foi utilizado o Teste de Wilcoxon. Para comparação das múltiplas avaliações dos outros instrumentos foi utilizado o Teste ANOVA para análise de variância de medidas repetidas. (p<0,05). Para a revisão sistemática, seguiu-se as diretrizes para elaboração de revisões sistemáticas do PRISMA e a mesma foi registrada no PROSPERO. Resultados: No Estudo 1 não foram encontrados estudos clínicos randomizados que utilizassem abordagens musicais em crianças e adolescentes usuários de implante coclear. Os resultados do Estudo 2 apontam que houve melhora estatisticamente significativa no SSRS-M no escore global e nos fatores, responsabilidade, desenvoltura social e civilidade e nos problemas de comportamento externalizantes e escore global. SSRS-P no escore global, autocontrole, assertividade e desenvoltura social, afetividade e cooperação e nos problemas de comportamento externalizantes, hiperatividade e no escore global, bem como na competência acadêmica. O IMHS apresentou diferença estatisticamente significante na assertividade e enfrentamento-habilidoso, habilidoso passivo e Participação Não Habilidoso Passivo. O WSCT apontou significância no nível conceitual, categorias completadas, número de ensaios e aprendendo a aprender. O teste de Wilcoxon apontou diferença estatisticamente significante na visão dos juízes na escala de bem-estar e envolvimento. No que se refere a revisão sistemática, não foram encontrados estudos clínicos randomizados que pudessem ser incluídos na mesma. Conclusão: Não foram encontradas evidências disponíveis de estudos clínicos randomizados para embasar o julgamento sobre a eficácia das abordagens musicais em crianças e adolescentes usuários de implante coclear (Estudo 1). O Estudo 2 mostrou que crianças usuárias de implante coclear, expostas a Musicalização Infantil, obtiveram melhora no repertório de Habilidades Cognitivas (funções executivas), Sociais (responsabilidade, afetividade, cooperação, assertividade, desenvoltura social, civilidade, autocontrole, enfrentamento e participação) com redução de problemas de comportamento externalizantes e hiperatividade e incremento da competência acadêmica. No que se refere aos níveis de bem-estar e envolvimento, também houve melhora estatisticamente significante.
Título em inglês
Contributions of musicalization in the development of perceptual, cognitive and social skills in children with cochlear implants
Palavras-chave em inglês
Cochlear implant
Cognition
Music
Music Trainning
Perception
Social skills
Resumo em inglês
Objectives: Conduct a systematic review in order to analyze the benefits of musical approaches in children and adolescents using cochlear implants (Study 1) and investigate the effect of Child Musicalization on the repertoire of perceptual, cognitive and social skills in children with cochlear implants (HF) between 06 and 10 years of age (Study 2). Methods: For this, a bibliographic search was carried out in the databases to search for scientific articles indexed in April 2020, without date or language limit. We searched for randomized clinical studies, which included at least one of our primary or secondary outcomes, in order to use the mean difference for continuous data, with 95% confidence intervals, and to use the statistical model of random effects when the effect estimates of two or more studies could be combined in a meta-analysis (Study 1). For Study 2, 10 subjects with HF were selected for the present study, both sexes, aged from 06 to 10 years old, who formed the experimental group. This was a randomized clinical study that was adopted because it involves the experimental condition allowing multiple comparisons, where all subjects participated in one semester of children's music classes and were evaluated four times, two months before the beginning, at the beginning, in the middle and at the end of the collection, through the Social Skills Assessment System (SSRS), Multimedia Social Skills Inventory (IMHS), Wisconsin Card Classification Test (WCST) and Well-Being Scale to be and Involvement, used to evaluate the subjects during the classes, which were recorded and evaluated by three judges (music educators external to the collection), pre and post intervention. The Musical Educators involved in the collection also evaluated the subjects during and after the end of the collection, through the class diary. The Kappa de Fleiss test verified intra-juvenile reliability in the analysis of the well-being and involvement scale and the Wilcoxon test was used to assess the data generated by the instrument. To compare the multiple assessments of the other instruments, the ANOVA test was used to analyze the variance of repeated measures. (p <0.05). For the systematic review, the guidelines for the preparation of systematic reviews of PRISMA were followed and it was registered in PROSPERO. Results: At the Study 1, no randomized clinical studies were found using musical approaches in children and adolescents using cochlear implants. The results of Study 2 show that there was a statistically significant improvement in the SSRS-M in the global score and in the factors, responsibility, social resourcefulness and civility and in the externalizing behavior problems and the global score. SSRS-P in the global score, self-control, assertiveness and social resourcefulness, affectivity and cooperation and in externalizing behavior problems, hyperactivity and in the global score, as well as in academic competence. The IMHS showed a statistically significant difference in assertiveness and skillful coping, skillful passive and Participation - Not Skilled Passive. The WSCT pointed out significance at the conceptual level, completed categories, number of essays and learning to learn. The Wilcoxon test showed a statistically significant difference in the judges' view on the scale of well-being and involvement. Regarding the systematic review, no randomized clinical studies were found that could be included in the review. Conclusion: We conclude that there is no evidence available from randomized clinical studies to base a judgment on the effectiveness of musical approaches to children and adolescents using cochlear implants (Study 1). Study 2 shows us that children using cochlear implants exposed to Children's Musicalization, showed improvement in the Cognitive Skills: executive functions and Social Skills: responsibility, affectivity, cooperation, assertiveness, social resourcefulness, civility, self-control, coping and participation, externalizing behavior problems and hyperactivity, academic competence, well-being and involvement.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PaulaMartinsSaid_REV.pdf (865.72 Kbytes)
Data de Publicação
2021-10-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.