• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.25.2020.tde-04102021-103106
Documento
Autor
Nome completo
Pâmela Aparecida Medeiros Moreira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2020
Orientador
Banca examinadora
Brasolotto, Alcione Ghedini (Presidente)
Gama, Ana Cristina Cortes
Godoy, Juliana Fernandes
Silverio, Kelly Cristina Alves
Título em português
Evolução da terapia de voz para idosos com e sem estimulação elétrica neuromuscular
Palavras-chave em português
Distúrbios da voz
Estimulação elétrica
Treinamento vocal
Resumo em português
Introdução: O declínio da qualidade vocal, que ocorre durante a fase da senescência, impacta diretamente no convívio social e na qualidade de vida dos idosos. As terapias vocais para idosos com foco na fisiologia do exercício e estimulação elétrica neuromuscular possuem potencial para promover ajustes fisiológicos, a fim de melhorar os déficits causados pelo envelhecimento. De maneira geral, encontramos avaliações nos momentos anteriores e após as terapias, porém, raros são os estudos que analisam a evolução diária das terapias que podem contribuir para a compreensão dos efeitos durante a aplicação dos procedimentos. Objetivo: Analisar a evolução diária dos aspectos perceptivoauditivos da voz de idosos submetidos à terapia com progressão de intensidade e frequências vocais e duração do tempo de fonação, além de verificar se há diferenças quando a terapia é realizada com ou sem estimulação elétrica associada. Métodos: Este projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Odontologia de Bauru, sob o parecer número 2.576.172. Trata-se de um estudo de análise prospectiva, randomizado e cego, onde três juízes fonoaudiólogos foram responsáveis por analisar a qualidade vocal de vozes de 30 idosos com queixa vocal e características de presbilaringe, divididos em dois grupos: grupo que recebeu apenas a terapia com progressão de intensidade e de frequência vocal e de duração do tempo de fonação (GT); e outro grupo que recebeu a mesma terapia associada à estimulação elétrica neuromuscular (GT+E), utilizando o aparelho VitalStim®. Foram comparados os momentos antes e depois de cada uma das 12 sessões terapêuticas, considerando análise perceptivoauditiva dos parâmetros grau geral, rugosidade, soprosidade e projeção vocal da vogal sustentada e da fala encadeada. Para a análise estatística foram utilizados os testes de coeficiente de correlação intraclasse, que foi aplicado para mensurar a força da confiabilidade inter e intra-avaliador, bem como foi utilizada a Análise de variância com três fatores e teste Tukey (p<0,05). Resultados: Os valores do momento pós foram menores que os do pré, com diferença estatística significativa, considerando todos os grupos e todas as sessões, nos parâmetros: Grau geral para fala encadeada e vogal sustentada; soprosidade para a vogal; e projeção prejudicada para vogal e fala encadeada; no grupo GT>GT+E nos parâmetros de soprosidade da fala encadeada e projeção vocal da vogal. Na comparação entre os grupos foi observado: GTGTpós para o parâmetro grau geral da vogal; e na interação momento/sessão, no parâmetro projeção vocal prejudicada, T1 pré>T1 pós, T3pós, T7pós, T11pré e T11pós. Conclusão: A projeção vocal foi o parâmetro que indicou a evolução por sessões, uma vez que houve melhor projeção vocal no momento pós de diversas sessões em relação ao momento pré da T1, além de ter sido o único parâmetro a indicar melhora específica em sessões pré, isto é, T11 melhor do que T1. Considerando os dois grupos conjuntamente e o total de sessões, houve diminuição dos valores dos parâmetros de grau geral, soprosidade e projeção vocal no momento pós. Não houve diferenças na evolução terapêutica quando o tratamento vocal em idosos foi realizado com ou sem estimulação elétrica associada.
Título em inglês
Evolution of voice therapy for elderly with and without neuromuscular electrical stimulation
Palavras-chave em inglês
Electrical stimulation
Vocal training
Voice disorders
Resumo em inglês
Introduction: The decline in vocal quality that occurs during the senescence stage directly impacts the elderly's social interaction and quality of life. Vocal therapies for elderly focused on exercise physiology and neuromuscular electrical stimulation have the potential to promote physiological adjustments to improve deficits caused by aging. In general, evaluations in pre and post-therapies are found, but there are few studies that analyze the daily evolution of therapies that can contribute to the understanding of effects during the application of procedures. Objective: To analyze daily evolution of the auditory-perceptual aspects of voice for elderly persons that underwent therapy with progression of vocal intensity and frequency and duration of phonation time, as well as to check whether there are differences when therapy is conducted with or without associated electrical stimulation. Methods: This project was approved by the Research Ethics Committee of the Bauru School of Dentistry, under number 2.576.172. This is a prospective, randomized, blinded study, in which three speech therapist judges were responsible for analyzing the vocal quality of voices from 30 elderly persons with vocal complaints and presbylarynx characteristics divided into two groups, a group that received only therapy with progression in vocal intensity and frequency and duration of phonation time (TG) and another group that received the same therapy associated with neuromuscular electrical stimulation (TG+E), using the VitalStim® device. Moments before and after each of the 12 therapeutic sessions were compared, considering auditory-perceptual analysis of the parameters of general degree, roughness, breathiness and vocal projection of the sustained vowel and continuous speech. The intraclass correlation coefficient test was used for the statistical analysis, which was applied to measure the strength of inter and intra rater reliability, as well as the analysis of variance with three factors and Tukey test (p<0.05). Results: Significant differences were found in the pre>post moment, regarding all groups and all sessions, in the parameters of general degree for continuous speech and sustained vowel, breathiness for vowel and impaired projection for vowel and continuous speech; in the TG>TG+E group of the breathiness parameters of continuous speech and vocal projection of vowel, in the TG TGpost for the parameter of general degree of the vowel; and in the moment/session, in the impaired parameter of vocal projection, T1 pre>T1 post, T3 post, T7 post, T11 pre and T11 post. Conclusion: The vocal projection was the parameter that indicated the evolution by sessions, because there was a better vocal projection after several sessions in relation to the pre-T1 moment, besides being the only parameter to indicate specific improvement in pre-sessions: T11 better than T1; regarding the two groups together and the total number of sessions, there was a decrease in values of the parameters of general degree, breathiness and vocal projection at the post-moment. There were no differences in therapeutic evolution when vocal treatment in elderly was conducted with or without associated electrical stimulation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2023-10-04
Data de Publicação
2021-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.