• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.25.2017.tde-03052017-180117
Documento
Autor
Nombre completo
Taísa Giannecchini Gonçalves de Souza
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Bauru, 2016
Director
Tribunal
Maximino, Luciana Paula (Presidente)
Capellini, Simone Aparecida
Cattoni, Débora Martins
Hage, Simone Rocha de Vasconcellos
Título en portugués
Programa de intervenção práxico-produtivo para crianças com transtorno fonológico
Palabras clave en portugués
Estudos de intervenção
Fala
Habilidade motora
Músculos
Sistema estomatognático
Transtorno da articulação
Resumen en portugués
A fala é definida como a representação motora da Linguagem, a partir da coordenação de três processos neurológicos: organização de conceitos, formulação e expressão simbólica; programação do ato motor envolvido na produção da fala e a sua própria produção motora. O controle motor da fala, que ordena a contração muscular para a sua execução de praxias, inclui o planejamento, a preparação de movimentos e a execução de planos, com vistas a contrações musculares e deslocamentos de estruturas que culminarão na articulação da fala. Os trabalhos científicos nacionais e internacionais vislumbram um novo campo de atuação fonoaudiológica para o trabalho com a fala alterada, com a estimulação da praxias não verbais. Os objetivos deste trabalho centram-se na elaboração de um Programa de Intervenção Práxico-produtivo e aplicação em crianças com transtorno fonológico, para verificar sua aplicabilidade na clínica fonoaudiológica. O trabalho foi dividido em 2 etapas. A 1ª etapa contou com a revisão, na bibliografia nacional e internacional, do tratamento dado às praxias orais e não verbais e suas aplicações clínicas no âmbito fonoaudiológico, por meio de busca nas bases de dados PubMed, Lilacs e Scielo. Os artigos mostraram que a praxia não verbal pode ser estimulada para o trabalho clínico com a fala, no entanto, não há descrição do trabalho fonoaudiológico, tampouco um detalhamento de exercícios em sequência que poderiam ser usados. Nenhum artigo referiu o modo pelo qual as praxias não verbais deveriam ser trabalhadas, nem mesmo como se deve estimular a programação motora para a fala. Baseados nessa revisão, este estudo propôs um programa de estimulação das praxias não verbais de lábios e língua e dos aspectos fonológicos em 12 sessões pré-determinadas. Após elaboração do programa, aplicouse o material em 12 crianças, com idades entre 6 e 8 anos, com transtorno fonológico, que se enquadravam nos critérios de inclusão do estudo, para mostrar sua aplicabilidade na clínica. Os resultados apontaram melhora da realização da fala em todos os sujeitos, no tempo estipulado pelo instrumento, com escores superiores nas provas avaliativas de fonologia e praxias orais pós-intervenção, quando comparadas aos scores da pré-intervenção. O Programa de Intervenção Práxico-produtivo mostrou-se útil, simples, de fácil aplicação pelo fonoaudiólogo e de bom entendimento pelos participantes, com respostas favoráveis à aquisição dos fonemas.
Título en inglés
Praxis-productive intervention program for children with phonological disorder
Palabras clave en inglés
Articulation disorder
Intervention studies
Motor skill
Muscles
Speech
Stomatognathic system
Resumen en inglés
Speech is defined as the motor representation of language from the coordination of three neurological processes: organization of concepts, formulation and symbolic expression; programming of motor act involved in speech production and its own motor production. The speech motor control, which orders the muscle contraction for its execution, includes the planning, preparation of movements and execution of plans, with a view to muscle contractions and movements of structures that will culminate in speech. National and international scientific papers envision a new field of speech therapy to work with altered speech with the stimulation of non-verbal praxis. The objectives of the present study focuses on the development of a Program of Praxis- Productive Intervention and its application in children with phonological disorder in order to verify its usability in speech therapy. The study was defined in 2 parts. The 1st stage included a review of the national and international literature for the treatment of oral and non-verbal praxis and its clinical applications in the area of speech by searching in the PubMed, Lilacs and Scielo databases. The articles showed that nonverbal praxis can be stimulated for clinical work with speech, however, there is no description of speech therapy work, nor a breakdown of exercises in sequence that could be used. No article referred to the way in which non-verbal praxis should be worked, not even how to stimulate motor programming for speech. Based on this review, the present study proposed a stimulation program of non-verbal praxis of the lips and tongue and the phonological aspects in 12 predetermined sessions. After drawing up the program, the material was applied to 12 children, aged between 6 and 8 years with phonological disorder that met the inclusion criteria of the study in order to show their applicability in practice. The results showed improvement in the realization of Speech in all subjects at the time stipulated by the instrument, with higher scores on the evaluative evidence of Phonology and Oral Praxis post-intervention compared to the scores of pre-intervention. The Praxis-productive intervention program was useful, simple, easy to apply by the speech patologist and had a good understanding by the participants with favorable responses for the acquisition of phonemes.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2017-05-11
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.