• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.25.2020.tde-01102021-161101
Documento
Autor
Nome completo
Maria Carolina Ferreira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2020
Orientador
Banca examinadora
Mondelli, Maria Fernanda Capoani Garcia (Presidente)
Antonio, Ligia Subitoni
Feniman, Mariza Ribeiro
Zambonato, Ticiana Cristina de Freitas
Título em português
Utilização do treinamento auditivo como intervenção para indivíduos com zumbido
Palavras-chave em português
Estimulação acústica
Perda auditiva
Zumbido
Resumo em português
O zumbido é um sintoma descrito como uma percepção sonora que pode acometer uma parcela significativa da população, sendo considerado como um problema de saúde pública, devido as suas negativas consequências na qualidade de vida do indivíduo. Avaliou-se os efeitos do treinamento auditivo (TA) como intervenção para indivíduos com queixa de zumbido quanto à severidade do sintoma e as suas características psicoacústicas. Foram selecionados adultos com queixa de zumbido associada ou não à perda auditiva sensorioneural bilateral, de grau leve à moderado. Foram realizadas as seguintes avaliações antes e após a realização do TA: Tinnitus Handicap Inventory (THI), a Escala Visual Analógica (EVA), Nível Mínimo de Mascaramento (NMM), audiometria de altas frequências (AAF), acufenometria e TA em todos os pacientes. Os participantes da pesquisa foram orientados a realizar o TA em casa, por no mínimo 20 minutos e no máximo 30 minutos, durante cinco dias consecutivos na semana (uma vez por dia), ao total de quatro semanas, por meio do Portal Afinando o Cérebro. Foram incluídos na pesquisa 23 indivíduos, alocados em dois grupos (G1 e G2). O G1 foi composto por 15 indivíduos, sem perda auditiva e que realizaram o TA. O G2 foi composto por oito indivíduos que apresentavam perda auditiva sensorioneural bilateral, adaptados com AASI miniretroauricular conforme as características de cada indivíduo, após a adaptação, iniciaram o TA em casa. A média de idade dos indivíduos do G1 foi de 51,73±13,11 e do G2 de 72,13±8,94. Apenas o G2 apresentou achados estatisticamente significantes, na avaliação com o THI e EVA, nos instantes pré e pós intervenção com TA. Quanto às medidas psicoacústicas, foram encontradas diferenças significativas na comparação entre os grupos. As diferenças estatisticamente significantes encontradas neste estudo revelaram resultados mais favoráveis ao grupo com intervenção combinada (G2) na análise do THI e EVA, nos instantes pré e pós TA, sendo que os resultados das mensurações psicoacústicas não mostraram diferenças significativas quanto ao uso do TA como intervenção, desta forma, as diferenças encontradas não foram suficientes para afirmar que o TA traz benefícios quando utilizado como intervenção para o zumbido.
Título em inglês
Auditory training as an intervention strategy in subjects with tinnitus
Palavras-chave em inglês
Acoustic stimulation
Hearing loss
Tinnitus
Resumo em inglês
Tinnitus is a symptom defined as a perception of sound that is responsible for negative consequences in a significant amount of population and, can be considered a public health issue. The aim of the present study was to evaluate the effects of auditory training as an intervention tool to the subjects with tinnitus regarding the tinnitus severity and psychoacoustic characteristics. The patients records were analyzed to select adults with tinnitus and bilateral sensorineural hearing loss, level from mild to moderate and adults without hearing loss were selected. The Tinnitus Handicap Inventory (THI), the Visual Analogue Scale (VAS), the Minimum Masking Level (MML), high frequencies audiometry, psychoacoustics measures (pith and loudness matching) and, auditory training were performed for all the selected subjects. The subjects were instructed to perform the TA in the Portal Afinando o Cérebro at home for at least 20 minutes and for the maximum of 30 minutes, during five consecutive days in the week (once a day) and, a total of four weeks. Twenty-three patients were included in the present study and were allocated in two groups (G1 and G2). Fifteen patients were included in the G1 with no hearing loss (WHO) and they performed the auditory training. The G2 was composed by 8 patients with bilateral sensorineural hearing loss, fitted with behind-the-ear hearing aids following the specific needs of each patient and after the fitting the patients began the auditory training at home. The mean age of G1 was 51,73±13,11 and 72,13±8,94 for G2. Only the G2 founds were statistically significant in the assessment with THI and VAS, pre and post intervention. Regarding the psychoacoustic measures were found significant differences in the comparison between the groups. The present study found specific significant differences and the G2 presented the most positive results in the assessment with THI and VAS, pre and post auditory training and, the psychoacoustic measures did not show significant differences regarding the intervention with auditory training. Hence, the differences found were not enough to made a categorical statement about the benefits of TA, when used as intervention for tinnitus.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.