• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2010.tde-02062011-100708
Documento
Autor
Nome completo
Jefferson Tomio Sanada
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2010
Orientador
Banca examinadora
Valle, Accacio Lins do (Presidente)
Insaurralde, Elizeu
Oliveira, Pedro Cesar Garcia de
Pinto, Joao Henrique Nogueira
Ribeiro, Ricardo Faria
Título em português
Avaliação da resistência a tração de diferentes enxertos em calvária de ratos
Palavras-chave em português
Implantes dentários
Materiais biocompatíveis
Osso
Resumo em português
A perda do osso alveolar como resultado de doença periodontal ou secundariamente à cirurgia são fontes de inúmeras complicações para os cirurgiões dentistas, e a solução para tal problema se baseiam em procedimentos regenerativos, que é realizada através de enxertos ósseos que estabelecem um arcabouço para a reparação tecidual, aumentando os tecidos ósseos nos defeitos resultantes de trauma ou cirurgias, preenchendo os alvéolos após extração para preservar a altura e espessura do rebordo alveolar e aumentando e/ou reconstruindo o rebordo alveolar. Este projeto tem como objetivo determinar a resistência à tração do osso neoformado com a utilização de diferentes biomateriais. Foram utilizados 60 animais divididos em 3 grupos. O grupo 1A (n=10): GenO; Grupo 1B (n=10): GenMix; Grupo1C (n=10): Bio-Oss; Grupo 2a (n=10): PerioGlas; Grupo 2b (n=10): Polímero de mamona e Grupo 3 (n=10): coágulo. Após 3 meses de nascimento os animais foram submetidos a anestesia intraperitonial e confecção de defeito não critico (3mm de diâmetro) na calvária dos animais, que foram preenchidos com os biomateriais correspondentes a cada grupo. Após 6 meses da cirurgia foi realizada a morte dos animais, os espécimes foram coletados e submetidos ao teste em uma máquina de teste universal. Observa-se que o grupo que obteve maior média de resistência à tração foi o grupo de polímero de mamona (10,932±4,529MPa). Consequentemente, obteve-se uma comparação descrescente na seguinte ordem: Coágulo (9,563±3,74MPa), Bio-Oss (8,706±4,087MPa), GenMix (8,587±3,602MPa), GenOx (7,709±2,416MPa), PerioGlas (7,185±6,837MPa), não notando-se diferença estatisticamente significante entre os grupos. Nas microscopias eletrônicas de varredura na maioria dos grupos observou-se presença de fibras colágenas ao redor do tecido ósseo neoformado e dos remanescentes de enxerto. Conclui-se que o material foi indiferente para o resultado final da resistência à tração, demonstrando uma boa qualidade dos materiais utilizados, tanto quando comparamos os produtos quanto a sua origem (xenogênica, polimérica ou coágulo), ou a sua procedência de fabricação (nacional ou importado).
Título em inglês
Evaluation of the tensile strength of different grafts in rat calvaria
Palavras-chave em inglês
Biocompatible materials
Bone
Implant
Resumo em inglês
The loss of alveolar bone as a result of periodontal disease or secondary to surgery are numerous sources of complications for the dentists, and the solution to this problem are based on regenerative procedures, which is conducted through bone grafts that provide a scaffold for tissue repair by increasing the bone tissues in the defects resulting from trauma or surgery, filling the alveoli after extraction to preserve the height and thickness and increasing the alveolar ridge and/or reconstructing the alveolar ridge. This project aims to determine the tensile strength of newly formed bone with the use of different biomaterials. We used 60 animals divided into three groups. Group 1A (n = 10): GenOx; Group 1B (n = 10): GenMix; Group 1C (n = 10): Bio-Oss; Groups 2a (n = 10): PerioGlas; Group 2b (n = 10): castor bean polymer; Group 3 (n = 10): clot. After 3 months of birth the animals were anesthetized intraperitoneally and making non critical defect (3mm diameter) in the calvaria of the animals, which were filled with biomaterials for each group. After 6 months of surgery was performed the animals' death, the specimens were collected and tested in a universal testing machine. It is observed that the group had a higher average tensile strength was the castor oil polymer group (10.932 ± 4.529 MPa). Consequently, we obtained a comparison descended in the following order: Clot (9.563 ± 3.74 MPa), Bio-Oss (8.706 ± 4.087 MPa), GenMix (8.587 ± 3.602 MPa), GenOx (7.709 ± 2.416 MPa), PerioGlas (7.185 ± 6.837 MPa), not noticing a significant difference between the groups. In scanning electron microscopies in most groups there was presence of collagen fibers around the newly formed bone and remaining graft. It is concluded that the material was irrelevant to the final result of the tensile strength, showing a good quality of materials used, both when comparing products as their source (xenogenic, polymeric or clot), or its origin of manufacture (national or imported).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-06-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.