• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.25.2002.tde-30092005-093253
Document
Author
Full name
Daniele Teixeira Machado
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Bauru, 2001
Supervisor
Committee
Henriques, Jose Fernando Castanha (President)
Almeida, Renato Rodrigues de
Brangeli, Liliana Avila Maltagliati
Title in Portuguese
Estudo cefalométrico das alterações das alturas faciais anterior e posterior em pacientes leucodermas com má oclusão de classe II, 1ª divisão de Angle, tratados com e sem extração de quatro primeiros pré-molares.
Keywords in Portuguese
cefalometria (odontologia)
extração ortodontica
face (alteração)
maloclusão de angle classe II
Abstract in Portuguese
A maioria das más oclusões apresenta alterações tanto no sentido vertical quanto no sentido ântero-posterior. O estudo do equilíbrio vertical da face é extremamente útil para o bom diagnóstico e correto planejamento do tratamento ortodôntico. Conhecer a morfologia craniofacial, como as proporções faciais, é fundamental para a compreensão das tendências de crescimento futuras e para a obtenção da harmonia das alturas e das linhas faciais. Este estudo cefalométrico longitudinal visou avaliar, comparativamente, as alterações das alturas faciais, provenientes do tratamento da má oclusão de Classe II, 1a divisão de Angle, pela Técnica de “Edgewise” (Mecânica do Arco de Canto Simplificada), associado à ancoragem extrabucal cervical, com e sem extração de quatro primeiros pré-molares. A amostra constituiu-se de 116 telerradiografias em norma lateral obtidas de 56 jovens. Destes jovens, 22 (10 do gênero feminino e 12 do masculino) foram tratados ortodonticamente com extração de quatro primeiros pré-molares e apresentavam idade média inicial de 12,30 e final de 14,87 anos. Outros 22 (13 do gênero feminino e 9 do masculino) foram tratados ortodonticamente sem extração e apresentavam idade média inicial de 12,53 e idade média final de 14,73 anos. Os demais 14 jovens (6 do gênero feminino e 8 do masculino) com idade média inicial de 11,50 e final de 13,63 anos, não foram submetidos a nenhuma intervenção ortodôntica, formando assim o grupo controle. Com o auxílio da cefalometria computadorizada, as telerradiografias iniciais e finais foram digitalizadas e os resultados submetidos ao teste estatístico. Com base na metodologia empregada, a análise dos resultados revelou que não houve influência significante da terapia ortodôntica sobre as alterações das alturas faciais, denotando um comportamento similar, com aumento de sete grandezas, em todos os três grupos. Apenas a proporção entre a altura facial posterior total e a altura facial anterior total exibiu um aumento nos grupos I e III. O movimento vertical dos primeiros molares tanto superiores quanto inferiores modificou-se de modo semelhante nos três grupos, demonstrando uma extrusão com relevância estatística desses dentes, com maior extrusão do molar inferior nos grupos tratados. As alterações horizontais dentoalveolares evidenciaram uma mesialização dos primeiros molares superiores e inferiores em todos os grupos, contudo o maior deslocamento para mesial ocorreu no grupo tratado com extração de quatro primeiros pré-molares e no grupo controle. Em relação aos primeiros molares inferiores, empregando a análise de variância a um critério fixo, observamos uma maior mesialização no grupo I.
Abstract in English
The cephalometric changes of anterior and posterior facial heights, in the Class II, Division 1 treatment, were compared among three different groups of patients: 4-premolar extraction, non-extraction and control. Each test sample consisted of 22 patients from whom lateral headfilms were obtained, either at the beginning or in the end of the treatment. Fourteen compatible subjects, comprising the control group, had their radiographs taken accordingly, at this same time interval. The one-way ANOVA was used to identify differences among the groups regarding the observed variables. As a result, significant differences for the anterior and posterior facial heights were not statistically detected among the groups. Based upon this methodology, no significant influence of the orthodontic treatment therapy was revealed over the facial heights, but rather similar behavior, in all groups, toward increasing the LAFH, UAFH, TAFH, PFH, AFH, TPFH and CF-Go’. The rate between the TPFH and the TAFH exhibited an increase in groups I and III. In all three groups, the vertical drift of upper and lower first molars were similarly modified, producing a significant extrusion of these teeth, mainly in the lower arch of the treated sample. Sagital dentoalveolar changes, regardless of the group, consisted of mesial movement of all first molars. The largest mesial movements, however, were found to occur in the 4-premolar extraction and in the control groups.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
DanieleMachado.pdf (887.67 Kbytes)
Publishing Date
2005-10-14
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2021. All rights reserved.