• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2009.tde-02072009-165505
Documento
Autor
Nome completo
Cristiane de Almeida Baldini Cardoso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2009
Orientador
Banca examinadora
Lima, José Eduardo de Oliveira (Presidente)
Costa, Beatriz
Magalhães, Ana Carolina
Título em português
Análise da maturação em profundidade do esmalte de dentes com diferentes idades eruptivas por meio da microdureza longitudinal
Palavras-chave em português
Maturação do esmalte
Odontologia preventiva
Resumo em português
Estudos epidemiológicos e experimentos com animais têm demonstrado que a susceptibilidade à doença cárie é maior logo após o período pós-eruptivo dos dentes, decrescendo posteriormente. Na literatura, várias pesquisas ressaltam a importância do conhecimento das características do esmalte durante e após o processo de erupção, assim como dos mecanismos envolvidos na desmineralização dentária para o estabelecimento de medidas preventivas eficazes. Variações idade dependentes na susceptibilidade à doença cárie são de grande importância clínica. Entretanto, a literatura é escassa em estudos que avaliem as alterações no esmalte em dentes inclusos e após a erupção na cavidade bucal. O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar a maturação do esmalte em profundidade, de dentes hígidos com diferentes idades eruptivas (antes da erupção na cavidade bucal; 2 a 3 anos após a erupção; 4 a 10 anos após a erupção; e com mais de 10 anos após a erupção) por meio da microdureza longitudinal. Foram utilizados 12 espécimes de esmalte de dentes hígidos de humano para cada idade eruptiva. A comparação entre a microdureza longitudinal das diferentes idades e entre as diferentes profundidades foi realizada por meio da Análise de Variância a dois critérios (ANOVA), adotando-se um nível de significância de 5%. De acordo com a metodologia adotada na presente pesquisa, foi possível concluir que houve diferença entre a microdureza longitudinal dos espécimes com diferentes idades eruptivas em todas as profundidades estudadas, evidenciando-se um comportamento crescente da mineralização quanto maior a idade eruptiva. Pôde-se observar ainda uma tendência crescente dos valores da microdureza quanto maior a profundidade do esmalte, em todos os grupos de idade.
Título em inglês
In-depth analysis of the enamel maturation in teeth with different eruptive ages by the longitudinal microhardness
Palavras-chave em inglês
Enamel maturation
Preventive dentistry
Resumo em inglês
Epidemiologic studies and caries experiments with animals have suggested that caries susceptibility of teeth decreases with age. Many researches in literature, stands out the importance of the enamel characteristics knowledge during and after the eruption process, as well as of the involved mechanisms in dental demineralization in order to establish efficient methods of prevention. Age-dependent variations in the susceptibility to caries lesions are of great clinical importance. However, literature is scarce in studies that evaluate the alterations that occur in the unerupted teeth enamel and after its eruption in the oral cavity. The aim of this study was to evaluate, in vitro, the maturation in depth of sound teeth enamel with different eruptive ages (before the eruption in the mouth, 2 to 3 years after the eruption; 4 to10 years after the eruption; and over 10 years after the eruption) through the longitudinal microhardness. We used 12 specimens of sound teeth enamel for each eruptive age. The comparison between the longitudinal microhardness of the different eruptive ages and in different depths was performed by analysis of variance with two criteria (ANOVA), adopting a significance level of 5%. According to the methodology adopted in this research, it was possible to conclude that there was a difference between the longitudinal microhardness of specimens with different eruptive ages at all depths, revealing an increase of the mineralization with age. It was observed also an increasing trend of the values of microhardness as the enamel depth increased, in all age groups studied.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-07-03
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • CARDOSO, C.A.B., et al. Cross-Sectional Hardness of Enamel from Human Teeth at Different Posteruptive Ages [doi:10.1159/000264687]. Caries Research [online], 2009, vol. 43, n. 6, p. 491-494.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.