• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.23.2021.tde-26102021-113806
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Giliolli Bisi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Gavini, Giulio (Presidente)
Cardoso, Luciano Natividade
Duarte, Marco Antonio Hungaro
Macedo, Mary Caroline Skelton
Título em português
Influência do controle de temperatura dos testes de fadiga cíclica de instrumentos reciproc e reciproc blue: revisão sistemática com meta análise
Palavras-chave em português
Controle de temperatura
Fadiga cíclica
Tratamento térmico
Resumo em português
Introdução: Estudos de resistência à fadiga cíclica dos instrumentos endodônticos de NiTi são extermamente importantes para determinar a vida útil das limas e como fatores relacionados a liga, cinemática de acionamento e características morfológicas do instrumento influenciam seu comportamento. A falta de padronização dos testes pode interferir nos resultados, produzindo interpretações equivocadas. Estudos mais recentes tem preconizado ensaios de fadiga cíclica com controle de temperatura para minimizar essas distorções e aproximar os resultados da realidade clínica. Proposição: Este estudo teve como objetivo realizar revisão sistemática com cálculo de Meta Análise, das publicações dos últimos 10 anos que estudaram a fadiga cíclica dos instrumentos Reciproc e Reciproc Blue com e sem controle de temperatura, para verificar se ele interfere significativamente nos resultados. Metodologia: Foi feita uma busca nas bases de dados Pubmed e Scopus, sendo selecionados 474 resultados, dos quais 106 foram identificadas como duplicatas e foram automaticamente excluídos, restando de 368 publicações únicas, que foram avaliados através da plataforma Rayyan por 3 revisores. Atendiam por unanimidade os critérios de inclusão 39 publicações que foram em dois subgrupos a saber: 1: publicações que realizam teste de fadiga cíclica com controle de temperatura a 37 ± 2 ºC e 2: publicações que não realizam controle de temperatura durante o teste de fadiga cíclica. Em seguida, foram selecionadas apenas os artigos que comparam apenas os instrumentos Reciproc (RC) e Reciproc Blue (RB), totalizando 09 publicações. Os dados de tempo de fratura foram tabulados, juntamente com seus valores de desvio padrão e submetidos ao teste de análise estatística através do programa RSTUDIO, utilizando os pacotes TIDYVERSE, META, METAFOR e DMETAR. Para realizar a meta-análise foi utilizada a diferença média padronizada (SMD), com respectivo intervalo de confiança de 95% como medida do efeito.O método de análise utilizado foi a ponderação de variância inversa, por meio de um modelo de efeitos randômicos. Resultados: Em relação ao controle de temperatura nos ensaios de fadiga cíclica de instrumentos Reciproc e Reciproc Blue, não foi encontrada diferença estatisticamente significante, com tendência de maior resistência à fratura dos instrumentos Reciproc Blue. Conclusões: O controle de temperatura não interfere nos resultados dos ensaios de fadiga cíclica dos instrumentos Reciproc e Reciproc Blue. A disparidade tanto entre o dispositivo de canal simulado, quanto o método de controle de temperatura das publicações aqui avaliadas, proporcionou um risco de viés, reforçando a necessidade de padronização dos ensaios de fadiga cíclica.
Título em inglês
Influence of temperature control during reciproc and reciproc blue cyclic fatigue tests: a systematic review with meta-analysis
Palavras-chave em inglês
Cyclic fatigue
Temperature control
Thermal treatment
Resumo em inglês
Introduction: The study of the resistance to cyclic fatigue of the endodontic instruments has become important, mainly with the introduction of endodontic instrument that have continuous or alternated rotation. Those instruments are made of NiTi alloys that give them unique characteristics, which may change the way they work while inside the root canal, because the ability to swap between its martensitic and austenitic phases. Along with the changes the NiTi alloys may offer, other approaches to increase mean life of the NiTi endodontic instruments were introduced as change in its diameter and cross section, changes in the instrument cinematic with continuous, alternated and reciprocating motions, and changes in the way the alloy presents itself while inside the root canal. Proposition: Through a search on the databases these paper had the objective of making a systematic review with meta-analysis to verify if the temperature control in the cyclic fatigue tests of the Reciproc and Reciproc Blue instruments has any influence on their resistance to cyclic fatigue. Metodology: A search was made in the Pubmed and Scopus databases and the resulting articles were analysed by 3 revisors. Overall, 39 articles were in accordance with all the inclusion cirteria and in two subgroups to know: 1: articles that did the cyclic fatigue tests with temperature control at 37 ± 2 ºC and 2: articles that did the cyclic fatigue test without temperature control. Between those 39 articles, were selected only the ones that only compared Reciproc (RC) and Reciproc Blue (RB), resulting in 09 articles. The time to fracture data was extracted along with their respective standart deviation values and underwent a statistical analysis calcutation in the RSTUDIO program, using the TIDYVERSE, META, METAFOR and DMETAR packages. To make the meta analysis calculation the standard mean difference (SMD) was used, with the confidence intervalo of 95%, as measure of effect. The method of analysis utilized was the inverse variation ponderance, by a randomic effects model. Results: A statistically significant difference between the two subgroups was not found, with a tendency to the Reciproc Blue being more fatigue resistant than Reciproc instruments, in relation to the temperature control. Conclusions: The temperature control during the cyclic fatigue tests of Reciproc and Reciproc Blue seems to not have any influence in their outcome. On the other hand, because of the lack of the pattern of the study designs a insufficient number of studies was included in this paper, so that the risk of vies would not happen.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.