• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.23.2018.tde-30072020-095045
Documento
Autor
Nome completo
Cibele Pelissari dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Martins, Marília Trierveiler (Presidente)
Rosin, Flávia Cristina Perillo
Diniz, Ivana Márcia Alves
Sipert, Carla Renata
Título em português
Mobilização de células da papila apical por C-GSF para enriquecimento de populações de células-tronco
Palavras-chave em português
Células-tronco
G-CSF
Mobilização
Papila Apical
Resumo em português
O termo mobilização está relacionado com mecanismos intrínsecos das células em responder a estímulos quimiotáticos promovidos por moléculas sinalizadoras. Diante da versatilidade quanto aos possíveis uso dessas moléculas, existe a possibilidade de serem utilizadas in vitro para enriquecer populações celulares com melhores propriedades terapêuticas. Isso posto, foi proposto um estudo utilizando o enriquecimento de células-tronco de papila apical a partir da mobilização induzida pelo fator estimulador de colônias de granulócitos G-CSF (do inglês granulocyte-colony stimulating factor), substância que possui aprovação para uso em humanos pela food and drug administration (FDA). As células mobilizadas da papila apical foram avaliadas in vitro quanto as suas propriedades cinéticas de diferenciação, proliferação, clonogenicidade, e por imunofenotipagem. Para ensaio funcional in vivo as células mobilizadas foram transplantadas em animais normorreativos, com o intuito de observar a interação com o sistema imunológico. O que foi visto é que as células mobilizadas apresentam uma melhor eficiência clonogênica, ou seja, formam mais colônias. Também foi visto que as células mobilizadas perdem expressão para CD44, o que pode estar relacionado com a alteração em moléculas de adesão para adquirir um fenótipo que possibilite a mobilização. As populações estudadas de papila apical, de uma forma geral foram negativas para STRO-1, porém positivas para CD34. O que se conclui é que o G-CSF seleciona populações de papila apical in vitro mais eficientes para formar unidades de colônias. Adicionalmente foi visto que as células da papila apical não sofrem diferenciação osteo/dentinogênica quando transplantadas em camundongos imunocompetentes.
Título em inglês
Apical papilla cell mobilization by G-CSF for enrichment of stem cell populations
Palavras-chave em inglês
Apical papilla
G-CSF
Mesenchymal stem cells
Mobilization
Resumo em inglês
The term mobilization is related to intrinsic cells mechanisms in response to chemotactic stimulations promoted by signalling molecules. These molecules are highly versatile with one potential use being enrichment of in vitro cell populations to increase therapeutic properties. This research investigates the enrichment of apical papilla stem cells populations using granulocyte stimulating factor (G-CSF) as a mobilization factor - a substance approved by the Food and Drug Administration (FDA) for use in humans. Mobilized cells of the apical papilla were evaluated in vitro for their kinetic properties of differentiation, proliferation, clonogenicity, and immunophenotyping. An in vivo functional assay where mobilized cells were transplanted into normoreactive animals, was conducted to observe interactions with the immune system. It was found that mobilized cells had better abilities in clonogenic efficiency. Additionally, mobilized cells appeared to down regulate expression of CD44, which could be attributed to changes in adhesion molecules necessary for a mobilized phenotype. Furthermore the studied apical papilla cells populations were overall negative for STRO-1, but positive for CD34. In conclusion G-CSF selects more clonogenic apical papilla populations in vitro. Additionally, apical papilla cells do not undergo osteogenic/dentinogenic differentiation when transplanted into immunocompetent mice.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-09-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.