• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.23.2021.tde-30082021-085140
Documento
Autor
Nombre completo
Rosane Pérez Baldasso
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2021
Director
Tribunal
Oliveira, Rogerio Nogueira de (Presidente)
Fernandes, Mário Marques
Maahs, Marcia Angelica Peter
Machado, Carlos Eduardo Palhares
Título en portugués
Avaliação da variabilidade de marcação fotoantropométrica em imagens faciais
Palabras clave en portugués
Antropologia Forense
Antropometria
Face
Identificação
Imagem
Odontologia Legal
Resumen en portugués
A análise comparativa de imagens faciais para fins de identificação humana é um processo cada vez mais requisitado aos órgãos policiais e periciais do mundo. Uma das metodologias utilizadas para o levantamento das informações faciais consiste na utilização de pontos anatômicos de referência, denominados de pontos fotoantropométricos. A partir desses pontos, relações faciais, como medidas, ângulos e índices, podem ser estabelecidas e comparadas. Porém, uma restrição desta técnica diz respeito à variabilidade de marcação de tais pontos, resultante, entre outros, dos diversos registros faciais decorrentes de fatores externos, como a incidência e a distância focal da câmera, sendo possível que imagens faciais diferentes produzam relações mais próximas do que duas imagens tomadas de uma mesma face. Sabe-se que esses métodos apresentam maior confiabilidade quando de sua aplicação em imagens dentro dos padrões especificados pela Organização Internacional da Aviação Civil (International Civil Aviation Organization - ICAO). No entanto, a variabilidade das marcações fotoantropométricas em imagens fora destes padrões, rotineiramente apresentadas para exame pericial, considerando esses fatores supramencionados, são ainda desconhecidas. Nesse sentido, o presente trabalho teve como objetivo analisar a variabilidade e a confiabilidade de análises faciais baseadas em marcações fotoantropométricas quando da reprodução de imagens corriqueiramente presentes na prática pericial, com variação de incidência e distância em relação ao dispositivo de captação da imagem, estabelecendo, assim, o limite de confiabilidade da fotoantropometria como metodologia utilizada nos exames de comparação facial. Para tanto, foram analisadas 543 imagens faciais, de onde foram extraídas informações métricas e morfométricas. Os resultados apontaram que, à exceção de algumas razões fotoantropométricas relacionadas a estruturas dos olhos e boca, há considerável variabilidade decorrente da alteração de distância, incidência e equipamento. Assim, conclui-se que, embora a literatura aponte a fotoantropometria como uma metodologia científica eficaz em análises periciais forenses em imagens dentro dos padrões ideais, quando da reprodução de imagens corriqueiramente presentes nas análises faciais ela se mostra vulnerável à variação de distância, incidência e equipamento de captação. Sugere-se a morfometria geométrica (análise da forma, onde são consideradas coordenadas de pontos de referência para registrar posições relativas a pontos morfológicos) como metodologia de análise complementar à análise morfológica, uma vez que se mostrou com maior acurácia nas análises, independente das diversas fontes de variabilidade.
Título en inglés
Evaluation of the variability of photoanthropometric marking in facial images
Palabras clave en inglés
Anthropometry
Face
Forensic Anthropology
Forensic Dentistry
Identification
Image
Resumen en inglés
Comparative analysis of facial images for human identification purposes is an increasingly requested process for the world's police and forensic institutes. One of the methodologies used is based on the use of anatomical reference points, called photoanthropometric points. From these points, facial relationships, such as measurements, angles and indices, can be established and compared. However, a restriction of this technique concerns the variability of marking of such points, resulting, among others, from the various facial records resulting from external factors, such as the incidence and focal length of the camera, and it is possible that different facial images produce closer relationships than two images taken from the same face. It is known that these methods have greater reliability when applying them in images within the standards specified by the International Civil Aviation Organization (ICAO). However, the variability of photoanthropometric markings in images outside these patterns, routinely presented for forensic examination, considering these factors mentioned above, are still unknown. In this sense, the present study aims to analyze the variability and reliability of facial analyses based on photoanthropometric markings when reproduction of images commonly present in expert practice, with variation in incidence and distance in relation to the imaging device, thus establishing the reliability limit of photoanthropometry as a methodology used in facial comparison exams. For this, 543 facial images were analyzed, from which metric and morphometric information was extracted. The results showed that, with the exception of some photoanthropometric reasons related to eye and mouth structures, there is considerable variability due to changes in distance, incidence and equipment. Thus, it is concluded that, although the literature points to photoanthropometry as an effective scientific methodology in forensic analyses in images within the ideal standards, when the reproduction of images commonly present in facial analyses, it is vulnerable to variation in distance, incidence and capture equipment. It is suggested the geometric morphometry (shape analysis, where coordinates of reference points are considered for records related to morphological points) as a methodology of complementary analysis to morphological analysis, since it was shown to be more accuracy in the analyses, regardless of the various sources of variability.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-09-24
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.