• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.23.2009.tde-29092009-091212
Documento
Autor
Nombre completo
Marina de Deus Moura de Lima
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2009
Director
Tribunal
Magalhães, Marina Helena Cury Gallottini de (Presidente)
Barros, Simone Souza Lobão Veras
Levi, José Eduardo
Makabe, Sérgio
Ortega, Karem Lopez
Título en portugués
Correlação entre a presença do HPV na boca e no colo uterino de pacientes com sorologia positiva e negativa para o HIV
Palabras clave en portugués
correlação
HIV
HPV
Mucosa cervical
Mucosa oral
Resumen en portugués
A infecção genital pelo papilomavírus humano (HPV) corresponde a uma das doenças sexualmente transmissíveis mais frequentes no mundo. Uma preocupação dos pacientes que apresentam HPV na região anogenital diz respeito à possibilidade de disseminação desse vírus para outras partes do corpo. O objetivo geral desse estudo foi avaliar a possível correlação existente entre infecções pelo HPV na mucosa oral e no colo uterino em mulheres com sorologias positiva e negativa para o HIV. Pretendeu-se, também, identificar variáveis clínicas, demográficas e laboratoriais associadas à infecção oral pelo HPV. A amostra foi constituída por 200 pacientes do gênero feminino, sendo 100 com sorologia positiva para HIV (grupo 1) e 100 com sorologia negativa para HIV (grupo 2). As pacientes foram incluídas consecutivamente no Centro de Referência e Treinamento em DST-AIDS entre abril de 2008 a maio de 2009. Todas as pacientes assinaram um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e responderam a uma ficha com questionamentos sobre hábitos e comportamento sexual. Além disso, tiveram as cavidades oral e ginecológica examinadas, sendo que células superficiais de ambos os locais foram coletadas e avaliadas pela captura híbrida 2 e pela citologia em base líquida. Para comparação de variáveis qualitativas, como freqüências e proporções, foi utilizado o teste de qui-quadrado ou exato de Fisher, se necessário. Para comparação de dados quantitativos, foram utilizados os testes de Mann-Whitney ou t de Student. A análise multivariada foi executada utilizando-se o teste de regressão logística, sendo que o valor de significância estatística estabelecido foi de 5% (p<0,05). O DNA do HPV foi detectado nas amostras cervicais de 41 (41%) pacientes HIV+ e de 45 (45%) HIV- (p=0.67). Nas amostras da cavidade oral, o DNA do HPV foi observado em 11 mulheres do G1 (HIV+) e em 2 mulheres do G2 (HIV-) (OR=6,06; 95%IC=1,31-28,07; p=0,02). Os subtipos oncogênicos foram prevalentes em ambos os grupos, sendo que não foi observada diferença entre os grupos (p=0.87). Nenhuma paciente apresentou lesão macroscópica oral relacionada ao HPV, sendo que 15 (15%) mulheres do G1 (HIV+) e 17 (17%) do G2 (HIV-) apresentaram lesão macroscópica na região genital (p=0.2129). Com os resultados obtidos pôde-se concluir que nesta população não houve correlação entre a infecção pelo HPV nas mucosas oral e cervical. Além disso, as pacientes HIV+ apresentaram maior prevalência de infecção pelo DNA-HPV na boca em comparação às pacientes HIV-.
Título en inglés
Correlation between oral and cervical human papillomavirus infection in HIV+ and HIV- patients
Palabras clave en inglés
Cervical
Correlation
HIV
HPV
Oral
Resumen en inglés
Human papillomavirus (HPV) is one of the most prevalent sexually transmitted viruses worldwide with both oral and genital manifestations. The high prevalence of HPV infection among HIV + individuals provides an opportunity to elucidate the relationship between oral and cervical HPV-infection in this group of subjects. The aim of this study is to evaluate the possible association between oral and cervical infections in HIV-positive and negative patients. One hundred HIV+ (group 1) and 100 HIV- (group 2) women were recruited consecutively from a gynecologic clinic between April 2008 and May 2009. All subjects were given a cervical and oral examination. Cytological samples were evaluated by the hybrid capture 2 technique from oral and cervical scrapings. Statistical analysis was performed using chi-square test and p values < 0.05 were considered significant. HPV-DNA was detected in cervical scrapings from 41 (41%) HIV-positive subjects and from 45 (45%) HIVnegative subjects (p=0.67). In oral samples, HPV-DNA was observed in 11 subjects from group 1 and in 2 subjects from group 2 (p=0.02). High-risk HPV subtypes were prevalent in both groups and no difference between the groups was detected (p=0.87). No subject showed macroscopic oral HPV-related lesion, whereas 15 (15.00%) from group 1, and 17 (17.00%) from group 2, presented with macroscopic genital lesion (p=0.2129). HPV-DNA was more frequent in oral mucosa of HIV+ patients than HIV- (p=0,018). There was no association between oral and cervical HPV infection in HIV+ and HIV- patients. Presence of cervical lesion was not associated with oral lesion.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2009-12-19
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.